Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Como funciona a conta conjunta – vale a pena?

Por Leonardo JacominiPublicado em

Assim que um casal se une, as vidas mudam e viram uma só. A conta bancária, muitas vezes também. Se você está passando por este momento, entenda como funciona a conta conjunta e veja se ela vale a pena para você!

O objetivo da conta conjunta é dividir os ganhos e os gastos, possibilitando o planejamento familiar, o controle das despesas e a realização do sonho do casal. Confira!

Conta conjunta: o que é e como funciona?

A conta conjunta nada mais é do que uma conta corrente ou poupança tradicional com mais de um titular. Ou seja, enquanto nas contas tradicionais, só existe um responsável, na modalidade conjunta, não há limite de titulares. Confira os dois tipos de conta conjunta:

Conta Conjunta Solidária

Os titulares podem movimentar a conta de forma independente. Ou seja, qualquer um deles pode realizar transações financeiras de maneira individual. Essa categoria é mais indicada para casais e familiares.

Como funciona a conta conjunta – vale a pena?

Conta Conjunta Não-Solidária

Nessa modalidade, um titular não pode realizar movimentações financeiras na conta sem o consentimento de todos os titulares da conta. É necessário que as movimentações sejam assinadas por todos os responsáveis da conta conjunta, de modo com que essa categoria seja mais recomendada para sócios.

Homem desconfiado com a mão no queixo
Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!
Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Vale a pena ter uma conta conjunta?

A conta bancária conjunta pode ajudar em diferentes aspectos da sua vida e de quem compartilha essa titularidade com você. Afinal, algumas burocracias e pendências podem ser resolvidas com a utilização desse serviço financeiro.

Ao mesmo tempo, caso não haja planejamento, combinados e diálogos, entre você e o outro titular, a conta conjunta pode se tornar um problema, causando dívidas e outros prejuízos financeiros. Melhor dizendo, se não houver objetivos claros e organização, abrir a conta conjunta pode ser uma má ideia.

Vantagens e desvantagens da conta conjunta

Vantagens

Dentre as vantagens da conta conjunta, está a possibilidade de controlar as despesas fixas e variáveis de forma mais organizada. Por exemplo, com ela, você consegue pagar as contas de luz, água, internet, entre outros gastos.

Além disso, a conta conjunta permite que você e o outro responsável juntem dinheiro mais rápido, já que os dois poderão colaborar e aplicar grana na mesma conta. Se o objetivo for fazer uma viagem ou comprar um carro, por exemplo, a conta conjunta entra como uma excelente ferramenta para centralizar os recursos.

Outro benefício está no controle dos gastos para as pessoas que moram junto. Afinal, com essa conta, torna-se possível acompanhar todas as movimentações e transações, e até mesmo restringir operações, no caso da conta não-solidária.

Desvantagens

Por outro lado, a conta conjunta pode oferecer alguns pontos negativos para quem gosta de ter privacidade em relação aos ganhos e gastos. Ainda em relação à transparência, vale entender se cada pessoa enviará para a conta conjunta de forma separada, ou se o salário e outros ganhos serão recebidos por todos na mesma conta.

Outra desvantagem é que todas as movimentações envolvem o dinheiro que está na conta, fazendo com que isso seja um ponto negativo, caso alguém gaste mais do que deveria.

Isso fica ainda mais provável de acontecer no caso das contas solidárias, na qual qualquer titular pode realizar transações e usar os cartões sem precisar do consentimento do outro.

Como abrir conta conjunta?

A abertura de uma conta conjunta é extremamente parecida com a da conta tradicional. A única diferença é que esta envolve mais pessoas. Os interessados devem apresentar documentos, como RG e CPF, e comprovantes de renda e residência.

Apesar disso, é importante lembrar que cada instituição pode exigir documentos e requisitos diferentes, bem como o preenchimento de formulários de todos que desejam ser titulares da conta.

Se o banco for digital, basta seguir todas as orientações solicitadas no site ou aplicativo. Caso contrário, vá até a agência bancária mais próxima e faça o processo de abertura acompanhado de um atendente.

Qual banco oferece conta conjunta?

A maioria dos bancos que oferecem conta conjunta são os tradicionais. Confira uma lista e esclareça suas dúvidas:

  • Itaú;
  • Caixa Econômica Federal;
  • Banco do Brasil;
  • Santander;
  • Sicoob;
  • Digi+.

O que acontece se um dos titulares falecer?

Nesse caso, é necessário informar ao banco o ocorrido para que todas as medidas necessárias sejam tomadas.

A conta conjunta simples fica impossibilitada de ser movimentada, já que exige o consentimento de todos os titulares. Sendo assim, deve ser encerrada e o valor precisa ser devolvido de acordo com a legislação.

No caso das contas solidárias, na qual os titulares vivos podem realizar movimentações sempre que quiserem, o valor depositado pode ser inventariado, tornando o processo de devolução do dinheiro um pouco mais burocrática.

Descomplicamos?

Nossa missão é descomplicar todos os assuntos sobre finanças e economia, bem como te auxiliar a encontrar o produto financeiro ideal. Consulte o seu CPF no Portal da Foregon e receba as melhores ofertas de cartão, conta digital e empréstimo, de acordo com o seu perfil.

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas e empréstimos.

Consultar CPF grátis
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram
Até a próxima!
Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Leonardo Jacomini

Jornalista, produtor de conteúdo e apresentador. Filme ou série, série ou filme? Aliás, tem os livros também! Escolho do nada e embarco em cada história. Amo escrever sobre finanças ou coisas que ajudem as pessoas, mas a área de vídeo é onde me sinto plenamente em casa. - Fez parte do time Foregon de 2017 a 2020 -

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Como Saber se meu Nome Está no SPC?

Parcelamento Enel: como parcelar suas contas atrasadas

Negocia Fácil Claro: veja como negociar dívidas com condições especiais

Oi Negocia: veja como consultar e quitar as suas dívidas

Nome limpo ou sujo? Consulte o seu CPF e descubra!

Desendivida Santander: soluções de crédito para você

Consolidação de dívidas: conheça e veja como unificar suas pendências

Empréstimos Caixa: conheça todas as modalidades