Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Saiba o que é capital e conheça os tipos existentes

Por ForegonPublicado em

Na economia, todo ativo que gera uma corrente de rendimentos no decorrer do tempo, por meio de sua aplicação na produção pode ser chamado de capital. Sendo assim, os investimentos financeiros, estoques e os bens que podem ser aplicados, além do dinheiro de uma organização, também fazem parte do conceito.

Tradicionalmente, o capital é considerado um dos elementos de produção, junto os recursos naturais e o trabalho. Essas peças são fundamentais para a economia, até porque sem elas não existiria o processo produtivo. Adam Smith afirma, portanto, que o capital de um país um empresa pode ser:

  • Máquinas e instrumentos que facilitem o trabalho;
  • Imóveis (os que podem ser considerados instrumentos de negociações, como lojas);
  • Melhorias na terra capazes de aprimorar o cultivo;
  • Dinheiro;
  • Artigos fabricados, ainda que incompletos, em posse dos produtores ou comerciantes;
  • Provisões em posse dos produtores ou comerciantes, dos quais se espera lucro após sua venda.

Além desses elementos citados, diversos estudiosos atribuíram diferentes significados ao conceito de capital. Portanto, mesmo que não exista um consenso sobre quais bens podem ou não ser considerados capitais, é correto afirmar que o conceito representa tudo aquilo que agrega valor ao processo produtivo.

O que você procura?

Capital financeiro

O capital financeiro representa a soma de todos os títulos que possuem valor monetário. Os títulos imediatos, como dinheiro, cheques, entre outros, também são chamados de capital bancário, e os títulos arrecadados com o propósito de gerar lucros, como ações, investimentos, entre outros, são conhecidos como capital produtivo.

É importante destacar que o capital financeiro não pode ser confundido com o econômico, até porque esse não tem relação com o processo produtivo. Além disso, o capital financeiro se relaciona apenas com valores, não abrangendo bens.

Capital em empresas

No universo das empresas, o conceito de capital sofreu diversas ramificações. Confira as principais classificações:

  • Capital social: primeiro investimento realizado no negócio, podendo ser bens, valores ou, dependendo do tipo societário, serviços;
  • Capital próprio: patrimônio líquido da empresa, ou seja, na diferença entre o capital social somado aos lucros e as dívidas;
  • Capital de terceiros: investimento formado por capital proveniente de fontes alheias à empresa. Geralmente consiste em financiamentos ou empréstimos;
  • Capital de giro: dinheiro ou outro ativo com a liquidez necessária para ser movimentado no pagamento de salários ou impostos, despesas, renovação de estoque, entre outros.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Foregon

Nós acreditamos na simplicidade e na transparência das relações, por isso descomplicamos os bancos

Leia também

Aumento do salário mínimo 2024 e economia de horas extras

Posso Fazer Portabilidade de Salário Mesmo Devendo o Banco?

IGP-DI: Valor Atual e o Acumulado de 2023

IPC-Fipe 2023: Conheça o Índice de Preços ao Consumidor

Descubra Agora: Buser é Confiável? Uma Análise Detalhada

Poupançudo da Caixa: Como Adquirir os Cofres Divertidos?

Finanças para Millennials: um guia passo a passo

Como Declarar Imposto de Renda: Passo a Passo para 2024