Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Hipoteca de imóveis: saiba o que esse termo significa

Escrito por Camila Silveira

Publicado em 

Qualidade editorial: Nosso conteúdo é construído por uma equipe profissional que coloca a dúvida do leitor no centro da sua escrita. Cada autor traz o seu conhecimento para responder e solucionar sua busca, entregando valor por meio da verificação de dados, aprofundamento da pesquisa e reputação do nosso site.

Segurança e privacidade: Somos responsáveis por manter seus dados protegidos quando você acessa nosso site. Trabalhamos com total transparência e respeito ao seu consentimento, colocando você no controle de seus dados. Conheça nossa política de privacidade.

A hipoteca de imóveis pode ser uma boa saída para quem está precisando de um dinheiro e possui um imóvel. No entanto, é importante ressaltar que essa decisão deve ser tomada com muito planejamento para evitar maiores prejuízos. Entenda o que esse termo significa e veja se essa é a opção ideal para o seu momento.

O que você procura?

Hipoteca de imóvel: saiba o que esse termo significa

Muitas pessoas acabam achando que a hipoteca de imóvel é uma espécie de crédito com garantia de imóvel ou refinanciamento imobiliário, porém, não devemos confundir. A hipoteca é um tipo de empréstimo em que o devedor oferece um imóvel como garantia de que o pagamento da dívida está assegurado.

No entanto, é importante lembrar que, para isso, o imóvel precisa estar quitado no nome do solicitante do empréstimo ou financiamento e o mesmo deve possuir um comprovante de renda fixa ou bens em seu nome. Além disso, é necessário entender que o valor emprestado irá equivaler entre 50% e 70% do valor do imóvel oferecido na hipoteca.

Como funciona a hipoteca de imóveis?

A hipoteca de imóvel é realizada quando o proprietário do bem necessita de um crédito financeiro para quitar alguma dívida pendente, investir em novos projetos, etc. O interessado, portanto, procura uma instituição financeira de confiança para se informar sobre como é realizado o processo da hipoteca de imóveis.

Sendo assim, o proprietário do imóvel deverá conceder a sua casa como garantia de pagamento ou empréstimo e, isso quer dizer que, em caso de inadimplência, a instituição financeira pode tomar a propriedade e revendê-la para arcar com os custos.

Sobre as taxas de juros, elas são mais baixas quando comparadas com os financiamentos e empréstimos, porque a garantia imobiliária é muito maior do que nos casos de financiamentos.

Além disso, é importante lembrar que o usufruto do imóvel continua com o dono, ou seja, ele não precisa abandonar o bem no momento da hipoteca. Basta que os pagamentos sejam feitos em dia para que o seu patrimônio seja mantido intacto e com segurança.

Quais documentos necessários para hipotecar um imóvel?

Ao decidir qual instituição financeira lhe concederá crédito, você deverá preparar todos os documentos para o pedido. Não se esqueça: para que seus recursos sejam liberados, será necessária uma análise de crédito. Confira os documentos:

  • RG e CPF do titular e do cônjuge, caso houver;
  • Certidão de nascimento;
  • Escritura do imóvel que será hipotecado;
  • Comprovante de renda;
  • Comprovante de residência;
  • Cópia autenticada do título de compra do imóvel;
  • Certidão original e atualizada da circunscrição do imóvel;
  • Certidão original de inteiro Teor da Matrícula, com negativa de ônus.

Quando entregar todos os documentos a empresa analisará o seu caso. Se o seu nome estiver constado em uma empresa de proteção ao crédito, como o SPC ou Serasa, a liberação do valor solicitado pode ser mais difícil, portanto, considere importante quitar todas as suas dívidas pendentes antes de decidir hipotecar um imóvel.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Compartilhe

Escrito por:

Camila Silveira
Redatora júnior

Seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Escrito por:

Blog da Foregon

Nós acreditamos na simplicidade e na transparência das relações, por isso descomplicamos os bancos