Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

O que acontece se eu não pagar a taxa de importação?

Por Camila SilveiraPublicado em

Se você fez compras internacionais pela internet e pagou mais caro do que o esperado, saiba que isso acontece quando a fiscalização brasileira cobra impostos e multas. Em alguns casos, devido ao preço alto, muitas pessoas até desistem de regularizar a entrada da encomenda. Veja o que acontece com quem deixa o produto na alfândega e não paga pela taxa de importação.

Imposto e multa de compra internacional

Caso a fiscalização decida cobrar impostos e multas de compras internacionais, é de responsabilidade dos Correios notificar o consumidor. Determinadas empresas privadas de transporte devem pagar todos os encargos e entregar o produto na casa do comprador, afinal, as encomendas só chegam depois que os tributos são devidamente pagos. 

O consumidor tem de realizar o pagamento nos Correios em até 30 dias, ou em até 20 dias em empresas privadas habilitadas para transporte internacional, contados a partir da liberação da encomenda pela Receita Federal. Esse pagamento pode ser feito com boleto bancário ou cartão de crédito.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

E se não pagar a taxa de importação?

Não pagar pela taxa de importação resulta em devolução da mercadoria ao país de origem ou declaração perdida por abandono. Neste caso, o produto comprado passa a ser da União, que vai decidir o que fazer com o bem. 

  • Destruição;
  • Doação;
  • Leilão;
  • Incorporação ao patrimônio público.

De acordo com a Receita Federal, o comprador que não regulariza a compra não fica com débito com o Fisco, órgão responsável pelo controle e fiscalização das leis tributárias. No entanto, também não recebe nenhum valor caso a encomenda seja leiloada.

É possível reverter a situação?

Você pode se arrepender e solicitar a regularização da compra enquanto a União não declarar abandono. Para isso, é necessário pedir a conversão da penalidade em multa, que pode ser referente ao valor total da compra, com o acréscimo de frete e seguro, se houver. Mas fique atento, essa multa não elimina os impostos calculados pela Receita para liberar a mercadoria.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você. Qualquer dúvida sobre multas e encargos de compras internacionais, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Digio estreia no Apple Pay: veja como ativar

Aplicativos colaborativos: conheça 4 Apps que podem facilitar a sua vida

Oportunidade: 24 empresas abrem vagas de emprego, estágio e trainee

Oportunidade: estão abertas cerca de 3 mil vagas de emprego e estágio

Nubank finalmente chega ao Apple Pay: veja como cadastrar e utilizar

Tem mais de um cartão de crédito? Saiba como controlar as suas finanças

Como ser um motorista de aplicativo 5 estrelas?

E-commerce: 6 erros mais comuns ao vender pelas redes sociais