Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Empréstimo na conta de luz: o que é e como fazer

Por Camila SilveiraPublicado em

Quem está precisando de dinheiro emprestado de forma rápida pode contar com o empréstimo na conta de luz.

Essa modalidade de crédito pessoal é destinada para pessoas que têm dificuldade de acesso ao crédito, como acontece com os consumidores negativados, que representam cerca de 50% da população do país.

Descubra agora mesmo como funciona o empréstimo na conta de luz e veja se essa opção é ideal para o seu momento!

Empréstimo na conta de luz: o que é?

Ao contratar essa modalidade de crédito, as parcelas do seu empréstimo são pagas mensalmente por meio da fatura da sua conta de luz. Ou seja, o valor da prestação do seu empréstimo será somado ao consumo de energia da sua residência por mês.

Veja um exemplo: se você normalmente gasta R$ 100 de luz por mês e contratou um empréstimo que totalizou R$ 1 mil (já com os juros e taxas inclusas) para pagar em dez parcelas de R$ 100, quer dizer que durante dez meses sua fatura será de R$ 200 (R$ 100 de consumo de energia + R$ 100 referente ao dinheiro emprestado).

É importante enfatizar que a parcela máxima do empréstimo é, geralmente, limitada a duas vezes o valor médio da conta de energia elétrica. Isso ajuda a minimizar o risco de inadimplência por parte do contratante.

Empréstimo na conta de luz: como funciona?

O empréstimo na conta de luz é voltado para quem tem uma renda menor, apesar disso, é necessário que o tomador tenha uma conta bancária para que o dinheiro possa ser depositado na conta do titular.

Cada empresa que oferece esse tipo de empréstimo apresenta um limite de valor para emprestar. Geralmente, a quantia oferecia vai de R$ 500 a R$ 3 mil. O prazo para pagamento é de três a 18 meses.

Para contratar essa linha de crédito, é preciso ter a idade igual ou superior a 21 anos e menos de 79 anos. Além disso, é necessário estar com as contas de consumo em dia.

Outro ponto de atenção é a localização da residência, pois o empréstimo na conta de luz ainda não é oferecido em todo o território brasileiro. Apesar disso, se você mora em São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Goiás ou Rio Grande do Sul essa pode ser uma possibilidade.

Os demais estados podem disponibilizar essa linha de crédito no futuro, e não somente na conta de luz como também em faturas de telefone e água. Determinadas empresas especializadas em empréstimo com débito de consumo já estão estudando a possibilidade de ampliar a atuação com concessionárias desses serviços.

Como contratar o empréstimo na conta de luz?

Para solicitar essa opção, é necessário separar alguns documentos, como: carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante bancário e comprovante de residência de até dois meses. Todo o processo para formalizar o pedido do empréstimo é online.

Após separar a documentação, é preciso realizar o cadastro completo no site da empresa que você escolher. O seu pedido passará por uma análise de crédito e se o crédito for aprovado, você poderá receber o dinheiro emprestado na sua conta bancária em até 24 horas.

Sobre as taxas de juros, elas são calculadas de acordo com o perfil de crédito do cliente, que é consultado nos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa. No entanto, é importante ressaltar que mesmo quem estiver com o nome sujo ou tiver um score baixo podem conseguir um empréstimo na conta de luz.

Outra informação relevante é que se você já contratou um empréstimo por conta de luz, só poderá fazer um novo dessa modalidade após quitar o primeiro.

O que é preciso para contratar empréstimo na conta de energia?

Para solicitar essa linha de crédito, importante que você:

  • Verifique se a concessionária da sua região oferece esse tipo de empréstimo.
  • Tenha mais de 21 anos;
  • Tenha conta bancária;
  • Seja o titular da conta de luz;
  • Esteja com as faturas em dia.

Onde solicitar o empréstimo na conta de energia?

Como explicamos anteriormente no artigo, o empréstimo na conta de energia elétrica ainda não está disponível em todo o território brasileiro. Sendo assim, para ter acesso a ele, é preciso entrar em contato diretamente com as empresas financeiras para ver se elas oferecem esse tipo de serviço.

Essas empresas financeiras são parcerias das concessionárias, como a CPFL, Celesc, Enel, entre outras que fornecem eletricidade para a sua residência. 

Algumas das financeiras que oferecem empréstimo na conta de luz são a Piki, Consiga Cred, PlanCredi e MetaSimples. As taxas de juros e o Custo Efetivo Total (CET) da linha de crédito são informados ao cliente quando ele demonstra interesse na contratação.

Contratar empréstimo na conta de luz vale a pena?

Sim. O empréstimo na conta de luz pode ser uma opção interessante caso você precise de dinheiro urgentemente e queira aumentar as chances na aprovação de crédito. Além disso, essa opção é uma boa alternativa para fugir dos altos juros do cheque especial e do rotativo do cartão de crédito, por exemplo.

No momento de analisar se essa opção vale a pena para você, o primeiro passo é avaliar a reputação da empresa que vai oferecer o crédito.

Não se esqueça de não fechar negócio caso seja solicitado qualquer tipo de pagamento antecipado, já que isso é uma prática considerada ilegal e criminosa. 

Entre os cuidados que precisam ser tomados, é importante buscar o nome da empresa na internet, especialmente em sites como o Reclame Aqui, e checar quanto tempo de atuação ela tem no mercado.

Também não deixe de analisar quais são todas as taxas e tarifas cobradas nessa operação e como elas afetam o valor total contratado, além das prestações.

Apesar de ser ideal para quem tem a renda e o score baixos, é importante verificar se você realmente precisa solicitar esse crédito no momento. Se existirem outras alternativas que solucionem o seu problema, dê preferência àquela que não vai prejudicar o seu orçamento pessoal.

Por fim, não se esqueça que por um bom tempo a sua conta de luz ficará muito mais cara do que você estava acostumado a pagar.

Sendo assim, se a utilização da energia da sua casa aumentar ou o preço subir por algum motivo inesperado, saiba que você deverá estar preparado para honrar com todos os compromissos e não deixar suas contas virarem uma verdadeira bola de neve.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Como calcular o limite do empréstimo consignado?

Conheça o empréstimo consignado do Banco Industrial

5 coisas que você precisa saber sobre o empréstimo consignado

Regras do empréstimo consignado sofrerão mudanças em 2022

Crédito consignado Porto Seguro: conheça e veja como oferecer para seus funcionários

Prazo de carência no empréstimo consignado: como funciona?

Empréstimo na conta de luz: o que é e como fazer

Empréstimo consignado INSS: qual a idade limite para contratar?