Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Pensando em Investir no Exterior? Confira Essas Dicas

Por Guia do InvestidorPublicado em

Primeiramente, saiba que investir no exterior é aplicar o seu dinheiro em ativos fora do Brasil. Uma pessoa no Brasil que compra ações de empresas nos EUA e listadas em uma Bolsa de Valores de lá está investindo no exterior, por exemplo. Então, não é necessário mudar de país, você pode fazer no Brasil mesmo – e é até uma forma de escapar das nossas crises. Além disso, é uma ótima maneira de diversificar seu portfólio, pois oferece um universo mais amplo de oportunidades do que as disponíveis em um único mercado nacional. Por isso, veja dicas para investir no exterior!

O que você procura?

1. Escolha a Corretora Certa

Antes de tudo, para investir no exterior, deve-se escolher uma corretora. Assim, existem muitas que são confiáveis e oferecem acesso a mercados estrangeiros. Logo, o que você deve procurar é uma que tenha uma boa reputação, seja regulamentada por uma autoridade financeira de respeito, ofereça acesso aos mercados que você queira e tenha taxas competitivas.

Desse modo, algumas das principais corretoras que atuam no exterior apresentam zero corretagem. Veja, então alguns exemplos de corretoras internacionais incluem:

  • Interactive Brokers
  • TD Ameritrade
  • Charles Schwab
  • Stake
  • Tastyworks
  • Sproutfi
  • Saxo Bank
  • Zacks Trade
  • Drive Wealth

2. Entenda o Mercado

Investir no lá fora mostra que você estará em um ambiente de mercado diferente. Portanto, é bom entender como funciona. Dessa forma, estude a economia do país, as tendências e os fatores que afetam os investimentos. Além disso, leia notícias e análises para se manter em dia.

3. Diversifique seu Portfólio

Uma das partes boas de investir lá fora é a diversificação. Isto é, espalhar seus investimentos em diferentes geografias e setores para reduzir o risco. Não coloque todos os seus ovos em uma única cesta. Essa é uma das melhores formas de mitigar riscos. Além disso, a valorização de outras moedas, frente ao nosso real, pode trazer proteção e maiores lucros para o dinheiro usado para investir.

Homem desconfiado com a mão no queixo
Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!
Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

4. Conheça as Implicações Fiscais

Tudo isso pode ter implicações fiscais. Os ganhos de capital e os dividendos que você recebe podem estar sujeitos à tributação, tanto no país estrangeiro quanto no seu país de origem. Portanto, é bom entender a legislação fiscal e planejar da forma certa.

5. Considere a Flutuação Cambial

A flutuação cambial pode afetar o retorno dos seus investimentos. Por exemplo, se a moeda do país em que você investiu se depreciar em relação à sua moeda local, seus investimentos em moeda estrangeira valerão menos quando convertidos de volta.

6. Tenha uma Estratégia de Investimento

Por fim, é essencial ter uma estratégia bem definida. Defina seus objetivos, avalie seu apetite ao risco e veja quanto você está disposto a investir. Mantenha-se em foco e siga sua estratégia.

Investir no exterior pode parecer desafiador no início, mas com a corretora certa e entendendo bem o mercado, você pode aproveitar as chances.

Alternativas Possíveis

Enfim, é bom destacar que comprar ações na bolsa americana não é a única opção de investimento no exterior. Existem outras maneiras, como os ETFs, para se ter uma carteira diversa e reduzir riscos relacionados ao mercado brasileiro. É cada vez mais necessário investir pelo mundo.

Essas são as dicas que temos para investidores brasileiros que querem investir no exterior. É bom escolher a corretora que melhor se adequa ao seu perfil, pensando na economia, em taxas, facilidade de uso, solidez e amplo acesso aos mercados globais.

Se você se sentir sobrecarregado com todas as opções e informações, pode ser uma boa ideia procurar a ajuda de um consultor. Eles podem ajudá-lo a entender melhor o mercado, a ver uma estratégia personalizada e a gerenciar.

Lembre-se, o sucesso não acontece da noite para o dia. Requer tempo, paciência e uma abordagem disciplinada. Com a preparação certa e a mentalidade correta, você pode tirar proveito das oportunidades que os investimentos internacionais oferecem.

Por: Anna Clara de Oliveira

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Guia do Investidor

Nós acreditamos na simplicidade e na transparência das relações, por isso descomplicamos os bancos

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Pensando em Investir no Exterior? Confira Essas Dicas

Jogos NFT Grátis: Ganhe Criptomoedas Enquanto se Diverte

Como a regulação de criptomoedas afeta os investidores?

O que aprendemos com o mercado cripto em 2022?

Tesouro Selic ou Nubank? Qual é melhor para reserva de emergência?

Conheça os melhores ativos para investir R$ 10 mil

3 investimentos de renda fixa para ganhar dinheiro com a alta da Selic

A poupança Caixa Vale a Pena? Veja Quanto seu Dinheiro Rende