Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Entenda os 7 princípios mais importantes da contabilidade

Por Janaína TavaresPublicado em

Você sabia que todo profissional que trabalha na área de contabilidade precisa conhecer os sete princípios básicos que norteiam toda a prática dessa profissão?

Eles nada mais são do que cuidados e orientações que você precisa seguir na hora de fazer o registro das informações contábeis. Dessa forma, o profissional consegue cumprir com as exigências dos Códigos de Pronunciamento Contábeis e dentre outras normas relevantes.

Portanto, neste artigo, vamos apresentar para você quais são esses princípios e mostrar como eles podem fazer a diferença no seu serviço.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Quais são os sete princípios da contabilidade?

Antes de saber mais sobre eles, lembre-se que você pode colocá-los em prática no seu dia a dia para ter cada vez mais qualidade e eficiência nas suas entregas. Tendo em mente isso, você já está pronto para conhecer melhor sobre esses princípios:

Princípio da oportunidade

  • Objetivo do princípio: registro dos fatos contábeis no momento em que eles foram gerados ou o mais próximo do dia do evento, sempre de maneira completa.

Princípio da competência

  • Objetivo do princípio: os lançamentos das receitas devem ser reconhecidos exatamente nos dias em que eles aconteceram, ou seja, na data da venda. Isso precisa ser feito independentemente do recebimento ou pagamento do produto e/ou mercadoria.

Princípio do Registro pelo Valor Original

  • Objetivo do princípio: tanto os bens e serviços, assim como o patrimônio da empresa precisam obrigatoriamente estar registrados conforme os valores originais pagos por eles. Além disso, esses mesmos valores devem ser expressos em moeda nacional.

Princípio da atualização monetária

  • Objetivo do princípio: na contabilidade, esse princípio diz respeito a qualquer alteração no poder aquisitivo da moeda nacional. Ela deve ser reconhecida nos registros contábeis por meio do ajustamento da expressão formal dos valores dos componentes patrimoniais.

Princípio da prudência

  • Objetivo do princípio: para que o patrimônio da empresa seja apresentado de acordo com o seu valor real, o contador precisa sempre pensar neste princípio quando for analisar as estimativas contábeis.

Princípio da continuidade

  • Objetivo do princípio: a ideia central aqui é que os sistemas e operações de uma empresa continuarão em funcionamento no futuro. Por isso, a área da contabilidade vai ser definida para funcionar durante o tempo em que o negócio existir.

Princípio da entidade

  • Objetivo do princípio: por fim, este reconhece o patrimônio como algo que tem autonomia, sendo o mesmo um objeto da contabilidade. Em outras palavras, é neste princípio em que o patrimônio da empresa não se confunde com os bens de seus sócios ou proprietários.

Conteúdos que você precisa conhecer

Gostaria de ficar por dentro de mais artigos? Fizemos uma seleção especial para você:

Descomplicamos?

Caso tenha ficado com alguma dúvida sobre os sete princípios da contabilidade, envie sua pergunta aqui para que possamos te responder. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

PicPay: como fazer cobranças pelo aplicativo?

Caixa abre 10 mil vagas de emprego para concursados, estagiários e aprendizes

Open Banking ou Open Finance: o que você precisa saber sobre esses sistemas

Não consegue guardar dinheiro? Conheça a “poupança por assinatura”

Golpe da revisão do INSS: veja como se proteger

Quer mudar de carreira? Confira essas dicas para trocar de profissão

Next: veja como contribuir com causas sociais ao pagar com seu cartão

Pinterest como ferramenta de negócios: guia completo