Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Reconhecimento de firma: o que é e como é feito?

Por Thais SouzaPublicado em

Se você precisa assinar um documento em que o reconhecimento de firma é necessário, mas não sabe o que significa, nem como fazer, fique tranquilo! Neste artigo vamos descomplicar todos os detalhes sobre o assunto para você. 

O que é reconhecimento de firma? 

O reconhecimento de firma é um processo realizado pelos cartórios que serve para atestar que uma assinatura presente em um documento oficial é realmente da autoria de quem assinou. Esse procedimento também impede que uma pessoa venha a negar que assinou um determinado documento. 

O serviço é realizado pelos Cartórios de Tabelionato de Notas ou Consulados Brasileiros, que confirmam a assinatura de uma pessoa através dos seus documentos.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Existem duas modalidades de reconhecimento de firma, a que é feita por autenticidade e por semelhança. Confira abaixo como funciona cada uma delas: 

  • Reconhecimento de firma por autenticidade: a pessoa deve assinar o documento diante do tabelião. Caso o documento já esteja assinado, será exigida nova assinatura no documento;
  • Reconhecimento de firma por semelhança: o tabelião verifica se a assinatura que está no documento confere com a assinatura depositada em seu banco de dados. Ou seja, o reconhecimento foi feito por meio da comparação.

Como fazer reconhecimento de firma?

Para reconhecer firma você deve primeiramente fazer o seu cartão de assinatura ou abertura de firma, que basicamente é cadastrar a sua assinatura. Para isso você deve comparecer ao cartório de notas de sua preferência com um documento de identificação original com foto em mãos e CPF. Veja abaixo quais documentos você pode apresentar: 

  • Carteira de Identidade (RG);
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • Carteira de trabalho (CTPS);
  • Passaporte com o prazo de visto não expirado (em caso de estrangeiros).

A firma será aberta na hora e então você já poderá fazer o reconhecimento. Mas lembre-se que será necessário estar com o documento que será reconhecido, ele precisa estar devidamente preenchido e sem espaços em branco, o papel não pode ser térmico e nenhuma assinatura no impresso deve ser digitalizada.

Descomplicamos?

Esperamos que este artigo tenha sido útil para você. Se ainda restou alguma dúvida, deixe seu comentário abaixo. Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Pix: saiba o que você já pode pagar utilizando esse sistema

Viagem dos sonhos: como se organizar e juntar dinheiro?

Instagram como ferramenta de negócios: guia completo

Como recarregar Bilhete Único pelo celular?

PicPay: como fazer cobranças pelo aplicativo?

Caixa abre 10 mil vagas de emprego para concursados, estagiários e aprendizes

Open Banking ou Open Finance: o que você precisa saber sobre esses sistemas

Não consegue guardar dinheiro? Conheça a “poupança por assinatura”