Foregon.comConteúdos

Orçamento Financeiro em dia. Confira 10 dicas para você escapar das dívidas

Por Leonardo JacominiPublicado em
Compartilhe

Quem é que nunca gastou um pouco a mais e, no final do mês se deparou com a carteira vazia? Se você se vê nessa situação todo mês, é hora de conferir essas dicas para otimizar o seu Orçamento financeiro.

Antes de ver as 10 dicas, adiantamos que fazer um Planejamento Financeiro, é um começo muito importante para sair do vermelho. E aqui no blog, já falamos sobre isso. Leia aqui!

Orçamento financeiro

Você sabia que existe diferença entre orçamento financeiro e planejamento? O orçamento financeiro serve para você conhecer exatamente o que entra e o que sai de dinheiro em sua casa; possibilitando o planejamento. O planejamento é onde você vai aplicar a receita que tem, seja em uma reforma, construção, compra de carro, etc.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Para isso, você vai precisar anotar tudo! Nossa dica é construir uma planinha no computador, facilitando a sua vida. Anote tudo o que entra no orçamento familiar. Todos os salários, bonificações, etc. Depois, todos os gastos familiares. Aí você vai conhecer onde gasta mais, o que dá para economizar e poder começar a fazer futuros planejamentos.

Leia ainda: Não consigo pagar minha fatura do cartão, o que fazer?

Confira as 10 dicas para ficar com o Orçamento Financeiro no azul

Quanto você deve?

Essa é a primeira coisa que você deve saber de uma forma clara. Se não tiver ideia, é hora de começar a colocar na ponta do lápis ou em uma planilha, todos os seus gastos, quais foram parcelados, importância de cada um e se você está pagando juros altos. Se sim, hora de seguir a próxima dica:

Negocie

Muitas pessoas na hora que se deparam com à dívida, correm procurar crédito para tentar saldar a dívida. Mas primeiro, que tal procurar o lugar onde está devendo?

A negociação de dívidas pode ser uma boa saída para melhorar seu Orçamento Financeiro, seja baixando os juros ou até isentando da cobrança a mais. Lembrar de negociar no ato da compra também é importante; qualquer desconto vale muito a pena.

Onde você quer chegar?

Crie metas. Parece mais daqueles discursos de economistas. Mas é verdade! Quando criamos metas e tentamos alcançá-las, muda muito nosso comportamento e disciplina.

Seu desafio pode começar em economizar uma porcentagem de seu salário. No próximo mês aumente esse valor. Coloque meta de quanto deverá sobrar ao fim do mês e se esforce para conseguir.

Qual conta pagar?

Perdido com as contas acumuladas? Saiba qual pagar primeiro. Use o critério de qual a mais importante para você. Se caso o seu carro é uma fonte de renda, essa pode ser uma conta para saldar o quanto antes, por exemplo.

Se a dívida for mais antiga e conter mais juros, escolha pagar primeiro. Senão, a bola de neve tende a crescer cada vez mais. Se não tiver alguma como prioridade, você pode escolher ainda a que te dá maior desconto em um único pagamento.

Controle seus gastos

Se você não sabe o quanto gasta por mês, o quanto de saldo tem em conta, é hora de começar a prestar atenção nesse detalhe muito importante para colocar o orçamento financeiro em dia. Nossa dica é: faça parte do mundo digital.

Use os aplicativos de seu cartão de crédito, conta corrente, etc. Com eles, você sabe o quanto está gastando, limite, saldo, entre outros números importantes. E mantém a vida financeira em dia.

Planeje-se

Para colocar o Orçamento financeiro no azul, comece o mês sabendo o que você precisa e quanto dinheiro tem, isso te ajuda muito na dica 3, por exemplo. O planejamento permite que, você tenha um fundo de emergência e não passe sufoco com os imprevistos.

Congele os gastos

O cartão de crédito é ótimo para ajudar no controle financeiro, mas na hora do aperto é melhor dar uma esquecida nele. Como dissemos, a situação pode ser temporária, então gastar somente com o necessário, é indispensável neste momento.

Vai pagar como?

Fique ligado, se tiver o dinheiro paga saldar suas dívidas de uma vez, escolha essa opção. Além de parar de pagar juros, você volta a ter crédito na praça. Se precisar de um outro meio para quitar as contas, avalie o que é melhor para o seu bolso.

Um bom exemplo é a fatura do cartão. Se você não conseguir pagar o cartão de crédito, evite parcelar a fatura ou pagar o mínimo. O rotativo do cartão costuma ter juros altos.

Nessa situação, o melhor pode ser a escolha do empréstimo pessoal, pois contém as menores taxas de juros. Procure instituições financeiras diferentes e faça simulações. Para pegar crédito, existem várias opções, uma delas por exemplo é empréstimo com garantia de imóvel ou veículo.

Cuidado com o parcelamento

Parcelar suas compras, pode dar a impressão de pagar menos. Mas de R$20 em R$20, a conta fica incontrolável. Parcele somente o indispensável e procure fazer em poucas vezes.
Pagar as suas contas à vista é a melhor coisa.

Quer uma dica de cartão para suas compras? Que tal solicitar o Cartão de crédito da Caixa econômica federal visa.

Invista

Se você mesmo no sufoco das contas consegue guardar uma pequena quantia, parabéns! Guarda na poupança? Então pare de perder dinheiro agora. Existem outros investimentos que rendem mais.

Assim como o Tesouro Direto. Aproveite para saber como investir e fazer seu dinheiro render bem mais que a poupança.

Consultar Serasa e SPC pela internet

Se você não consegue crédito, pode ser pelo score baixo. Você sabe o que é score e como ele funciona? As instituições financeiras consultam essa ferramenta na hora de disponibilizar um cartão de crédito, por exemplo.

Você pode consultar o Serasa e SPC pela internet gratuitamente aqui em baixo:

 

Leia agora: Tesouro Direto rende mais que poupança?
Há risco de investir no Tesouro Direto?
10 Mitos e verdades sobre investir no Tesouro Direto

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Leonardo Jacomini

Jornalista e Produtor de Conteúdo Multimídia. Gosta de escrever sobre dicas úteis para o dia a dia, ainda mais quando o tema é economizar. Adora livros e assistir filmes e séries em seu tempo livre.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Como sair do vermelho

    Dívida atrasada de cinco anos: o que fazer?

  • Como sair do vermelho

    Como a Selic a 5% afeta a sua vida?

  • Como sair do vermelho

    Saiba como ganhar dinheiro com aluguel de ações

  • Como sair do vermelho

    Endividamento: conheça os fatores psicológicos

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Como sair do vermelho