Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Síndrome do pânico: quem sofre pode se aposentar por invalidez?

Por Camila SilveiraPublicado em

O INSS possui diversos tipos de benefícios para seus assegurados, como Auxílio Doença, Auxílio Acidente, salário-maternidade, entre outras assistências que amparam os trabalhadores em momentos de dificuldade. Neste artigo, vamos falar sobre a aposentadoria por invalidez para quem sofre com a síndrome do pânico.

O que é síndrome de pânico?

A síndrome do pânico caracteriza um transtorno de ansiedade, que é geralmente diagnosticado em pessoas que possuem ataques de medo e pânico espontâneos e repentinos. Os episódios do pânico são marcados por crises que podem estar associadas a sintomas físicos semelhantes ao de um ataque cardíaco.

Quem sofre com síndrome do pânico, geralmente, permanece constantemente preocupado com o medo de um ataque, que ocorre inesperadamente, até mesmo, durante o sono, em alguns casos.

Quem sofre de síndrome do pânico tem direito a benefícios do INSS?

Sim, quem sofre de síndrome do pânico tem direito ao Auxílio Doença ou aposentadoria por invalidez. Porém, desde que a enfermidade esteja atestada em laudo médico e seja confirmada na perícia médica do INSS ou pela Justiça Federal.

O Auxílio Doença é o benefício voltado para o segurado que é incapaz de exercer sua atividade laboral temporariamente por mais de 15 dias. Enquanto a aposentadoria por invalidez é o benefício criado para o beneficiário que não possui mais condições de trabalhar permanentemente.

Homem desconfiado com a mão no queixo
Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!
Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Precisa ter contribuído com a Previdência Social?

Sim, dependendo do caso, é necessário contribuir 12 ou 6 meses. Ou seja, se você nunca contribuiu com a Previdência Social saiba que não terá direito aos benefícios, como Auxílio Doença ou aposentadoria por invalidez.

Quem tem síndrome do pânico tem direito ao BPC?

Caso a síndrome do pânico atrapalhe a sua participação efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas, saiba que você poderá ter direito ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), sem a necessidade de ter contribuído com a Previdência Social.

Descomplicamos?

Este artigo ajudou você? Esperamos que sim. Qualquer dúvida sobre o assunto, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Barra de Ouro Vale Mais que Dinheiro? Veja Quanto Custa

Banco do Brasil: Como Emitir 2ª via da Fatura do Cartão?

Dataprev: Como Consultar Calendário do Auxílio Emergencial

Cartão de Crédito Nubank: Benefícios Nubank e Mastercard

Décimo Terceiro Salário 2022: Calendário e Como Calcular

Ações Nubank: Como Comprar e Quanto Custam?

Stone Telefone [Ouvidoria, E-mail, WhatsApp, Chat]

Boletos Digitais no Mercado Pago: Como Funciona