Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

MEI em atraso tem direito ao auxílio-doença?

Por Camila SilveiraPublicado em

Além de proporcionar a formalização do próprio negócio, o cadastro do Microempreendedor Individual (MEI) pode garantir diversos benefícios da Previdência Social, como aposentadoria por idade, salário maternidade e auxílio-doença. Estes direitos são proporcionados, desde que o empreendedor contribua corretamente com a Receita Federal.

Sobre a Previdência Social

A Previdência Social funciona como um seguro para os trabalhadores, que atende milhares de pessoas no Brasil e oferece diversos benefícios em casos de aposentadoria, invalidez, demissão, maternidade reclusão ou morte do colaborador.

É importante destacar que, para receber esses benefícios, é necessário contribuir com um valor todos os meses para a Documentação de Arrecadação Simplificada (DAS) e entregar uma declaração anualmente para o DASN-SIMEI.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Benefícios previdenciários do MEI

O MEI pode receber até seis benefícios previdenciários: os quatro primeiros são para o próprio empreendedor e os dois últimos para os familiares.

  • Auxílio-doença: 12 contribuições;
  • Aposentadoria por invalidez: 12 contribuições;
  • Aposentadoria por idade: 180 contribuições;
  • Salário maternidade: 10 contribuições;
  • Auxílio-reclusão: variável;
  • Pensão por mote: variável.

Saiba que o MEI precisa contribuir com 5% do salário mínimo vigente (R$ 1.045), pois os valores dos benefícios são fundamentados nessa quantia. Ou seja, se você deseja receber quantidades maiores, faça contribuições complementares.

MEI em atraso tem direito a auxílio-doença e outros benefícios?

Não. O empreendedor, que ficar em atraso com o DAS, poderá ter todos os seus benefícios, como auxílio-doença, pensão por morte ou salário-maternidade, negados. Ou seja, procure não atrasar essa contribuição mensal para não obter maiores prejuízos.

Pagamento do MEI foi adiado

Devido a pandemia da Covid-19, as obrigações de pagamento do MEI foram adiadas. De acordo com o ofício liberado no dia 18 de março, os envios de abril, maio e junho acontecerão da seguinte maneira:

  • Cobrança referente ao mês de março, com vencimento inicial em 20 de abril, ficará com validade para 20 de outubro de 2020;
  • Cobrança referente ao mês de abril, com vencimento inicial em 20 de abril, ficará com validade para 20 de novembro de 2020;
  • Cobrança referente ao mês de maio, com vencimento inicial em 20 de abril, ficará com validade para 20 de dezembro de 2020.

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Trabalhador que recusar tomar vacina pode ser demitido por justa causa

PF deflagra operações contra fraudes no Auxílio Emergencial

Fase emergencial da quarentena no estado de SP: o que muda?

3 coisas que as empresas estão fazendo para superar a crise do Covid-19

5 princípios que devemos aprender em momentos de crise

O Auxílio Emergencial vai voltar em 2021?

Conheça o ‘Auxílio Emergencial’ para moradores da cidade de Belém

O que é necessário para receber a vacina contra o coronavírus?