Foregon.comConteúdos

Investimentos: banco ou corretora, qual escolher?

Por Leonardo JacominiPublicado em
Compartilhe

Seu dinheiro trabalha para você ou você é quem trabalha pelo dinheiro? Se você nunca se deparou com essa pergunta em sua vida, pode estar na hora de pensar em investimentos!

Sobra um dinheiro no fim do mês? Ou se você fizer um esforço, consegue ter uma reserva extra? Se alguma das respostas for sim, investir pode fazer seu dinheiro se multiplicar.

Se você ainda não anda por dentro do assunto, nós vamos te explicar como funciona e qual o melhor investimento entre banco ou corretoras. Confira e comece fazer investimentos:

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Qual o melhor investimento: banco ou corretoras?

Antes de te mostrar qual pode ser o melhor lugar para aplicar o seu dinheiro, é importante conhecer como funciona cada instituição e como elas remuneram o cliente.

  • Bancos

Os bancos ganham dinheiro movimentando dinheiro. Ou seja, o dinheiro que seus clientes têm depositado, circulam. Eles vão para aqueles que não têm dinheiro em conta. Com os juros, os bancos conseguem pagar aqueles que têm saldo em conta, como a rentabilidade da poupança, como ganhar dinheiro por emprestar para as pessoas com os juros do cartão de crédito, cheque especial ou empréstimos.

  • Corretora

As corretoras ganham dinheiro com a movimentação dentro dela e pela quantidade de dinheiro que você deixa parada em sua conta. Ela recebe uma quantia por cada investimento feito.

O melhor para uma corretora é que os investidores estejam sempre aplicando dinheiro e aumentando cada vez mais o valor guardado.

Em qual delas fazer seus investimentos?

Para quem procura fazer o dinheiro render mais, a melhor escolha pode ser uma corretora. Os bancos, na maioria das vezes, só disponibilizam investimentos criados por eles mesmos. Como consequência, a oferta de rendimento é menor.

Investimentos em bancos podem ser melhores quando o cliente tem um patrimônio maior. Já uma corretora pode oferecer um fundo que seja possível aplicar com bem menos dinheiro.

Como por exemplo o Tesouro Direto, que a partir de R$ 30, você já pode investir em títulos públicos e ganhar mais que a poupança tradicional dos bancos.

Conclusão

Se você já é cliente de algum banco e tem um bom dinheiro para investir, pode ser que o melhor seja aplicar em um banco, aproveitando da comodidade e relação com a instituição.

Ou se você prefere que seu dinheiro tenha um bom rendimento, as corretoras são a melhor escolha. Elas fazem seu saldo subir mais do que os investimentos dos bancos. Você pode escolher títulos que rendem a curto ou a longo prazo, sendo que este último, é o que traz maior rentabilidade.

Existem corretoras que disponibilizam o serviço online, onde você pode fazer simulações e abrir sua conta. Algumas cobram taxas de manutenção ou de abertura e outras têm isenção em seus serviços. Sempre se informe antes de aplicar!

Se você consegue fazer sobrar um dinheiro da sua renda, aplique e comece a fazer seu dinheiro trabalhar por você!

Se você ainda tem alguma dúvida quanto à investimentos, fale com a gente aqui pelos comentários. Fique à vontade para navegar no nosso bolo e ficar por dentro do mundo financeiro!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Leonardo Jacomini

Jornalista e Produtor de Conteúdo Multimídia. Gosta de escrever sobre dicas úteis para o dia a dia, ainda mais quando o tema é economizar. Adora livros e assistir filmes e séries em seu tempo livre.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Dicas financeiras

    Quer viajar com desconto? Conheça a Buser

  • Dicas financeiras

    Mangos: aplicativo oferece cashback em supermercados e farmácias

  • Dicas financeiras

    CPF: como consultar e regularizar sua situação cadastral pela internet

  • Dicas financeiras

    Conheça os 10 homens mais ricos do Brasil em 2020

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras