Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

O que é necessário para fazer um financiamento imobiliário?

Por Thais SouzaPublicado em

A aquisição da casa própria costuma ser o maior investimento das pessoas durante a vida. Mesmo com os altos preços dos imóveis, esse sonho pode se tornar realidade através do financiamento imobiliário.

Confira neste artigo o que é necessário para fazer um financiamento imobiliário e saia de vez do aluguel, investindo no seu futuro. 

Entenda o que é financiamento imobiliário

Os financiamentos são maneiras de parcelar em várias vezes um bem ou serviço, fazendo com que o valor caiba no seu orçamento. Eles são realizados pelos bancos, que pagam ao vendedor do imóvel a quantia que quem compra quer financiar. A partir daí, o comprador deve pagar as parcelas ao banco que realizou o financiamento.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Escolha a melhor opção para você

Vários bancos oferecem o financiamento, cabe a você estudar a melhor condição de pagamento e duração do contrato, conforme o seu objetivo. 

Casa instituição financeira possui uma taxa de juros diferente, influenciadas por fatores como: valor financiado, renda do contratante, dentre outros. Ou seja, quanto maior for o risco de inadimplência com o banco, maior a taxa de juros.

Por isso, antes de escolher a melhor instituição financeira para o seu financiamento é importante comparar as condições

Tipos de financiamento imobiliário

Existem duas modalidades de financiamento: Price e Sistema de Amortização Constante (SAC):

  • Tabela Price: o valor da mensalidade se mantém constante do começo ao término do contrato;
  • SAC: as parcelas começam mais altas e vão diminuindo ao longo do contrato.

No caso da SAC, a amortização ocorre mais rápido, por isso, os juros costumam ser menores em relação ao sistema Price.

Escolha seu imóvel

A escolha do imóvel também é uma fase muito importante, ainda mais se tratando de um investimento de longo prazo. 

Compare valores, estado de conservação, localização e, em caso de imóvel usado, também é necessário ficar atento se os impostos e a documentação estão em dia, ou se não fazem parte de inventário de herança. Afinal, todo cuidado é pouco para não ter problemas no futuro. 

Documentos necessários

Os documentos a serem apresentados variam conforme a instituição financeira, porém, os obrigatórios são: 

  • Documento de identificação (RG, Carteira de habilitação);
  • CPF;
  • Comprovante de endereço;
  • Certidão de estado civil, de casamento ou de união estável;
  • Comprovante de renda (holerites ou, no caso de profissionais autônomos, extratos bancários e faturas do cartão de crédito).

Dica Foregon

Antes de tomar qualquer decisão financeira é essencial que você faça um planejamento financeiro para não correr o risco de assumir uma dívida que não conseguirá quitar no futuro.

Por isso, separamos alguns artigos que podem te ajudar neste processo: 

Não esqueça de deixar o seu like. 😉

Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Quem conseguiu economizar na quarentena já pensa em viajar

Black Friday 2021 Magalu: como aproveitar as melhores ofertas

Quando começa a Black Friday 2021?

Black Friday 2021 Submarino: saiba como garantir as melhores promoções

Open Banking: 7 aspectos que podem impactar as Pequenas e Médias Empresas

Conheça os 10 carros mais econômicos do Brasil

Reconhecimento facial: o que é e como funciona

Anywhere office: conheça o novo modelo de trabalho flexível