Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Gastos essenciais, necessários e supérfluos: entenda a diferença

Por Thais SouzaPublicado em

Você ainda acha que gasto é tudo igual? No dia a dia, os tipos de gastos acabam se misturando e essa confusão pode ser responsável por desorganizar as despesas. Na verdade, existem muitas diferenças de um gasto para outro e é importante conhecê-las para organizar melhor sua vida financeira.

Neste artigo você vai entender quais são as diferenças entre gastos essenciais, necessários e supérfluos. Vamos lá?

Gastos essenciais 

Os gastos essenciais são aqueles indispensáveis para você viver com qualidade. Normalmente são fixos e possuem uma data de vencimento para o pagamento. Dentre os principais gastos essenciais estão:

  • Moradia (aluguel, contas de água, luz, telefone, internet, condomínio, gás);
  • Alimentação básica;
  • Transporte;
  • Seguros;
  • Saúde;
  • Higiene;
  • Impostos.

Gastos necessários 

Os gastos necessários são aqueles que não são essenciais, mas são importantes para manter a qualidade de vida da sua família. Dentre eles estão: 

  • Carro particular; 
  • Academia; 
  • Educação privada;
  • Entretenimento. 

Gastos supérfluos 

Já os gastos supérfluos, como o nome já diz, são aquelas compras que podem ser facilmente descartadas do seu orçamento em momentos de necessidades. 

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

São gastos que geram bem-estar e atendem mais aos desejos do que às necessidades, como:  roupas de marca, restaurantes chiques, vinhos e bebidas alcoólicas, viagens, tratamentos estéticos, cosméticos, jogos.

Bônus: desperdícios

Além dos gastos citados acima, existe o desperdício, causado muitas vezes pelo excesso de compras supérfluas. Normalmente, eles não atendem nem às suas necessidades nem aos desejos.

Um exemplo disso é ir ao mercado e comprar alimentos em excesso que você não precisa apenas por conta de uma promoção. Então, as chances do alimento vencer e você não consumir são grandes, causando desperdício. 

Regra do 50-30-20 para se organizar melhor 

Uma forma de organizar melhor seu orçamento para conseguir pensar no longo prazo e realizar seus objetivos é seguir a regra do 50-30-20, que estipula: 

  • 50% da sua renda mensal deve ir para os gastos essenciais e fixos, como moradia e supermercado;
  • 30% para gastos variáveis relacionados ao estilo de vida, como viagens, academia, lazer e restaurantes;
  • 20% para arcar com as prioridades financeiras que vão ajudar a alcançar sonhos e projetos, como investimentos. 

Que tal iniciar um planejamento financeiro? 

Além de entender a diferença entre os tipos de gastos, é importante que você saiba o quanto está gastando mensalmente em cada uma das categorias. Para chegar a essa informação, o planejamento financeiro é fundamental. Veja como fazer o seu: 

Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Quais mudanças o Open Banking traz para a nossa vida financeira?

BRL: entenda o que essa sigla significa na sua fatura do cartão

Corte 17 despesas mensais que podem se transformar em renda extra

Aplicativos para aumentar score de crédito: verdade ou mito?

Tag Itaú de passe livre em pedágios e estacionamentos: conheça e veja como solicitar

Pagar passagem de ônibus com cartão de débito ou crédito: veja como

Prêmio de 1,5 milhão do BBB: saiba quanto rende na poupança e em outros investimentos

Como funciona o carnê digital Magalu