Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

O que é economia compartilhada?

Escrito por Camila Silveira

Atualizado em 

Qualidade editorial: Nosso conteúdo é construído por uma equipe profissional que coloca a dúvida do leitor no centro da sua escrita. Cada autor traz o seu conhecimento para responder e solucionar sua busca, entregando valor por meio da verificação de dados, aprofundamento da pesquisa e reputação do nosso site.

Segurança e privacidade: Somos responsáveis por manter seus dados protegidos quando você acessa nosso site. Trabalhamos com total transparência e respeito ao seu consentimento, colocando você no controle de seus dados. Conheça nossa política de privacidade.

A economia compartilhada é uma prática de troca de produtos e serviços que já existe há muito tempo e que anteriormente tinha um propósito colaborativo, ou seja, não havia viés econômico por trás dessas ações. Já nos dias de hoje, a finalidade é obter um determinado lucro e visar o desenvolvimento sustentável através dessas práticas.

Economia compartilhada é uma perspectiva inovadora que está revolucionando o mundo dos negócios e, por incrível que pareça, é super fácil de entender. Portanto, se você deseja saber o que esse termo significa, como funciona e conferir alguns exemplos práticos para um melhor entendimento, acompanhe com a gente e esclareça todas as suas dúvidas.

O que você procura?

O que é economia compartilhada?

Como já citado anteriormente, essa prática já existe há um bom tempo. Porém, devido ao crescimento das cidades e aos novos momentos econômico, social e global da atualidade, a economia compartilhada precisou aderir um novo formato para gerar receita para as pessoas que fornecem produtos e prestam serviços.

Há diversos exemplos práticos que demonstram essas ações, como o Uber, Ifood e o Enjoei. Esses modelos tratam-se de empresas que oferecem produtos e serviços para as pessoas que precisam e, em troca, recebem um valor por realizarem essas atividades. Quer saber mais detalhadamente? Vamos falar sobre todos os exemplos.

Aplicativo Uber

O Uber é um aplicativo de carona compartilhada, que conecta os usuários e motoristas pelo mundo e que com apenas alguns toques no celular, o cliente contata o condutor que o leva para o destino que deseja. Ou seja, é uma empresa prestadora de serviços na área de transporte que gera oferta para todas as pessoas que precisam.

Aplicativo Ifood

O Ifood é um aplicativo de entrega de comida que conecta todos os restaurantes e clientes das cidades, através do seu sistema de delivery. O exemplo desse serviço é super interessante, pois ele não é só vantajoso para os clientes, mas também para os donos dos restaurantes.

Marketplace Enjoei

O Enjoei é um marketplace de itens de vestuário, voltado para quem quer desapegar daquilo que já não usa mais. É como um brechó virtual, no qual uma pessoa coloca uma peça usada para vender no catálogo do site e a outra escolhe entre as diversas opções, a roupa que mais gostar.

Esses serviços são seguros?

É importante ressaltar que todas essas empresas possuem a obrigação de oferecer um sistema de curadoria de clientes no site ou App. Melhor dizendo, elas têm de ser avaliadas por todos os usuários que já obtiveram alguma experiência com produtos e serviços oferecidos, para que todos consigam saber se são confiáveis e seguras.

Sustentabilidade na economia compartilhada

Mas o que isso tem a ver com a sustentabilidade? É muito simples. O Uber, por exemplo, evita a circulação desenfreada de veículos com um a dois passageiros pelas cidades do país e essa simples ação diminui a emissão de gás carbônico na atmosfera. Muito legal, não é mesmo?

Esse é um dos inúmeros exemplos de como uma iniciativa privada pode impactar diretamente na sustentabilidade do mundo. No entanto, ainda que informalmente, as pessoas utilizam de modelos de economia compartilhada com uma finalidade econômica, existem pequenos detalhes desses serviços, que tornam o mundo muito mais sustentável.

Restou alguma dúvida? Deixe um comentário e até a próxima!

Compartilhe

Escrito por:

Camila Silveira
Redatora júnior

Seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.