Planejamento financeiro: já fez o seu?

Imagem do post Planejamento financeiro: já fez o seu?

Leia em 3 minutos

Ninguém gosta de passar por situações inesperadas, ainda mais quando se trata de dinheiro. Planejar pode ser a saída para um ano melhor

Final de ano chegando, hora de gastar um pouco a mais com presentes e confraternizações. Mas, você já pensou no ano que está por vir, em relação ao seu dinheiro? Considere o planejamento financeiro como parte da sua vida.

Planejar suas finanças é muito importante. Imagina que no ano que vem, imprevistos não te assombrem mais. Saber onde gastar, com o que gastar e guardar seu dinheiro, deveria ser algo aprendido desde cedo.

Você usa o cartão de crédito? Ele pode ser um dos aliados à sua organização. Ou ainda ser um vilão, mas há motivos para usá-lo. Vilão por conter juros, quando o usuário é inadimplente.

Se você estiver endividado, a primeira coisa é pensar em como reverter essa situação. Veja o quanto de juros é cobrado de você nas parcelas das dívidas, e caso necessário, considere mudar o plano de crédito, como um empréstimo.

Mas bem, vamos lá! Você deve ter em mente que, para criar um planejamento financeiro, a base é disciplina. Pode parecer difícil controlar os gastos, mas devagar, você perceberá às melhoras.

Como começar um planejamento financeiro:

Primeiro de tudo é avaliar a sua situação financeira. O quanto você deve, o quanto ganha e os gastos recorrentes. A partir disso, você começa a ter a imagem do que é importante e o que pode ser evitado daqui para frente.

Como dissemos, se você tem dívidas, analise os planos de crédito para salda-las. Um empréstimo por exemplo, pode ter taxas menores de juros do que um cartão de crédito.

Coloque seu planejamento para fora da mente

Não adianta somente pensar, colocar na ponta do lápis, ou melhor, em uma planilha, é a forma mais eficaz de entender seu planejamento. Separe o quanto você ganha, depois os gastos fixos que você tem, como alimentação, escola, etc. Depois o quanto lhe sobra deste valor.

Aqui o importante é cortar o supérfluo. Não quer dizer que você não vai poder ter momentos de lazer, mas controlar esses momentos é essencial. Por isso, colocar na planilha o quanto você gasta e o quanto tem, estimula a não comprar por impulso.

Planejamento financeiro para os imprevistos

planejamento financeiro

Aquele pneu furado no meio da pista, pode não ser mais problema para você no futuro. Planejar é pensar que, na nossa vida também é passar por imprevistos. Com planejamento financeiro, você consegue poupar um pouco, e se precisar, está na mão.

Falando em poupar, que tal pensar em uma aplicação? Geralmente, investir em uma aplicação diferente da poupança, tem maior rendimento. Pesquise as possibilidades que darão mais retorno conforme seu perfil. Um bom investimento, é aplicar no tesouro direto.

Dicas para o planejamento financeiro

Depois de entender a sua situação, planeje seus gastos com o que deseja adquirir. Nossa dica é pensar no valor sempre como um pouco maior. Se for possível, fuja do parcelamento. Determine prazo para o pagamento e a prioridade de cada gasto.

#1 – Comparar preços

Nunca compre por impulso! Planejar, é pensar o que você vai comprar. Se pensado, dá tempo de pesquisar os preços e escolher o melhor. Use a tecnologia a seu favor: sites costumam praticar preços melhores e com ampla concorrência, fica fácil pesquisar.

#2 – Resista a tentação

Somente quando precisar! Esse deve ser seu lema a partir de agora. Nada de comprar o que não precisa ou só porque está na promoção. Pode parecer difícil, mas quando perceber sua situação melhorar, vai valer a pena.

#3 – Cartão de crédito

Não tenha medo de usar nas suas compras. Mas sempre seguindo nossas dicas anteriores. Ele pode dar a falsa sensação de dinheiro na mão, mas, comprar agora e pagar no mês que vem, pode ser usado como controle.

Uma dica bem legal, é procurar pelos cartões sem anuidade. Eles ajudam nas compras necessárias e sem pagar a mais por isso.

#4 – Pagar à vista

Muitos estabelecimentos dão descontos para quem paga à vista. Então procure sempre solicitar um desconto no pagamento. Além de pagar mais barato, evita que no mês que vem, você ainda tenha gastos.

#5 – Acompanhar os gastos

Acompanhe mensalmente para onde seu dinheiro de fato está indo. O planejamento financeiro não é construído da noite para o dia, mas sim com experiências e disciplina. Acompanhar os seus gastos, evita que, no Mês que vem aconteçam gastos desnecessários.

#6 – Meta

Aonde você quer chegar? Coloque metas para alcançar seu objetivo. De pouco a pouco, você chega aonde quer. Sem metas, seu planejamento pode ficar perdido. Aliás, ninguém viaja sem rumo, o mesmo acontece com o seu planejamento financeiro.

Comece sua educação financeira! Passe para seus filhos, pensando em adultos conscientes. O planejamento financeiro é a melhor forma de se organizar ou até sair do vermelho.

Tenha persistência e vá galgando posições mais altas. Pode parecer difícil, mas, começar o mês com dinheiro a mais é bem legal, não é mesmo? Ganhar pouco, não quer dizer que você não consiga poupar. Como dissemos, o seu planejamento começa agora, então não se desespere, comece devagar, seguindo nossas dicas.

Dica bônus

Como nós adoramos a tecnologia e, sabemos que ela pode nos auxiliar até na hora dos gastos, que tal controlar seu orçamento online e de graça? Indicamos a Organizze. Se cadastre e inclua suas informações financeiras.

Gostou do nosso post? Deixe nos comentários sua sugestão ou dúvida. Se inscreva no nosso blog e não perca nenhum conteúdo. Até a próxima!

(Visited 9.485 times, 1 visits today)

Comente com o Facebook

Quer ficar por dentro de todos nossos conteúdos?

Cadastre seu e-mail em nossa Newsletter, assim você não perder nenhum post.