Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Adimplência: o que é e como evitar o endividamento?

Por Janaína TavaresPublicado em

Sua vida financeira anda lado a lado da adimplência? Se você ainda não está familiarizado com esse termo e não sabe ao certo o que ele significa, sem problemas!

Preparamos este conteúdo que vai te mostrar os principais detalhes desse assunto e como é possível ser uma pessoa adimplente que consegue evitar o endividamento.

O que você procura?

Entenda o que é adimplência

A adimplência se refere ao indivíduo que consegue pagar todas as contas e pendências financeiras em dia. Nesse sentido, a pessoa cumpre com suas obrigações dentro dos termos firmados em contrato ou em acordo.

Em outras palavras, a adimplência é uma característica de quem tem o nome limpo. Por isso, se você se encaixa nesse público, os bancos e instituições financeiras reconhecem o seu histórico de bom pagador. Dessa forma, suas chances de conseguir o crédito desejado no mercado são maiores.

Qual a diferença entre adimplência e inadimplência?

Enquanto a adimplência preza pelo pagamento em dia dos débitos financeiros, a inadimplência é totalmente o contrário dessa atitude. Para entender melhor esses termos opostos, veja nossa comparação:

  • Adimplência: quando você paga suas dívidas dentro dos prazos e mantém bons hábitos financeiros dentro e fora do mercado de crédito;
  • Inadimplência: quando a dívida não é paga dentro do período previsto em contrato, ou seja, até a data de vencimento. Com isso, você fica com o nome sujo e entra para o cadastro de inadimplentes dos órgãos de proteção ao crédito (SPC Brasil, Serasa e Boa Vista).

Se você ficar inadimplente, algumas das consequências serão a impossibilidade de conseguir empréstimo e financiamento, redução no score de crédito, dificuldades para ter um cartão de crédito, dentre outras.

Como manter a adimplência e evitar dívidas?

Para ter acesso às mais variadas linhas de crédito, você precisa ser adimplente. Portanto, o segredo é construir um histórico de bom pagador ao longo da sua vida.

Dessa maneira, você reduz suas chances de inadimplência e, consequentemente, o endividamento. Para isso, você deve adotar algumas práticas:

  • Faça um planejamento financeiro;
  • Use o cartão de crédito com cautela;
  • Procure pagar todas as suas dívidas dentro das datas estipuladas, principalmente aquelas que possuam altas taxas de juros;
  • Controle os gastos e evite compras por impulso;
  • Tenha uma reserva de emergência para te ajudar em eventuais imprevistos.

Conteúdos úteis para você

Vale a pena continuar sua jornada aqui na Foregon e conhecer outros artigos que podem ser essenciais nesse momento:

Descomplicamos?

Viu como a adimplência é o melhor caminho para quem deseja ter uma saúde financeira equilibrada e em dia? Agora, conte pra gente se você já seguia essas dicas para ser uma pessoa adimplente? Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Leia também

Aumento do salário mínimo 2024 e economia de horas extras

Posso Fazer Portabilidade de Salário Mesmo Devendo o Banco?

IGP-DI: Valor Atual e o Acumulado de 2023

IPC-Fipe 2023: Conheça o Índice de Preços ao Consumidor

Descubra Agora: Buser é Confiável? Uma Análise Detalhada

Poupançudo da Caixa: Como Adquirir os Cofres Divertidos?

Finanças para Millennials: um guia passo a passo

Como Declarar Imposto de Renda: Passo a Passo para 2024