Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Serasa: conheça ferramenta que checa qual empresa consultou seu CPF

Por Nara LimaPublicado em

Ao solicitar qualquer tipo de crédito, é muito comum que as instituições consultem o CPF do solicitante para entenderem qual a situação financeira do titular do documento. No entanto, além do crédito, algumas empresas também realizam essa consulta previamente a aquisição de produtos que serão vendidos de forma parcelada ou com pagamento em cheque.

Alguma vez você já se interessou em saber quais empresas consultaram o seu CPF? Se você tem essa curiosidade, então está no lugar certo. Hoje, vamos te apresentar uma ferramenta gratuita que a Serasa disponibiliza para realizar essa checagem. Aproveite a leitura!

Quem consultou seu CPF?

Como citado anteriormente, a Serasa Experian conta com uma função em sua plataforma para os interessados em saber quais empresas consultaram o CPF. O processo é feito por meio da solicitação do titular do documento consultado e o relatório é disponibilizado em até 24 horas.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Assim que estiver pronto, é possível visualizar o nome da empresa que realizou a busca, parte do CNPJ dela e quando a consulta foi feita. Vale lembrar que o relatório fica disponibilizado por até seis meses para consulta. 

Como fazer a consulta?

Para saber quais empresas consultaram seu CPF é fácil, basta seguir o passo a passo:

  1. Acesse o site da Serasa e crie uma conta ou faça o login;
  2. Na aba "Meu CPF", acesse a opção "Consultas ao seu CPF" ou "Consultas aos seus CNPJs";
  3. Clique em "Solicitar meu relatório";
  4. Após a solicitação ser confirmada, confira o relatório no próprio site após 24 horas.

Simples, concorda?

Atente-se aos detalhes

De acordo com a Serasa, essa ferramenta é uma forma do consumidor se atentar a possíveis golpes, já que se o mesmo desconhecer alguma ação que justifique a consulta ao seu CPF/CNPJ, pode ser que ele esteja em uma situação de risco.

Caso isso aconteça, a dica é entrar em contato com a empresa que verificou o documento e solicitar o motivo que levou a consulta sem o consentimento.

Fraudes financeiras

Segundo um levantamento realizado em novembro de 2020, a Serasa apresentou os seguintes dados: 39,3 milhões de brasileiros afirmaram já ter sido vítimas de fraude financeira e 36% dessas pessoas afirmaram não ter tomado nenhuma ação formal. 

Confira também:

Gostou do conteúdo?

Esperamos que esse artigo ajude você a entender um pouco mais sobre o mundo das finanças e evitar que você caia em golpes. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe seu comentário aqui embaixo.

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Nara Lima

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, gosta de escrever sobre educação financeira. Preza pela facilidade da leitura e pela checagem das informações, buscando produzir um conteúdo de leitura simplificada e que sane as dúvidas do leitor.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Instagram como ferramenta de negócios: guia completo

Como recarregar Bilhete Único pelo celular?

PicPay: como fazer cobranças pelo aplicativo?

Caixa abre 10 mil vagas de emprego para concursados, estagiários e aprendizes

Open Banking ou Open Finance: o que você precisa saber sobre esses sistemas

Não consegue guardar dinheiro? Conheça a “poupança por assinatura”

Golpe da revisão do INSS: veja como se proteger

Quer mudar de carreira? Confira essas dicas para trocar de profissão