Foregon.comConteúdos

Imposto de Renda negativo: veja como funciona

Por Janaína TavaresPublicado em
Compartilhe

Você está recebendo os R$ 600 ou R$ 1.200 do Auxílio Emergencial? Saiba que o ministro da Economia, Paulo Guedes, deseja criar um Imposto de Renda negativo para ajudar os trabalhadores informais do país que recebem esse benefício do governo. Gostaria de conhecer mais detalhes sobre esse assunto? Continue a leitura do nosso artigo.

Qual a proposta do Ministério da Economia?

Uma das principais pautas defendidas pelo ministro Paulo Guedes, no momento, é a implementação do Imposto de Renda negativo.

Em entrevista para a rádio Jovem Pan, no mês de maio, o ministro argumentou que a proposta tem como objetivo dar entrada dos trabalhadores informais no mercado de trabalho formal, o que corresponde a mais de 38 milhões de brasileiros descobertos por meio do Auxílio Emergencial.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Com isso, incentivando também essas mesmas pessoas a pouparem dinheiro para a aposentadoria após a pandemia do novo coronavírus. Desse modo, o Ministério da Economia planeja criar, além do Imposto de Renda negativo, um fundo de previdência para esses trabalhadores. 

Portanto, o governo brasileiro quer estimular os trabalhadores informais a retomarem suas atividades, mas agora de uma maneira formal. Sendo assim, o Ministério da Economia também vai propor um sistema de horas trabalhadas para aqueles que atuam ainda de modo informal.

Como o Imposto de Renda negativo vai funcionar?

O plano ainda está em fase de desenvolvimento e estudo pelo ministro, contudo, se aprovado pelo Congresso Nacional, o Imposto de Renda negativo vai funcionar da seguinte maneira:

  • O trabalhador informal vai declarar quanto ganhou, assim, o governo fica responsável por dar 20% do Imposto de Renda negativo para essa pessoa. Porém, esse valor não deve ser pago em espécie, mas em forma de depósito em um fundo de capitalização para a Previdência.

Como você pôde perceber, essa é a lógica inversa do Imposto de Renda tradicional que nós conhecemos. Isso significa que, ao invés do contribuinte pagar, é ele que vai receber o dinheiro do governo. 

O ministro também disse em sua entrevista que “[…] Vamos creditá-lo, transferindo riqueza à medida que trabalha. Nem a empresa, nem ele precisam contribuir. O Estado dá um crédito a ele por ter trabalhado”.

Você vai gostar de ler

Aproveite esse momento e leia outros conteúdos da Foregon:

Descomplicamos?

Gostou de conhecer mais a respeito da proposta que está sendo elaborada pelo Ministério da Economia? Conte pra gente o que você achou do Imposto de Renda negativo? Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Janaína Tavares

Jornalista e produtora de conteúdo, é Redatora na Foregon. Apaixonada por cinema e pelo mundo asiático, seu foco está em entregar textos úteis e inspiradores.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Dicas financeiras

    Saiba como ganhar dinheiro com o Facebook Gaming

  • Dicas financeiras

    Banco Inter: saiba como ganhar dinheiro com o Inter Selection

  • Dicas financeiras

    Beneficiários do Auxílio Emergencial serão revisados mensalmente pelo Governo

  • Dicas financeiras

    Como ganhar dinheiro extra na crise? Conheça 4 cursos

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras