Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Saiba como abrir uma franquia da Ri Happy

Por Janaína TavaresPublicado em

O seu sonho é abrir franquia de alguma marca que você se identifica? Apesar de ser um bom investimento, sempre surgem dúvidas em relação a como fazer e qual a melhor oportunidade para escolher. No artigo de hoje, vamos falar da Ri Happy e as vantagens de investir nessa empresa.

Saiba como abrir uma franquia da Ri Happy

Conheça a Ri Happy

Ela nasceu em 1998, quando um administrador de empresas e um pediatra resolveram se unir para criá-la. Atualmente, a Ri Happy é uma das principais líderes especializadas no ramo de brinquedos do Brasil.

São mais de 200 unidades próprias e franqueadas espalhadas tanto nas capitais do país, assim como em cidades do interior. A base do sucesso da empresa se concentra no atendimento personalizado, nos preços competitivos e na variedade de produtos.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Quais são os investimentos necessários para abrir a franquia?

Com produtos diversificados, que incluem uma linha exclusiva, com mais de 200 itens destinados a todas as idades, a Ri Happy já te deixa preparado para conferir os dados de investimento:

  • Taxa de Franquia: R$ 125 mil;
  • Capital de Instalação: R$ 750 mil até R$ 1.200.000;
  • Capital de Giro: R$ 250 mil até R$ 500 mil;
  • Investimento Total: R$ 900 mil até R$ 1.700.000;
  • Faturamento Médio Mensal: R$ 350 mil;
  • Retorno: 42 meses;
  • Taxa Royalties: 5% (Base de Cálculo: Faturamento Bruto).

Quais as vantagens que a Ri Happy oferece?

Se você se identificou com a empresa, chegou a hora de analisar o que ela tem a oferecer para você como franqueado:

  • Análise de viabilidade econômica: retorno do investimento e rentabilidade;
  • Ajuda na negociação e seleção do ponto;
  • Apoio em todo projeto de implantação da loja;
  • Suporte exclusivo na área Comercial para os processos de abastecimento da loja;
  • Ajuda no desenvolvimento de ações de marketing e de PDV;
  • Consultoria de campo contínua;
  • SAF (Serviço de atendimento ao franqueado);
  • Indicação de software para frente de loja;
  • Entrega de manuais da franquia;
  • Organização de eventos dedicados aos franqueados;
  • Análises periódicas de crescimento da rede e loja a loja;
  • Acompanhamento do negócio e maturidade do franqueado.

Analisou e gostou? Então, chegou o momento de você entrar em contato com o departamento de franquias da Ri Happy. Lá você faz o cadastro, colocando as principais informações referentes ao seu interesse de ser um franqueado.

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Assim como os bancos, fintechs correm para se adequar a ‘Lei do Superendividamento’

Foregon atinge marca de gigantes, com 1 milhão de contas criadas em 10 meses

5 motivos para o seu negócio investir em um aplicativo

Por que as criptomoedas são revolucionárias?

Área de cobranças da conta PJ Nubank: veja como utilizar

Conheça o Programa Avançar Santander, portal de apoio ao empreendedor

Vender por apenas R$ 0,99 funciona? Descubra agora mesmo

Conheça a calculadora de metas de vendas Atendare: 100% online e gratuita