Foregon.comConteúdos

Negociar ou usar empréstimo para quitar dívidas?

Por Janaína TavaresPublicado em
Compartilhe

Você sabia que 28,9% dos consumidores brasileiros estão negativados? É o que aponta uma pesquisa feita pela Foregon nos dias 30 de dezembro de 2019 a 13 de janeiro deste ano. Portanto, se você está nessa situação, que tal descobrir qual a melhor forma para quitar as suas dívidas? Veja se o ideal é negociar ou fazer um empréstimo.

Empréstimo para quitar dívidas ou negociar?

Solicitar um empréstimo para quitar dívidas pode ser uma alternativa viável quando:

  • Você já tentou negociar, mas não conseguiu fechar um acordo vantajoso para as partes envolvidas;
  • As dívidas possuem altas taxas de juros.

Sendo assim, antes de fazer um empréstimo, você pode procurar outras formas de conseguir o dinheiro que precisa para quitar as suas contas, seja por meio da ajuda de familiares ou até fazendo uma renda extra.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Mas, se nada disso for possível, essa modalidade de crédito consegue ser útil para você. Por outro lado, há também a negociação. A vantagem aqui é que ela pode ser feita de diversas maneiras. Vamos citar algumas, logo a seguir:

  • Mutirões de renegociação de dívidas: esses mutirões são promovidos por instituições financeiras ou órgãos de proteção ao crédito. Neles, você consegue fazer abatimentos que podem chegar a 95% do valor total, além da renegociação tradicional;
  • Acordo diretamente com o credor: já nesta opção, você pode chegar em um consenso com o credor. Por isso, prepare-se bem para a conversa e aceite somente propostas que caibam no seu orçamento;
  • Programa de Apoio ao Superendividado do Procon: o Procon de diversos estados do país tem um núcleo de atendimento e assessoramento gratuito para inadimplentes. Com ele, você pode ter acesso a cursos online de finanças, análise das condições econômicas de cada devedor e muito mais.

Dicas Foregon

Antes de escolher entre negociar ou usar empréstimo para quitar suas dívidas, você precisa estar por dentro de tudo aquilo que está devendo e se organizar financeiramente. Siga nossas dicas e veja como fazer isso de uma maneira fácil e prática:

  • Conheça bem os credores;
  • Saiba qual é o valor total da dívida;
  • Entenda a quantia que deve ser paga mensalmente;
  • Analise a porcentagem de juros cobrados;
  • Veja qual será a previsão para o pagamento total;
  • Verifique seus extratos bancários e descubra para onde está indo seu dinheiro;
  • Faça o seu planejamento financeiro e veja quais gastos você pode eliminar do seu orçamento.

Qual vale a pena?

Não há uma opção melhor que a outra, mas sim aquela que se encaixa no perfil da pessoa que está negativada, no valor da dívida, dentre outros aspectos.

Isso significa que se você conseguir reduzir as despesas e pagar as parcelas com juros menores, então não vale a pena usar empréstimo para quitar suas dívidas.

Mas, se isso não der certo, opte por essa modalidade de crédito, sempre pensando nas opções disponíveis no mercado que oferecem as melhores condições para o seu bolso.

Descomplicamos?

Fale pra gente: você já decidiu entre negociar ou usar empréstimo para quitar dívidas? Esperamos ter ajudado você. Até a próxima.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Janaína Tavares

Jornalista e produtora de conteúdo, é Redatora na Foregon. Apaixonada por cinema e pelo mundo asiático, seu foco está em entregar textos úteis e inspiradores.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Empréstimo

    Empréstimo para negativados do BB: condições e como contratar

  • Empréstimo

    Empréstimo para MEI: conheça a linha de crédito que oferece até R$ 50 mil

  • Empréstimo

    Banco do Brasil: empréstimo para negativados com até 180 dias para pagar

  • Empréstimo

    Senado aprova empréstimo para empresas via maquininha de cartão

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Empréstimo