Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Como investir em Bitcoin no Brasil?

Janaína TavaresPublicado em

Você sabia que o Bitcoin foi a primeira criptomoeda do mundo? Apesar de existirem várias outras opções atualmente, essa moeda digital é conhecida por ainda ter um grande domínio de mercado e ser uma das alternativas mais famosas entre os estrangeiros. Mas e aqui no país, você sabe como funciona? Neste artigo você vai descobrir como investir em Bitcoin no Brasil!

Entenda quais são os riscos, vantagens, como começar a investir nessa criptomoeda e outros detalhes sobre ela!

Você encontra nesse artigo:

O que é Bitcoin?

O Bitcoin é uma moeda 100% digital e descentralizada, ou seja, ela só pode ser encontrada no ambiente online e não depende de terceiros para funcionar como, por exemplo, bancos, instituições financeiras ou governos.

Portanto, você consegue movimentar o dinheiro livremente, mas não pode utilizar essa criptomoeda para realizar compras físicas, apenas transações financeiras online.

Importante: você também pode comprar qualquer tipo de produto ou serviço com Bitcoin, desde que a loja aceite pagamentos online em criptomoeda.

Homem desconfiado com a mão no queixo
Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!
Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Em resumo, uma criptomoeda é um tipo de dinheiro totalmente digital que não precisa ser emitido por nenhum governo.

Quem criou o Bitcoin?

O termo Bitcoin foi usado pela primeira vez no ano de 2008, época em que foi feito o registro do domínio "bitcoin.org".

No entanto, essa moeda digital foi minerada no começo de 2009 por um programador japonês chamado de Satoshi Nakamoto. Até hoje, não se sabe exatamente quem é essa pessoa, o que acaba trazendo diversas teorias a respeito desse possível criador.

Independentemente disso, o principal objetivo com a criação do Bitcoin foi oferecer para a população mundial um tipo de moeda que não tivesse nenhum vínculo com governos e até mesmo países.

Como funciona o investimento em Bitcoin?

Diferentemente das moedas tradicionais, com o investimento Bitcoin não existe um governo ou instituição financeira que vai cobrar e gerenciar as transações financeiras entre os consumidores. Basicamente, com esse tipo de investimento você compra a criptomoeda, aguarda a valorização, vende e lucra com a valorização.

No caso dessa moeda digital, todas as transações são feitas entre os próprios usuários, com base em uma rede descentralizada (blockchain) que possibilita os pagamentos eletrônicos de um jeito seguro, sem custos, sem intermediários e de qualquer lugar do mundo.

Em resumo, após a "criação" do Bitcoin, processo denominado de mineração, ele será analisado e verificado e as informações serão enviadas ao blockchain, o banco de dados que registra as transações desse tipo de ativo. Depois desses processos, eles podem ser comprados por outras plataformas.

No entanto, é importante ressaltar que esse tipo de investimento não é previsível e o valor do Bitcoin oscila frequentemente. Por isso, é necessário ficar atento caso você invista nesse tipo de aplicação.

Como funciona a mineração de Bitcoin?

A chamada mineração de Bitcoin é o processo responsável pela "criação" da moeda. Nesse momento, computadores superpotentes fazem resoluções de problemas matemáticos 24 horas por dia, no qual quem descobrir a solução do problema primeiro receberá uma premiação em 6,25 Bitcoins, totalizando R$ 741.351,41 no dia 25 de julho de 2022.

Além disso, quem minera Bitcoins também pode ganhar com a taxa de transação, que atualmente é de US$ 2,23.

No entanto, atualmente é praticamente inviável minerar Bitcoin no Brasil sendo um investidor comum, já que existem grandes empresas especializadas nisso com computadores ligados 24 horas por dia. Com um computador pessoal comum, seria praticamente impossível minerar Bitcoin.

Além disso, existe o fator dos gastos. Mesmo que você tenha um computador superpotente em sua casa, é preciso considerar os gastos com energia, que são bem altos aqui no Brasil. Por isso, cabe analisar se realmente vale a pena ir por este caminho.

Como funciona o Blockchain?

Denominada de Blockchain, essa é outra tecnologia digital que também foi criada pelo programador japonês Satoshi Nakamoto,

Sendo assim, todas as transações dessa criptomoeda são registradas e armazenadas em blocos dentro do sistema Blockchain. 

Dessa maneira, os blocos são dependentes um do outro. Isso porque, a cada dez minutos, surge um novo bloco que vai inserir as novas transações que são feitas na rede Blockchain. Consequentemente, esse mesmo bloco vai se ligar ao bloco anterior de outras transações já registradas.

Quais as vantagens do Bitcoin?

Além das transações financeiras que ocorrem sem o intermediários, o Bitcoin se destaca também por oferecer aos usuários:

  • Envio de dinheiro para qualquer lugar do mundo, na hora que quiser;
  • O dinheiro transferido vai direto para o Blockchain e chega em até dez minutos;
  • Transparência no sistema, sendo que todo usuários pode checar a integridade de suas informações;
  • Todas as transações e dados disponíveis na rede não podem ser revertidos, o que garante que ela não seja corrompida;
  • Tecnologia de pagamentos eficiente e prática, dentre outros diferenciais.

Bitcoin é seguro?

Isso vai depender do ponto vista a ser analisado. Se formos levar em consideração a segurança dentro da rede Blockchain, pode-se dizer que o Bitcoin é seguro porque dentro do sistema não há pontos de falhas que possibilitam atos maliciosos.

Contudo, na hora de investir em Bitcoins, você deve entender que nenhum investimento é 100% seguro. Se formos pensar especificamente nessa moeda digital, vale destacar que ela não rende nenhum tipo de juros ou remuneração garantida.

Então, é preciso avaliar as variações de preços das criptomoedas que são bem comuns e, ainda, optar por uma carteira de investimentos mais diversificada.

A questão, portanto, é investir com cautela, conhecer seu perfil de investidor (conservador, moderado ou agressivo) e não alocar o seu dinheiro em apenas um tipo de produto.

Como investir em Bitcoin no Brasil?

Comprando a criptomoeda

Se você é um investidor iniciante, o primeiro passo para começar a investir nessa criptomoeda é ter a sua própria conta em uma corretora de valores que atende criptomoedas, que pode ser um aplicativo para computador ou um App para o seu smartphone.

Aqui no Brasil, existem diversas corretoras que oferecem a opção de investimento em Bitcoin. É por meio dessa carteira que você vai conseguir fazer suas transferências, pagamentos, compras e vendas para outras pessoas em Bitcoin.

Para investir em Bitcoin no Brasil, o primeiro passo será criar uma conta em uma corretora de sua preferência. Depois, você terá transferir para a conta na corretora o dinheiro necessário para a compra da quantidade de criptomoedas que você deseja adquirir.

No entanto, é muito importante ressaltar que investir diretamente em Bitcoin é mais arriscado do que por meio de ETFs. Mas adiante falaremos sobre os 5 principais riscos de investir diretamente na criptomoeda!

Investindo em ETFs

Outra maneira mais barata e bem interessante de investir no bitcoin é através de ETFs, um tipo de fundo de investimento próprio para criptomoedas.

Como os ETFs são regulamentados pela Bolsa de Valores brasileira (B3), isso traz mais segurança ao investidor.

Valor mínimo para investir em Bitcoin

Se você quer investir em Bitcoins, não existe um valor mínimo para ser aplicado. Por outro lado, cada corretora cobra suas próximas taxas e pode solicitar um valor mínimo para ser depositado.

Só lembre que ao investir com pouco dinheiro, você terá menos riscos, o que se encaixa para quem tem um perfil mais conservador. No entanto, isso também significa que vai levar mais tempo para você ter um bom rendimento.

5 principais riscos de investir diretamente em Bitcoin

Como já dito anteriormente, investir diretamente em Bitcoin é uma aplicação de grande risco que envolve alta volatilidade. Portanto, antes de investir em BTC, entenda alguns dos principais riscos relacionados à criptomoeda:

  • Investimento direto não regulamentado pelo BC: a compra direta de Bitcoin é considerada um investimento direto, portanto, a moeda não é regulamentada no Brasil, ou seja, não existe nenhum órgão competente que faça o intermédio dela;
  • Bolha financeira: o crescimento acelerado e a popularidade do Bitcoin pode acarretar em uma bolha financeira, o que pode causar prejuízos para o investidor;
  • As perdas não são garantidas pelo FGC: o Fundo Garantidor de Crédito é um fundo que garante até R$ 250 mil para o investidor caso o banco ou instituição financeira na qual ele investiu venha a falir. O Bitcoin não conta com essa proteção;
  • Sem lastro: por ser um ativo digital, é muito difícil calcular seu real valor;
  • Não existe limite de oscilação diária: a moeda pode oscilar diversas vezes ao dia. Em seu histórico de cotações, o Bitcoin já apresentou, em um único dia, oscilações acima de 20%.

Vale a pena investir em Bitcoin?

Se você já conhece seu perfil de investidor e está disposto a arriscar em busca de lucro, o Bitcoin pode ser uma boa opção. No entanto, é válido dizer que esse tipo de investimento apresenta riscos pois o Bitcoin conta com uma alta volatilidade, o que significa que a valorização e desvalorização muda conforme o mercado rapidamente.

Como comprar e vender Bitcoins no Brasil?

Você pode comprar e vender Bitcoins de três maneiras. Conheça cada uma delas, logo a seguir:

Mineração

Como você já viu no artigo, na mineração a pessoa deve ter um computador de alta qualidade para rodar programas complexos que buscam solucionar desafios matemáticos. Dessa forma, você é recompensado com Bitcoins a cada bloco minerado.

Exchanges (corretoras)

As corretoras são umas das formas mais seguras para comprar Bitcoins, pois todas as transações são feitas de maneira anônima e rápida, evitando golpes e fraudes.

Basta escolher uma (BitcoinToYou, Foxbit, Mercado Bitcoin, Bitpreço, Electrum e BRD por exemplo), se cadastrar na plataforma, enviar os documentos, fazer o depósito com uma conta bancária e adquirir suas moedas com o saldo em Real.

Diretamente com outras pessoas

Por fim, você também pode comprar Bitcoins diretamente com outras pessoas. Entretanto, isso precisa ser feito com alguém que tenha domínio sobre o assunto e seja de confiança. Caso contrário, não vale a pena porque você estará mais propenso a golpes e fraudes.

É obrigatório comprar um Bitcoin inteiro?

Não. O que você pode fazer nesse caso é comprar a moeda digital em frações. Lembrando que o Bitcoin é dividido em até oito casas decimais. Sendo assim, você consegue adquirir em  0.1, 0.01, 0.001, por exemplo.

Quanto está a cotação do Bitcoin hoje?

Como o preço do Bitcoin sempre está em variação no mercado, ele não possui um valor fixo.  Ele varia conforme a necessidade de compra e venda das pessoas.

Qual a melhor corretora para investir em Bitcoin?

Essa escolha vai depender porque existem inúmeras corretoras que reúnem, em só lugar, compradores e vendedores que estão interessados em fazer transações seguras com Bitcoins.

Por isso, o ideal é fazer uma boa pesquisa e conhecer a fundo todos os serviços oferecidos por essas corretoras. As principais, são:

  • Mercado Bitcoin;
  • Foxbit;
  • BitcoinTrade;
  • NovaDax;
  • BrasilBitcoin.

Veja se elas disponibilizam as condições certas para o seu bolso e peça a opinião de outros usuários que já usaram os recursos das plataformas.

Como minerar Bitcoin?

Antes de se tornar um "minerador" de Bitcoin, você precisa ter um computador potente e de alta velocidade para que o mesmo fique ligado 24 horas por dia.

Ainda sobre o computador, ele deve possuir um bom sistema de resfriamento para que não corra riscos dele superaquecer. Sabendo disso, basta seguir o nosso passo a passo que preparamos para você:

  1. Tenha uma carteira digital para acessar, guardar ou transferir suas moedas, já que é nela que seus Bitcoins estarão protegidos e criptografados;
  2. Logo em seguida, será preciso instalar um programa específico para a mineração como, por exemplo, o CGMiner, EasyMiner (apenas para sistemas Windows), MultiMiner e BFGMiner;
  3. Quando você finalizar as configurações necessárias do programa escolhido, inicie o processo de mineração;
  4. Lembre-se que esse programa irá consumir muita energia para conseguir executar os algoritmos e fazer o registro das operações. Então, em cada verificação que o minerador fizer usando o seu computador, uma quantia pequena de Bitcoin é gerada e depositada em sua carteira virtual.

Curiosidade sobre Bitcoin

Um programador alemão chamado Stefan Thomas perdeu a senha de acesso à sua conta com 7 mil Bitcoins, avaliada em R$ 1,28 bilhão. Ele revelou que tem apenas mais duas tentativas de acesso a sua conta e caso erre a senha duas vezes seguidas, toda a fortuna irá por água abaixo.

O programador perder a sua senha de acesso ao IronKey, disco rígido que contém suas criptomoedas. A conta oferece dez tentativas e Stefan Thomas já utilizou oito!

Conteúdos úteis para você

Antes de ir, selecionamos outros artigos para você conhecer e que podem te ajudar ainda mais nesse momento:

As pessoas também perguntam

Quantos Bitcoins consigo comprar com 1000 reais?

Com 1000 reais você compra 0.0078690589 Bitcoin.

Quanto vale 1 Bitcoin?

Apenas um Bitcoin está valendo em reais, aproximadamente, R$ 118.722.

O Bitcoin vai valer mais com o passar do tempo?

Como existem Bitcoins limitados, a expectativa é de que até 2030, um Bitcoin custará US$ 1 milhão.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você. Em casos de dúvidas ou sugestões, basta enviar seu comentário aqui para que possamos responder.

Caso você queira receber indicações personalizadas de produtos e serviços financeiros com mais chances de aprovação, consulte seu CPF grátis na Foregon:

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas e empréstimos.

Consultar CPF grátis
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Confira a Lista dos Melhores Fundos Imobiliários de 2022

Inflação no Mundo: Conheça os Índices dos Países do G20 [2022]

Desenquadramento MEI: Como Funciona e Quais as Vantagens?

Décimo Terceiro dos Aposentados em 2022: Como vai Funcionar?

Declaração de Isenção de Imposto de Renda: Como Fazer?

Agência 3880 da Caixa: o que é, Onde Fica e Qual o Telefone?

Isenção de Imposto de Renda: Como Funciona?

Permuta: Significado, Exemplos e Como Fazer