Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Guia de Consulta do SCR: Para que Serve e Como Usar?

Escrito por 

Atualizado em 

Qualidade editorial: Nosso conteúdo é construído por uma equipe profissional que coloca a dúvida do leitor no centro da sua escrita. Cada autor traz o seu conhecimento para responder e solucionar sua busca, entregando valor por meio da verificação de dados, aprofundamento da pesquisa e reputação do nosso site.

Segurança e privacidade: Somos responsáveis por manter seus dados protegidos quando você acessa nosso site. Trabalhamos com total transparência e respeito ao seu consentimento, colocando você no controle de seus dados. Conheça nossa política de privacidade.

Foi negado na solicitação de cartão, financiamento ou empréstimo? Talvez seja porque o seu nome esteja "sujo" no Sistema de Informações de Crédito do Banco Central do Brasil (SCR). Entenda o que é esse sistema e como consultar seu nome no SCR.

O que você procura?

O que é SCR?

Diferente do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e do Serasa, o SCR é um serviço do Banco Central, um sistema de banco de dados no qual todas as informações de operações de crédito de pessoas físicas e jurídicas são armazenadas.

O SCR permite que a instituição faça uma melhor avaliação de riscos antes de fornecer alguma operação de crédito. Dessa forma, o banco analisa sua situação dentro desse sistema para decidir liberar ou não um serviço.

Ou seja, quando você solicitar algum produto ou serviço financeiro do mercado, como cartão de crédito, empréstimo, financiamentos e outros, a instituição financeira poderá consultar o sua situação no SCR na análise de crédito, desde que tenha a sua autorização.

Quais são as informações registradas no SCR?

  • Empréstimos e financiamentos;
  • Adiantamentos;
  • Operações de arrendamento mercantil;
  • Coobrigações e garantias prestadas;
  • Compromissos de crédito não canceláveis;
  • Operações baixadas como prejuízo e créditos contratados com recursos a liberar;
  • Demais operações que impliquem risco de crédito;
  • Operações de crédito que tenham sido objeto de negociação com retenção substancial de riscos e de benefícios ou de controle;
  • Operações com instrumentos de pagamento pós-pagos;
  • ​Outras operações ou contratos com características de crédito reconhecidas pelo BC.

Como consultar o meu SCR?

Não são só as instituições financeiras que possuem acesso ao banco de dados do SCR, você também consegue entrar e em poucos passos, consultar a sua situação gratuitamente. Veja como:

  1. Entre no site do Banco Central;
  2. Selecione uma das opções "Pessoa Física" ou "Pessoa Jurídica";
  3. Selecione uma das opções de credenciamento, neste caso, utilizamos o Internet Banking;
  4. Clique em "Obtenha frase de segurança";
  5. Preencha seus dados pessoais e a instituição financeira;
  6. Copie a frase de segurança (a sua frase é válida por 48 horas. Caso você não a valide nesse período, deverá gerar uma nova);
  7. Acesse o Internet Banking da sua instituição financeira;
  8. Procure a opção "Registrato" e clique em "Validar";
  9. Cole a frase de segurança e valide a frase de segurança;
  10. Pronto, agora você já pode consultar as informações que o banco registrou de você.

Outra forma de consultar o SCR é por meio das Centrais de Atendimento ao Público do Banco Central, pessoalmente ou por correspondência, conforme orientações do site.

Vale ressaltar que pelo SCR é possível visualizar a situação de todas as operações existentes, estejam elas em atraso ou não.

Como contestar as informações do SCR?

As instituições financeiras são responsáveis por enviar as suas informações ao banco de dados, porém, caso você encontrar alguma irregularidade, poderá contestar de três formas:

  1. Entrar em contato com a instituição responsável e pedir a correção da informação;
  2. Se não houver acordo, registrar uma reclamação na Central de Atendimento ao Público do Banco Central;
  3. Pedir a correção por meio de ação judicial.

Perguntas frequentes (FAQ)

O que é que significa SCR?

O Sistema de Informações de Crédito do Banco Central do Brasil (SCR) é um banco de dados no qual todas as informações de operações de crédito de pessoas físicas e jurídicas são armazenadas.

Como consultar o CPF no SCR?

Você pode consultar seu CPF no SCR pelo telefone 0800 979 2345, com atendimento em dias úteis, das 9h às 16h, ou então pelo site do Banco Central, basta acessar a aba do Registrato.

Qual a principal função do SCR?

O principal objetivo é a transferência. Permitir que as instituições financeiras façam uma melhor avaliação da capacidade de pagamento dos seus clientes que solicitam produtos e serviços financeiros.

Como consultar o SCR do Banco Central pela internet?

Entre no site do Banco Central, localize a opção do Registrato. Informe se você é Pessoa Física ou Jurídica. Preencha todas as informações da tela e pronto!

O que é Relatório SCR?

O relatório SCR é o documento que informa os empréstimos, financiamentos e outras operações de crédito que o cidadão ou empresa possui junto aos bancos, com valor igual ou superior a R$ 200.

Em quanto tempo o nome sai do SCR?

As informações do SCR ficam registradas por até dois anos. Já as dívidas negativadas nos órgãos de proteção ao crédito (Serasa, Boa Vista e SPC) ficam em aberto por 5 anos.

Como são classificadas as informações de dívidas do relatório SCR?

Os dados são classificados em três categorias: "A vencer", que são dívidas em dia, "Vencidas", que são aquelas em atraso, e "Em prejuízo", que são as operações que estão atrasadas há mais de seis meses.

Quem pode consultar o SCR?

Qualquer Pessoa Física ou Jurídica pode consultar seu próprio CPF ou CNPJ no SCR. Já as empresas também conseguem consultar o CPF de terceiros para fazer a análise de crédito.

Descomplicamos?

Restou alguma dúvida? Deixe seu comentário que descomplicamos para você. 😉

Até a próxima!

Compartilhe

Escrito por:

Thais Souza
Analista de Comunicação e Conteúdo

Formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), a Thaís escreve desde 2019 com foco na experiência e resolução das dúvidas de seus leitores.Desde 2021, atua como Analista de Comunicação e Conteúdo na Foregon, onde trabalha na produção e melhoria de conteúdos relacionados a CPF, score de crédito, golpes e fraudes, e vazamento de dados.Além da produção de artigos, também já trabalhou com projetos para Guest Posts, notícias, posts para redes sociais, e-books e roteiros para vídeos.