Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Quais são as taxas e encargos cobrados em um empréstimo?

Por Thais SouzaPublicado em

Na hora de contratar um empréstimo, vários fatores devem ser levados em consideração, principalmente os encargos, ou seja, os custos que envolvem a operação. Alguns bancos, inclusive, costumam colocar essas informações em letras miúdas, mas a Foregon vai descomplicar essas taxas para você. 

Quais são as taxas e encargos cobrados em um empréstimo

Taxa de juros 

As taxas de juros normalmente são os únicos custos que os contratantes de empréstimo olham. Porém, saiba que existem vários outros valores que podem incidir sobre a uma linha de crédito. 

Em relação à taxa de juros, ela nada mais é do que é a remuneração que o banco ou instituição financeira irá ter por emprestar o dinheiro para você. Diversos fatores podem contribuir para a definição da taxa de juros de empréstimos, como:

  • O risco de inadimplência do contratante; 
  • A modalidade do empréstimo (consignado, pessoal, com garantia, dentre outros);
  • A garantia oferecida (se for o caso);
  • O cenário econômico brasileiro;
  • A política de crédito aplicada pelo banco ou instituição financeira;
  • A análise de crédito feita do cliente.

IOF

O IOF é o Imposto sobre Operações Financeiras, um encargo obrigatório que incide sobre empréstimos, financiamentos, operações de câmbio e títulos imobiliários.

Por se tratar de um imposto federal, ele é obrigatório e tem como intuito ser um regulador da economia nacional. Atualmente, para empréstimos, é cobrado 0,38% de IOF sobre o valor do empréstimo, mais uma porcentagem diária de 0,0082%, calculada de acordo com o prazo total previsto para o pagamento.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

TAC

A Taxa de Abertura de Crédito é uma taxa de cadastro não obrigatória, portanto, não são todos os bancos que cobram o valor. 

Esse encargo é cobrado por algumas instituições financeiras para cobrir custos com pesquisa sobre a situação financeira do cliente, ou seja, análise de dados e de crédito.

Seguro

Alguns bancos ou instituições financeiras oferecem seguros na contratação de um empréstimo com o intuito de garantir o pagamento em caso de desemprego ou morte do contratante.

O mais comum é o Seguro Prestamista, um produto que assegura o pagamento da sua dívida do empréstimo em caso de emergências. É importante ressaltar que os seguros são opcionais e o cliente que escolhe se vai querer ou não.

Taxas administrativas 

Ainda é possível que o banco ou instituição financeira cobre taxas de manutenção de cadastro e taxas administrativas. Essas cobranças podem variar de acordo com a política de crédito de cada empresa.

CET

Por último e não menos importante, o Custo Efetivo Total (CET) é o principal encargo que você deve analisar. Isso porque ele mostra todos os encargos e despesas envolvidos na operação, ou seja, ele mostra exatamente o que o cliente terá que pagar.

Tendo acesso ao CET, você poderá comparar com mais assertividade as condições do empréstimo em diferentes bancos. Afinal, um banco pode cobrar uma taxa baixa de juros, mas ter um CET bem maior do que em outro que cobra uma taxa de juros alta. 

Exemplo 1:

O banco x oferece empréstimo pessoal com taxa de juros de 6% ao mês. O CET da operação, neste caso, poderia ser dividido da seguinte forma: 

  • Taxa de juros: 7% a.m.;
  • IOF: 2% a.m.;
  • Taxa administrativa: 5% a.m.;
  • CET: 14% ao mês.

Exemplo 2:

O segundo banco oferece empréstimo pessoal com taxa de 4% ao mês, muito mais baixa do que no exemplo dado acima. Porém, ao olhar o CET você se depara com os seguintes encargos:

  • Taxa de juros: 4% a.m.
  • IOF: 2% a.m.
  • TAC: 4% a.m.
  • Taxa administrativa: 5% a.m.
  • Seguro: 7% a.m.
  • CET: 22% ao mês.

Por isso que comparar o CET na hora de contratar um empréstimo é muito mais importante do que olhar somente para as taxas de juros. 

Dica Foregon 

Agora que você sabe quais são as taxas e encargos que podem ser cobrados na contratação de empréstimo, vamos verificar o que NÃO pode ser cobrado? 

Ao pedir um empréstimo, o banco ou instituição financeira NUNCA poderá exigir um depósito antecipado, fique atento! Isso provavelmente é um golpe. Saiba mais no artigo que separamos para você:

Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Veja o que fazer se você receber empréstimo consignado sem ter solicitado

Conheça 5 opções de financiamento estudantil em 2022

Representante legal INSS pode contratar empréstimo consignado? Saiba mais

Empréstimo Magalu: conheça a modalidade simplificada

Saiba tudo sobre o empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil

Como pedir o empréstimo do Caixa Tem para quem tem o nome sujo

Melhores bancos para empréstimo, por categoria

SuperSim Empréstimo: vantagens e como solicitar