Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Meu CPF Perdido: Como Lembrar o Número e Tirar a 2ª Via?

Escrito por 

Atualizado em 
Revisado por Guilherme Dorneles
Editado por Maristela Coimbra
Dados verificados

Qualidade editorial: Nosso conteúdo é construído por uma equipe profissional que coloca a dúvida do leitor no centro da sua escrita. Cada autor traz o seu conhecimento para responder e solucionar sua busca, entregando valor por meio da verificação de dados, aprofundamento da pesquisa e reputação do nosso site.

Segurança e privacidade: Somos responsáveis por manter seus dados protegidos quando você acessa nosso site. Trabalhamos com total transparência e respeito ao seu consentimento, colocando você no controle de seus dados. Conheça nossa política de privacidade.

Em 2024, o CPF se tornou o documento único de identificação dos cidadãos brasileiros com a lei 14.534/23, aprovada pelo Congresso Nacional.

O documento agora substitui o RG, PIS, PASEP, e outras dezenas de documentos que antigamente eram necessários para participar de processos e atividades comuns do dia-a-dia.

Com tanta importância concentrada em um único documento, você certamente não quer ter o seu CPF perdido.

Mas, caso isso já tenha acontecido, continue lendo que vamos te orientar a recuperar o seu número de CPF e como solicitar uma segunda via do documento.

Essa legislação estabelece o CPF como a única identificação presente em documentos no país, eliminando as redundâncias dos sistemas de identificação atualmente em uso.

Antes da mudança, os cidadãos brasileiros precisavam fornecer uma variedade de números de identificação para diferentes propósitos, como o Registro Geral (RG), o número do PIS/Pasep, entre outros.

Além de consolidar o CPF como registro geral do país, essa nova lei traz mudanças significativas para os brasileiros, principalmente a respeito das operações bancárias.

De acordo com o Banco Central, as instituições bancárias agora estão autorizadas a bloquear contas de clientes que estejam com o CPF em situação irregular.

Essa medida faz parte de um esforço do governo federal em apertar o cerco contra pessoas que possuem alguma irregularidade no documento.

Com isso, o intuito é justamente forçar o cidadão a regularizar seu CPF, visto que ele vai passar a ser o principal documento de identificação no Brasil.

O que você procura?

O que fazer se perdi meu CPF?

Caso você tenha perdido o seu documento, fique sabendo que não é mais possível emitir uma segunda via do CPF no formato de cartão físico de plástico como antes.

A Receita Federal não faz mais a emissão desses cartões, mas você pode obter um comprovante de inscrição do seu CPF que possui a mesma validade do documento perdido.

Você pode emitir esse comprovante sem nenhum custo, imprimi-lo e usar da mesma forma que usava o seu original. Mas para isso você precisa saber o número do seu documento.

Esqueci o número do meu CPF. Onde posso achar?

Você não conseguirá emitir um comprovante de inscrição do CPF sem o número do seu documento.

Portanto, procure pelo número em outros documentos que você possui, como:

  • RG;
  • Carteira de Motorista (CNH);
  • Carteira de Trabalho;
  • Contas bancárias.

Em último caso, você pode entrar em contato com a Receita Federal para solicitar o seu número perdido:

Estado
E-mail para contato
DF, GO, MT, MS e TO
atendimentorfb.01@rfb.gov.br
AC, AM, AP, PA, RO e RR
atendimentorfb.02@rfb.gov.br
CE, MA e PI
atendimentorfb.03@rfb.gov.br
AL, PB, PE e RN
atendimentorfb.04@rfb.gov.br
BA e SE
atendimentorfb.05@rfb.gov.br
MG
atendimentorfb.06@rfb.gov.br
ES e RJ
atendimentorfb.07@rfb.gov.br
SP
atendimentorfb.08@rfb.gov.br
PR e SC
atendimentorfb.09@rfb.gov.br
RS
atendimentorfb.10@rfb.gov.br
Exterior
cpf.residente.exterior@rfb.gov.br

Tanto no atendimento presencial, quanto via email, você vai precisar apresentar os seguintes documentos para comprovar sua identidade:

Documentação em comum para todos os casos
  • Documento de Identificação oficial com foto do cidadão;
Para solicitar o comprovante por outra pessoa
  • Documento de Identificação oficial com foto do solicitante;
  • Documentos que comprovem a representação, como procuração, termo de tutela ou curatela, certidão de óbito, termo de compromisso de inventariante, etc.
Para solicitar por e-mail
  • A foto do cidadão ou do seu responsável legal, se for o caso, segurando o seu documento de identificação com foto próximo ao rosto, em que o documento apareça completo, com imagem nítida;
  • Documentos adicionais poderão ser solicitados pelo atendente.

Como emitir o comprovante de inscrição no CPF?

Com o número do seu CPF em mãos, vá para o site da Receita Federal e siga os passos a seguir:

  1. Faça seu login com sua conta gov;
    1. Se você não possuir essa conta, será necessário criá-la conforme a orientação do site;
  2. Após seu login, já aparecerá em sua tela o seu comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoa Física;
  3. Clique no botão "Preparar página para impressão" na parte inferior da tela;
  4. Clique em "Imprimir";
  5. Caso tenha uma impressora em casa, siga com a impressão com as configurações recomendadas:
    1. Escala 100%;
    2. Qualidade de impressão: 600dpi
  6. Caso não possua impressora em casa, na opção "destino" salve o documento em versão .PDF;
  7. Salve o documento em um lugar de fácil acesso, como a nuvem que você utiliza, ou uma pasta do seu celular, ou mande para o seu próprio email;
  8. Leve o arquivo para uma loja de impressão na sua cidade e você já terá o documento impresso com a mesma validade do seu CPF original.

O que fazer em caso de furto, roubo ou perda de documento?

Caso você tenha sido vítima de um assalto ou furto, ou simplesmente deseja registrar a perda do seu documento para se proteger contra possíveis fraudes que usam o seu CPF, você deve fazer um boletim de ocorrência.

  1. Selecione o estado que ocorreu o furto/roubo/perda do documento na lista abaixo;
  2. Cada site é diferente. Você deve encontrar a opção de "Registrar Boletim de Ocorrência";
  3. Preencha todos os campos conforme necessário e, no final do processo, valide tudo que foi preenchido.

Atenção! Registrar Boletim de Ocorrência com informações falsas é crime.

Faça o seu registro com tempo o suficiente para revisar os dados, preencher com todos os detalhes possíveis e relevantes para a situação. Lembre-se que esses dados serão utilizados para a Polícia do seu estado investigar o caso e possivelmente prender o criminoso (se houver), ou ainda, encontrar seu documento.

Estado Sigla Site
Acre AC
Alagoas AL
Amapá AP
Amazonas AM
Bahia BA
Ceará CE
Espírito Santo ES
Goiás GO
Maranhão MA
Mato Grosso MT
Mato Grosso do Sul MS
Minas Gerais MG
Pará PA
Paraíba PB
Paraná PR
Pernambuco PE
Piauí PI
Rio de Janeiro RJ
Rio Grande do Norte RN
Rio Grande do Sul RS
Rondônia RO
Roraima RR
Santa Catarina SC
São Paulo SP
Sergipe SE
Tocantins TO
Distrito Federal DF

Como manter seu CPF seguro?

Agora que você já sabe como encontrar seu CPF, confira algumas dicas para manter esse número seguro e longe de fraudadores:

1. Cuidado com cadastros online

Viu uma oferta de trabalho que parece incrível, mas pede seu CPF antes mesmo de uma entrevista? Desconfie. Verifique sempre a autenticidade da empresa antes de sair compartilhando seus dados. Uma olhada rápida no site da empresa ou nas redes sociais pode te salvar de uma cilada.

2. Atenção com pedidos por telefone

Recebeu uma ligação pedindo seu CPF, com a promessa de resolver problemas do banco ou oferecer vantagens? Fique de olho! Bancos e instituições sérias só entram em contato por e-mail, com todos os dados claros e identificáveis. Você pode estar caindo em um golpe que usa seu CPF. Se algo soar estranho, melhor não arriscar. 

3. Mantenha seus documentos protegidos

Andar com todos os documentos na carteira pode não ser a melhor ideia. Se acontecer o pior, e você perder ou for roubado, corre para fazer um boletim de ocorrência e avisa a Receita sobre a perda do CPF.

4. Fique de olho nas movimentações

Monitorar seu CPF pode soar como tarefa de agente secreto, mas é mais simples do que parece. Com o Foregon Premium, você fica sabendo de toda e qualquer movimentação em seu nome. Assim, se algo suspeito aparecer, você pode agir rapidinho para resolver. Portanto, fique de olho em qualquer uso indevido do seu CPF que você não reconhece.

Se cadastrando no Premium, você ganha um serviço de monitoramento contínuo, que te avisa sobre:

Perguntas frequentes

Como posso saber o número do meu CPF perdido?

Existem diferentes procedimentos, dependendo se você declara ou não Imposto de Renda. Para quem não declara, é possível obter o número através do site da Receita Federal inserindo informações pessoais. Para declarantes, é necessário acessar o Portal eCAC.

Quais são os passos para solicitar a 2ª via do CPF online?

Se não declara Imposto de Renda, basta acessar o Portal eCAC, selecionar "Comprovante de Inscrição no CPF" e seguir as instruções para obter a segunda via do documento.

E se eu não conseguir encontrar meu CPF no site da Receita Federal?

Se não encontrar o CPF no site, verifique documentos como CNH, RG ou Carteira de Trabalho, onde o número do CPF está geralmente registrado. Além disso, em serviços online como bancos ou redes sociais, o CPF também pode estar salvo.

Como posso garantir a segurança do meu CPF?

Para manter seu CPF seguro, evite compartilhá-lo em cadastros online duvidosos e esteja atento a pedidos suspeitos por telefone. Além disso, mantenha seus documentos protegidos e monitore suas movimentações por meio de serviços como o Foregon Premium.

Compartilhe

Escrito por:

Nara Lima
UX Writer

Formada em Publicidade e Propaganda pela UniFAI, a Nara trabalha com redação profissional desde 2019. Além disso, já trabalhou com atendimento ao público e fez pesquisas para o governo pelo IBGE, aprendizados que leva hoje para sua escrita focada na experiência do usuário da Foregon.