Foregon.comConteúdos

3 dicas para fazer um cartão de crédito mesmo com nome sujo

Por Leonardo JacominiPublicado em
Compartilhe

Ninguém gosta de tomar um calote, não é mesmo? Sendo assim, os bancos pensam a mesma coisa no momento de conceder um cartão de crédito aos seus possíveis clientes, por isso analisam o histórico do consumidor.

Portanto, eles usam diversas técnicas na análise de crédito e várias delas são para entender se, quem está pedindo o cartão, terá condições financeiras para pagar as suas faturas. Esse é o principal motivo de muitas pessoas com o nome sujo não conseguirem aprovação de crédito.

Análise de crédito

A consulta na pontuação do CPF junto a empresas especializadas como Serasa e Boa Vista é importante, mas nem sempre ter o nome listado nesses registros significa que o seu cartão de crédito será recusado.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Você sabe o que significa score de crédito? Essa é uma das muitas ferramentas utilizadas para analisar o cliente com baixas, médias e altas chances de pagarem suas contas. A pontuação varia entre 0 a 1000 e é baseada no perfil e informações de cada pessoa.

Lembramos também que, muitas vezes, o score não é o mais importante. Como dito antes, é só mais uma forma de avaliação. Quem dá a palavra final é a administradora do cartão de crédito.

Agora que você já sabe como funciona a análise de crédito, vamos conhecer alguns cartões que podem ser aprovados mesmo estando com o nome no vermelho:

Dica 1: considere um cartão pré-pago

Você sabe o que é cartão pré-pago? Eles não passam por uma análise de crédito e nem de renda, por isso é bem mais fácil conseguir a aprovação de um deles. Basta preencher um cadastro, pagar o boleto e o cartão chegará ao endereço informado em alguns dias.

Mas aí você se pergunta: por que eu quero deixar o meu dinheiro em um cartão pré-pago? Veja os benefícios do cartão pré-pago:

  • Compre pela internet, em lojas virtuais, jogos e serviços de streaming, como Netflix e Spotify;
  • Aceito normalmente em diversos estabelecimentos;
  • Sem necessidade de comprovação de renda;
  • Possibilidade de pagamentos de contas, recarga de celular e saques;
  • Sem consulta ao SPC e SERASA;
  • Perfeito para usar em viagens;
  • Controle melhor os gastos da sua família e dos seus filhos.

Dica 2: encontre um cartão de crédito adequado à sua renda

Alguns cartões exigem que o solicitante tenha uma renda mínima para poder enviar a sua solicitação. Geralmente, isso acontece porque os bancos precisam fazer análises para decidir quanto de crédito eles podem liberar para cada cliente.

Por isso, solicitar um cartão de crédito adequado à sua renda aumenta as chances de aprovação. E é importante que você seja sincero no momento de informar seus dados.

Fique atento: cartões de crédito sem anuidade

Cartões deste tipo nem sempre são os mais fáceis de serem aprovados. Geralmente, os cartões de crédito sem anuidade possuem uma análise de crédito mais apurada e por um motivo simples.

Imagine que você empreste o seu dinheiro e não cobre nada por isso. Imaginou? Para quem você emprestaria o seu dinheiro? Acreditamos que seja para pessoas que você confia e que não te dariam um calote.

Os bancos podem pensar a mesma coisa que você. Por isso, eles vão querer aprovar esse tipo de cartão apenas para clientes que eles conheçam bem.

Dica 3: procure aumentar o seu score de crédito

Vamos ser sinceros com você: não é muito fácil solicitar um cartão com o nome sujo. Como falamos antes, é como emprestar dinheiro a alguém, e é preciso confiança.

Mas solicitar um cartão de crédito pré-pago, como mostramos neste post, é um bom começo para você organizar suas finanças e ter rotatividade de crédito em seu nome. Isso aumenta as chances de ser aprovado no futuro, e ter um cartão de crédito ainda melhor.

Se possível, procure negociar suas dívidas com os bancos e analise as propostas. Um empréstimo pode ser uma boa saída, já que em algumas vezes apresenta uma taxa de juros menor do que a do cartão e você quita suas dívidas.

Abra um Cadastro Positivo nos sites de proteção ao crédito pois, desta forma, toda conta que você quitar, entrará nesse registro, podendo aumentar seu score rapidamente.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Leonardo Jacomini

Jornalista e Produtor de Conteúdo Multimídia. Gosta de escrever sobre dicas úteis para o dia a dia, ainda mais quando o tema é economizar. Adora livros e assistir filmes e séries em seu tempo livre.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Como sair do vermelho

    Dívida atrasada de cinco anos: o que fazer?

  • Como sair do vermelho

    Como a Selic a 5% afeta a sua vida?

  • Como sair do vermelho

    Saiba como ganhar dinheiro com aluguel de ações

  • Como sair do vermelho

    Endividamento: conheça os fatores psicológicos

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Como sair do vermelho