Os primeiros passos para um plano financeiro objetivo

O que você faz com seu dinheiro? Para onde ele vai? O que você quer ter daqui um ou seis anos? Você trabalha pelo dinheiro ou o dinheiro trabalha por você? Se ainda não consegue responder a essas questões, vamos tentar responde-las juntos e construir um plano financeiro objetivo prático, para você viver mais tranquilo com seu dinheiro.

Guarde essas palavras: objetivo, meta e disciplina. Essas palavras são a chave para você se organizar, parar de viver nos imprevistos e chegar onde deseja. E exatamente daí que partimos: Qual o seu objetivo?

Somente respondendo a essa questão é que poderemos seguir. Não podemos marcar uma viagem sem rumo, certo? Imagina então com nosso dinheiro! Você pode criar um plano financeiro objetivo de três formas: para curto, médio ou longo prazo.

Para objetivos a curto prazo, são aqueles sonhos que podem ser concretizados em até um ano, como comprar um carro ou viajar nas férias, por exemplo. Já os objetivos para médio prazo, são os que podem ser alcançados em até cinco anos, assim como uma festa de casamento ou pagar a faculdade dos filhos.

Já o planejamento de longo prazo, são para os objetivos de mais de seis anos. Nesse caso para quem sonha em comprar ou construir uma casa, ou mesmo planos para a aposentadoria.

Plano financeiro objetivo – colocando metas

Agora que seu objetivo foi pensado, é hora de colocar metas para alcançar seu “sonho”. As metas servem paras saber onde temos que chegar aos poucos, meta por meta se chega ao objetivo principal.

Por exemplo, se você deseja em um ano trocar de carro, pode colocar como meta, guardar R$ 5.000 em quatro meses. Se no quarto mês você conseguir essa meta, aumente para R$ 8.000 para os quatro meses seguintes, até completar o ano e chegar no seu objetivo, ou pelo menos perto daquilo que planejou.

Sem metas, não sabemos se estamos “com o carro na pista certa”. E não é só colocar metas e “tentar” segui o plano. É preciso acompanhar suas metas. Acompanhar quer dizer que você está ciente se vai conseguir bater a meta ou se vai ter que se esforçar um pouquinho mais.

Plano financeiro objetivo – disciplina

Chegamos aquela nossa terceira palavra chave. É muito bom sonhar e pensar no quanto nos fará feliz tal situação, não é mesmo? Então você sonhou, se planejou para realizar seu objetivo e colocou metas para chegar nele, seja em um ou 10 anos. Agora é hora de “colocar o carro na pista”.

Essa é uma das etapas que mais depreende de nossa atenção. Não é fácil reestruturar nossos gastos e colocar nossa vida financeira no eixo. Mas a disciplina é o primeiro comportamento na hora de colocar o plano em ação.

Você deve pensar que você tem um objetivo e esse será o seu desafio a ser cumprido. Então é hora de parar e repensar no seu dinheiro e voltar a responder mais perguntas que foram feitas lá no começo, como: onde está seu dinheiro e quem trabalha para quem?

Separamos algumas dicas para que seu caminho seja mais fácil e não se perca nessa tarefa que pode ser difícil no começo, mas quando vemos o quão perto de nosso objetivo estamos, mais animado fica nossa vontade de vencer o desafio.

Dicas para começar o plano financeiro

Hora da avaliação. Saiba tudo sobre sua vida financeira. Esse é o momento em que você coloca seu salário, suas dívidas, contas e gastos recorrentes do dia a dia.

Só assim você tem ideia de como anda sua vida financeira e se seu objetivo está mais fácil ou não de ser alcançado. A partir daí você sabe o que é importante nos seus gastos e o que pode ser deixado de lado. Confira algumas dicas para você alcançar seu objetivo de uma forma mais tranquila, respeitando as metas estabelecidas por você:

Seu dinheiro

1 – A nossa dica número um, está ligada diretamente a sua economia. Pesquise os preços. Você tem a internet como sua aliada, já que diversas lojas estão ao seu dispor para consultas e geralmente o preço online é melhor. Pesquisar muito antes de comprar pode render uma boa economia, que tal anotar o quanto você conseguiu de desconto pesquisando?

2 – A dica número dois e a disciplina andam juntas. Segure seu dinheiro. A partir de agora, até completar seu objetivo, nada de gastar com coisinhas que não mudam sua vida e que você realmente não precise. Vamos lá, aquele sonho vale mais que gastar com bobagens.

Pagamento

3 – Pagar à vista. Na maioria das lojas, é possível conseguir um bom desconto nas compras pagas no dinheiro à vista. Além do desconto vantajoso, você não terá mais gastos no mês que vem.

4 – Não conseguiu um bom desconto à vista? Opte pelo Cartão de crédito. Com o cartão é possível dividir suas compras e pagar um valor baixo por mês. E que tal enquanto paga o parcelamento, seu dinheiro vai rendendo? Quer saber como?

Controle

5 – Para você seguir com tranquilidade e atingir suas metas, é preciso saber se o nosso carro está andando pelo caminho certo ou se acabamos pegando algum trânsito. Ou seja, o importante aqui é acompanhar seus gastos e se você está caminhando para atingir suas metas ou vai ter que se esforçar um pouco mais. Se o acompanhamento não ocorre, o objetivo ficará bem mais difícil de cumprir, já que estamos “economizando no escuro”.

6 – Economizar você já viu que é um dos segredos, não é mesmo? Seus ganhos devem ser protegidos de gastos desnecessários. Quer saber de verdade como economizar com uma super-dica? Clica aqui embaixo:

7 – Faça seu dinheiro trabalhar por você. Fazer seu dinheiro render é muito mais fácil do que você pensa e, partir de R$ 30,00, você consegue fazer isso com o Tesouro Direto. Você pode aplicar em tesouro pré ou pós-fixado, depende do tempo que você quer resgatar seu investimento. Entenda tudo sobre o assunto aqui embaixo:

E aí, qual o seu objetivo? Está pronto para dar os seus primeiros passos para um plano financeiro objetivo? Coloque suas metas e boa sorte! Deixe sua sugestão ou dúvida nos comentários. Até a próxima!

Este conteúdo foi útil para voce? 1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 voto(s), média: 4,57)
Loading...