Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Qual o melhor banco para contratar empréstimo pessoal?

Thais SouzaPublicado em

Uma das regras mais importantes das finanças pessoais é evitar empréstimos. Mas, em algumas situações, como quando o orçamento aperta, o crédito pode ser a única alternativa. Nesses casos, cabe ao consumidor avaliar qual banco oferece as condições mais atrativas. Para facilitar a sua vida, neste guia completo apresentaremos as melhores opções de empréstimo pessoal.

Você encontra nesse artigo:

O que é empréstimo pessoal?

Antes de mais nada, é importante entender que existem diversos tipos de empréstimos, um para cada objetivo e momento financeiro. Neste guia completo falaremos sobre empréstimo pessoal, categoria de crédito que o consumidor contrata com mais facilidade e liberdade para usar o dinheiro como quiser.

Em troca do crédito, são cobrados juros mensais que variam de acordo com cada instituição financeira. Outros detalhes podem interferir nesse valor, como a análise de crédito do cliente e o montante emprestado.

O período do contrato do empréstimo pessoal também costuma ser menor que em outras categorias de crédito, durando de um a cinco anos. Além disso, o limite de valor contratado normalmente não ultrapassa 20% da renda bruta confirmada.

Quais os melhores bancos para contratar empréstimo pessoal?

Logo abaixo você vai conferir as taxas mensais e anuais e as condições de pagamento dos empréstimos pessoais de cinco dos principais bancos da atualidade: Banco do Brasil, Nubank, Santander, Caixa e Itaú.

Crédito automático Banco do Brasil

O BB crédito automático é um tipo de empréstimo pessoal oferecido pelo Banco do Brasil para seus correntistas. Ele é chamado dessa maneira porque o dinheiro é liberado de forma automática e sem burocracia, para ser utilizado como preferir.

O valor contratado dependerá do limite pré-aprovado de cada cliente e poderá ser parcelado de 2 a 72 vezes fixas, com taxas de juros que variam entre 2,81% e 5,89% ao mês. De acordo com informações do site do Banco Central, a média de juros aplicada pelo BB é de 3,37% ao mês.

Essas condições negociais variam de acordo com o valor e prazo da operação, bem como as características dos clientes e podem sofrer alterações. Confira um exemplo abaixo:

Para um empréstimo no valor de R$ 5 mil dividido em 24 parcelas fixas, com juros de 2,99% ao mês (42,41% ao ano), as parcelas terão valor de R$ 294,92. Vale ressaltar que quanto maior o tempo de contrato, maiores serão as taxas de juros.

Empréstimo pessoal Nubank

O empréstimo pessoal do Nubank é 100% digital e destinado apenas para clientes da conta digital. O usuário pode fazer uma simulação e contratar o crédito direto pelo aplicativo, em poucos passos.

No momento da simulação, o cliente informa o valor que precisa no aplicativo, escolhe o número de parcelas e verifica os juros e o valor total e mensal que irá pagar. A análise é feita na hora e o dinheiro já cai na conta do Nubank.

Os clientes Nubank têm um prazo de até 90 dias após a contratação para pagar a primeira parcela e o parcelamento pode ser feito em até 24 vezes fixas.

As taxas aplicadas no empréstimo pessoal Nubank são personalizadas de acordo com o perfil de cada usuário, por isso elas variam de pessoa para pessoa. Além disso, o número de parcelas também é um fator que influencia na quantidade de juros que você irá pagar. Quanto maior o tempo de contrato, mais juros são cobrados.

Porém, de acordo com a tabela do Banco Central de taxas de juros de empréstimo pessoal aplicadas pelos bancos, o Nubank possui uma média de 3,89% de juros ao mês e 57,99% ao ano.

Empréstimo pessoal Santander

O Crédito Pessoal Santander é um empréstimo para Pessoas Físicas correntistas do banco. Nessa modalidade, você não precisa oferecer garantia e nem comprovar para o que vai usar dinheiro.

Se você tiver limite pré-aprovado no banco, o valor é depositado na hora em sua conta corrente Santander. O valor contratado deve estar dentro do limite e é possível parcelar o empréstimo em até 60 vezes fixas, com até 59 dias para pagamento da primeira parcela.

As taxas de juros são personalizadas e podem variar dependendo do valor e prazo solicitado pelo cliente. De acordo com a tabela de juros do Banco Central, a taxa média de juros do empréstimo pessoal do Santander é de 5,01% ao mês.

Empréstimo pessoal Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica Federal conta com duas opções de empréstimo pessoal sem garantia, confira abaixo:

  • Crédito pessoal mensal pré-fixado: juros pré-fixados, ou seja, os juros são definidos conforme taxa em vigor na data da contratação e deduzidos do empréstimo no ato da contratação. O prazo para pagamento é de 1 a 48 meses;​
  • Crédito pessoal mensal pós-fixado: juros pós-fixados, ou seja, são cobrados juros + TR, mensalmente. O prazo para pagamento é de 4 a 36 meses.

A média de juros do empréstimo pessoal Caixa é uma das mais baixas do mercado. De acordo com a tabela do BC, a taxa é de 1,64% ao mês ou 21,53% ao ano. No entanto, vale lembrar que os juros podem variar de acordo com o modelo do empréstimo e a quantidade de parcelas.

Empréstimo pessoal Itaú

O Itaú conta com duas opções de empréstimo pessoal: uma para correntistas do banco, em que o crédito pode ser contratado no App e o valor cai na hora, e outra para não correntistas, em que o dinheiro cai na sua conta bancária em até três dias úteis.

Os clientes têm até 90 dias para pagar a primeira parcela do empréstimo e podem parcelar o valor em até 60 vezes. Além disso, é você quem escolhe a data do vencimento e o valor da parcela.

De acordo com a tabela de tarifas do Itaú, a taxa de juros do empréstimo pessoal varia entre 1,37% e 8,85% ao mês. A taxa média aplicada pelo banco, segundo o Banco Central, é de 5,01% ao mês.

Comparativo empréstimo pessoal

Abaixo você vai conferir uma tabela comparativa de taxas de juros, carência, parcelamento e condições de contratação dos empréstimos pessoais dos cinco bancos listados no artigo.

Vale ressaltar que as taxas de juros informadas na tabela abaixo são, na verdade, uma média calculada pelo BC. Isso quer dizer que elas podem variar para mais ou para menos, dependendo da análise de crédito, do valor contratado e o número de parcelas.

Banco Média de juros mensais Média de juros anuais Carência Parcelamento Condições de contratação
Caixa 1,64% 21,53% Em até 48 vezes Apenas para correntistas
BB 3,37% 48,91% Até 60 dias para começar a pagar Em até 72 vezes fixas Apenas para correntistas com limite pré-aprovado
Nubank 3,89% 57,99% Até 90 dias para começar a pagar Em até 24 vezes fixas Apenas para clientes com limite pré-aprovado
Itaú 4,01% 60,28% Até 90 dias para começar a pagar Em até 60 vezes Para correntistas e não correntistas
Santander 5,01% 79,71% Até 59 dias para começar a pagar Em até 60 vezes fixas Apenas para correntistas

**As informações sobre taxas de juros listadas acima foram tiradas do site do Banco Central do Brasil e correspondem ao período de 11/08/2021 a 17/08/2021. Você pode conferi-las aqui.**

O que avaliar antes de pedir um empréstimo?

1. O valor do empréstimo

Mesmo que você tenha um bom limite pré-aprovado no banco, o ideal é solicitar somente o valor que você vai precisar. Por isso, é importante fazer um planejamento financeiro para descobrir o quanto de dinheiro você precisa no momento e se terá condições para arcar com o pagamento das parcelas.

2. O Custo Efetivo Total (CET)

Além dos juros cobrados em empréstimos, os consumidores também devem se atentar ao Custo Efetivo Total (CET) da operação. Ele considera todas as tarifas e encargos incidentes sobre o seu empréstimo.

Ou seja, o CET inclui: a taxa de juros, possíveis impostos, seguros, custos de registro dos contratos e outras despesas que nem sempre estão explícitas na hora da contratação. Portanto, nem sempre o banco que oferece a menor taxa de juros é o mais vantajoso para solicitar um empréstimo.

3. Condições de pagamento

Se você quer contratar um empréstimo pessoal porque está com o orçamento no vermelho, escolher um banco que oferece um bom prazo de carência pode ser uma ótima alternativa para aliviar as suas finanças.

O prazo de carência do empréstimo nada mais é do que um período para pagamento da primeira parcela. No caso dos bancos listados neste artigo, o Nubank e Itaú são os que oferecem maior prazo de carência, com até 90 dias para pagamento da primeira parcela do empréstimo.

Além da carência, você deve se atentar às condições de parcelamento. Se deseja pagar parcelas com valores menores, o ideal é optar por contratar seu empréstimo em um banco que ofereça mais opções de parcelamento. No entanto, quanto mais você parcelar, maiores serão os juros cobrados.

4. Se a instituição financeira é segura

Quando o assunto é dinheiro, a segurança deve ser sua principal preocupação. Por isso, evite contratar empréstimos em instituições financeiras desconhecidas, pesquise a reputação delas antes de fechar o contrato e veja se elas são regulamentadas pelo Banco Central.

Outra informação importante é que os bancos não oferecem empréstimos por WhatsApp, SMS ou ligação telefônica. Se isso acontecer, desconfie!

Empréstimo pessoal: quando vale e quando não vale a pena?

Quando vale a pena

  • Renda: pode ser vantajoso para investir no seu negócio ou atividade profissional;
  • Estudo: também é interessante para financiar a educação;
  • Dívida: para pagar uma dívida em atraso que cobra mais juros do que o empréstimo ou que tem um bem como garantia, como dívidas de financiamento, por exemplo, pois em caso de inadimplência, você pode perder o bem para o banco;
  • Cartão e cheque especial: atrasos no cartão ou cheque especial costumam cobrar juros bem mais altos do que de um empréstimo. Nesses casos, vale a pena fazer uma dívida para pagar outra.

Quando não vale a pena

  • Para adquirir um imóvel: o empréstimo pessoal é uma categoria indicada para gastos menores. Para comprar um imóvel parcelado, o ideal é o financiamento;
  • Para adquirir um veículo: o mesmo se aplica com os veículos. Nesses casos, o financiamento é muito mais interessante;
  • Para gastos supérfluos: contrair um empréstimo para gastar com algo que você não necessita no momento não é indicado;
  • Quando você é aposentado: se você é aposentado, solicitar empréstimo pessoal não é a melhor alternativa. O crédito consignado é uma modalidade exclusiva para esse público e, normalmente, as taxas são bem menores do que no empréstimo pessoal;
  • Se você não tem controle financeiro: nesses casos, contrair um empréstimo pode ser sinônimo de endividamento.

Leia também

Gostou de conhecer as condições e taxas do empréstimo pessoal oferecido pelos principais bancos do país? Se deseja saber mais sobre o tema, aproveite e leia também:

Boa leitura e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Empréstimo com garantia de imóvel Itaú: conheça e veja como solicitar

Crédito Benefício do Banco do Brasil: conheça e veja como solicitar

Santander: conheça as opções de antecipação do 13º e restituição do IR

Usecasa: conheça o empréstimo com garantia de imóvel do Santander

UseCarro: conheça o empréstimo com garantia de veículo do Santander

+Vezes Santander: pague suas compras no boleto em até 72x

Empréstimo Nubank: veja como antecipar parcelas

Caixa Tem pode liberar empréstimo para público de baixa renda