Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Novo auxílio emergencial de R$ 1.000: veja quem terá direito

Por Camila SilveiraPublicado em

O Projeto de Lei 5009/20, que já está em andamento na Câmara dos Deputados, prevê a criação de um novo auxílio emergencial no valor de R$ 1 mil por mês. Tal benefício deve ser pago aos indígenas, quilombolas, ribeirinhos, pescadores artesanais, membros de outras comunidades tradicionais e assentados do programa de reforma agrária.

Portanto, o benefício será concedido para os moradores do bioma Pantanal, que tiveram a área atingida por incêndios.

Segundo a justificativa do texto, apresentada pelos autores do novo projeto, deputada Professora Rosa Neide (PT-MT) e outros 12 deputados, os moradores dessa área enfrentam muitas dificuldades, dores e prejuízos psicológicos e socioeconômicos devido à tragédia causada pelos incêndios do Pantanal.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Os dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) afirmam que 92% das pequenas propriedades do Pantanal tiveram mais de 80% da área destruída pelo fogo.

O que a nova proposta de auxílio emergencial estabelece?

A proposta estabelece que o novo auxílio emergencial no valor de R$ 1 mil não será concedido para as pessoas que tiverem outra fonte de renda, igual ou superior a R$ 500 por membro da família, e aos que constem como dependente de declarante do Imposto de Renda (IR). O grupo das pessoas que receberão o auxílio deve ser composto por:

  • Cônjuge;
  • Companheiro com o qual o contribuinte tenha filho ou que conviva há mais de cinco anos;
  • Filho ou enteado em duas hipóteses.

As funcionalidades criadas para o auxílio emergencial pago em decorrência da pandemia da Covid-19 também podem ser usadas neste caso. Por exemplo, quem for receber esse benefício de R$ 1 mil, poderá realizar pagamentos por meio de uma conta do tipo poupança social digital.

O texto proíbe a instituição financeira responsável pelo pagamento efetuar descontos ou compensações.

Conheça os 13 deputados que assinam o novo Projeto de Lei

  • Professora Rosa Neide (PT-MT);
  • Alencar Santana Braga (PT-SP);
  • Nilto Tatto (PT-SP);
  • Célio Moura (PT-TO);
  • Camilo Capiberide (PSB-AP);
  • Professor Israel Batista (PV-DF);
  • Vander Loubet (PT-SP);
  • Alexandre Padilha (PT-SP);
  • Rodrigo Agostinho (PSB-SP);
  • Marcelo Freixo (PSOL-RJ);
  • Paulo Teixeira (PT-SP);
  • Merlog Solano (PT-PI);
  • Túlio Gadêlha (PDT-PE).

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Confira 21 opções de sites de emprego para quem está em busca de uma vaga

Crédito: Serasa muda cálculo do score; confira como fica

Grupo Decolar passa a oferecer empréstimo pessoal de até R$ 25 mil

Com operação 100% online, Easynvest agora é Easynvest by Nubank

Receita Federal informa que R$ 295 milhões em restituições aguardam resgate

Confira lista dos melhores fundos imobiliários até maio de 2021

Pix: BC anuncia mecanismo de reembolso em casos de erro ou fraude

Mercado eleva projeção para Selic na semana do Copom