Foregon.comConteúdos

Como é cobrado o IOF no cartão de crédito

Por Guilherme GadelhaPublicado em
Compartilhe

O IOF nada mais é que do que um Imposto Sobre Operações de Crédito, câmbio e Seguro.

Por isso, todas as pessoas que fazem estas operações, com a exceção de transações referentes a títulos mobiliários, acabam contribuindo com o pagamento do IOF.

Em relação às alíquotas, é importante lembrar que ela não é fixa e pode variar de acordo com a operação feita. Já quando se trata da tabela de alíquotas do IOF, é preciso ter em mente que ela pode ser alteradaa qualquer momento, visto que a regularização da mesma não depende de uma aprovação do Congresso Nacional.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

IOF nas operações de crédito

Compras feitas pelo cartão de crédito dentro do território nacional, não cobram taxas de IOF desde que você pague o valor integral da fatura. Contudo, ao entrar no crédito rotativo, será cobrado de 0,38% de IOF em cima do valor que você deixou de pagar.

Fora isso, o responsável terá que arcar com mais 0,0082% ao dia até o débito ser quitado.

Já em compras feitas no exterior pelo cartão de crédito, o IOF cobrado será de 6,38% sobre a compra, independentemente dela ter sido realizado no Brasil ou pela internet. Por conta disso, às vezes pode ser inviável comprar pelo cartão de crédito, deixando o seu uso somente para casos necessários.

Cheque especial

Ao entrar no limite do cheque especial, a taxa de IOF será de 0,38% sobre a quantia usada, mais 0,0082% por dia até o dia da quitação do débito.

Empréstimos e financiamentos

Já sobre empréstimos e financiamentos, a cobrança do IOF fica de 0,38% em cima do valor total, contudo, a alíquota diária também fica por 0,0082% até o dia da quitação.

Câmbio

Ao vender ou comprar moedas no exterior, o responsável também terá que lidar com o IOF. A alíquota para esse tipo de transação em território nacional é de 0,38%. Por isso, pode ser bem mais vantajoso realizar a compra da moeda ao invés de usar o seu cartão de crédito.

Quando se trata de finanças, é sempre importante checar todas as taxas inclusas nos produtos que você adquire. Em relação à empréstimos, você já ouviu falar do CET? Clique aqui e saiba porque é essencial saber o que é.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Guilherme Gadelha

Publicitário e Redator na Foregon. Gosta do universo financeiro e tem a escrita como hobby e profissão.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Cartão de crédito

    Cartões Bradesco e Inter: conheça as opções sem consulta ao SPC/Serasa

  • Cartão de crédito

    Cartão Zaffari: dúvidas frequentes

  • Cartão de crédito

    Cartão de crédito e débito: saiba quando usar cada um deles

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Cartão de crédito