Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Período de carência: o que é e como funciona em cada situação?

Por Thais SouzaPublicado em

Se você já fez um seguro, investimento, plano de saúde ou aposentadoria, provavelmente já ouviu falar no termo período de carência. Para quem não está atualizado sobre o assunto, neste artigo, vamos explicar do que se trata a carência e como ela funciona em cada uma das situações listadas.

O que é período de carência?

O período ou prazo de carência é o tempo necessário para que, depois de cumprir requisitos de um determinado contrato de benefícios, o consumidor possa usufruir dele. Esse conceito normalmente é aplicado em diversas situações, como em benefícios previdenciários, seguros, investimentos ou então em planos de saúde.

Quando o contratante de um determinado serviço está no período de carência, ele ainda não poderá usufruir dos benefícios oferecidos por ele, pois certas especialidades dependem de um tempo para serem liberadas para os novos usuários.

Geralmente, o período de carência é utilizado para evitar a contratação de um seguro ou plano de saúde, por exemplo, com o intuito de usufruir dos benefícios naquele momento e, em seguida, cancelar o serviço.

Tipos de período de carência

Período de carência do INSS

Para que você tenha direito de receber os valores do INSS é necessário cumprir um período mínimo, ou seja, o prazo de carência.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Apenas alguns benefícios não exigem o cumprimento desse período, são eles: pensão por morte, auxílio-reclusão, salário-família e auxílio-acidente. Enquanto isso, os principais planos que apresentam período de carência no INSS são:

  • Auxílio-doença e aposentadoria por invalidez: carência de 12 doze contribuições mensais;
  • Aposentadoria por idade, por tempo de serviço ou especial: carência de 180 contribuições mensais;
  • Salário-maternidade, no caso de Contribuinte Individual, Facultativo, Segurado Especial: carência de dez contribuições mensais.

Período de carência em planos de previdência privada

O período de carência em planos de previdência privada representa o tempo mínimo que o beneficiário precisa esperar para resgatar o dinheiro investido ou fazer a portabilidade de crédito. Normalmente, o prazo para esses planos varia entre 60 e 180 dias.

Período de carência no seguro

Em apólices de seguro, período de carência é o tempo em que a responsabilidade da seguradora fica suspensa ou limitada a apenas alguns serviços mais básicos. Esse tempo varia de uma seguradora para outra e é previsto no contrato assinado entre as duas partes.

Normalmente, o período de carência em seguros é bem menor do que em outras modalidades. Além disso, existem opções no mercado que não possuem tempo mínimo de contribuição.

Período de carência em planos de saúde

A carência nos planos de saúde varia de acordo com a empresa que oferece o serviço. Ao contratar um seguro saúde, você precisa estar ciente de que não terá acesso total aos benefícios imediatamente.

Em caso de doenças já manifestadas, por exemplo, a carência pode levar anos. No entanto, de acordo com a lei, em situações de urgência e emergência o atendimento deve ser imediato.

Período de carência em investimentos de Renda Fixa

Alguns investimentos em Renda Fixa possuem período de carência. Isso significa que o investidor só poderá retirar o dinheiro investido após o prazo estipulado no momento da contratação e o dinheiro ficará rendendo no banco ou instituição financeira emissora.

Em casos de investimentos de liquidez diária, a carência pode ser de apenas um dia. Ou seja, o investidor pode resgatar seu dinheiro a qualquer momento, sem perder o que já rendeu.

Descomplicamos?

Esperamos que você tenha esclarecido todas as suas dúvidas em relação ao período de carência. Mas, se ainda ficou com alguma, deixe seu comentário abaixo.

Se você deseja ficar por dentro de outros conteúdos descomplicados como estre, não deixe de seguir a Foregon nas redes sociais: Facebook e Instagram e YouTube. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Ter vários cartões de crédito pode impactar no score de crédito?

Segurança: saiba como proteger os aplicativos de bancos no celular

Samsung Pay e Google Pay: qual a diferença entre as carteiras digitais?

Plataforma de crédito em cloud: o que é e como funciona?

6 dicas para identificar se o boleto bancário é falso

Minhas Finanças: entenda como organizar a vida financeira no aplicativo

É possível pagar multas com cartão de crédito?

Banco BV financiamentos