Como escolher um cartão de crédito

Como você vai pagar? A pergunta feita no caixa, provavelmente, já foi pré-definida por você bem antes. Usar o cheque ou cartão de crédito? Ou ainda prefere pagar com o dinheiro na mão?

Quando o assunto é dinheiro, o mais certo a se fazer é um planejamento financeiro. Aliás, você já pensou nisso para o próximo ano? Fazendo sua programação de gastos, você evita sufocos e pode contar com uma reserva quando precisar.

Muitas dúvidas surgem na hora de procurar um crédito. Como por exemplo, se é melhor um cartão ou um empréstimo, cheque ou cartão de crédito… E no post de hoje a gemente te mostra algumas diferenças na hora de escolher como pagar. Mas tenha em mente que, você deve partir do gasto consciente.

Cheque ou cartão de crédito?

Para começar, você deve lembrar que, as duas opções se tratam de um “empréstimo”. Ou seja, o dinheiro é emprestado e deve ser devolvido. Entretanto, quando o valor é devolvido ao banco, o cliente paga juros.

Tanto quanto o cheque ou cartão de crédito, possuem altas taxas de juros, no caso de inadimplência. No caso do cheque especial, que é quando o cliente passa do limite estipulado em sua conta, os juros são exorbitantes.

Mas, fazendo uma média, os juros do cheque especial podem chegar aos 13%, enquanto do cartão pode ultrapassar os 15%. Mas ainda não é meio definitivo para bater o martelo e escolher o meio de pagamento.

Segundo o Banco Central, em uma pesquisa feita no ano passado, revela que no Brasil, durante o ano de 2015, foram gastos R$ 678 bilhões em transações no cartão de crédito e R$ 390 bilhões no cartão de débito, o que representou um aumento de 9% e de 12%, respectivamente, em relação ao ano anterior.

Quanto ao cheque, no mesmo ano, essa forma de pagamento caiu 12% e o valor transacionado em cheques teve redução de 9%. Isso não só mostra a mudança do uso pelos clientes, mas também a aceitação no comércio.

Cartão de crédito

Aqui no blog, sempre falamos em praticidade e facilidade, aliás, quem não gosta? O cartão de crédito então ajuda e muito no nosso dia a dia. Nós já demos 6 dicas para você usar o cartão de crédito. Veja então as vantagens de pagar com um dinheiro de plástico.

Segurança

Isso ninguém pode negar. Tanto para os clientes, quanto para os comerciantes, o cartão de crédito é um aliado a segurança. Para os lojistas, o pagamento é aceito ou não pela maquininha, evitando o temido “cheque sem fundo”.

Já para os clientes, um cartão de crédito pode representar menor perigo, já que andar com dinheiro por aí, não é nada legal. Se precisar bloquear ou cancelar, pelo celular mesmo, é possível fazer a solicitação.

Parcelamento

Um dos benefícios mais procurado pelos usuários. Poder comprar agora e pagar somente o mês que vem é ótimo, e se usado com cuidado, pode ser uma grande ajuda ao controle financeiro.

Já com o cheque, é aquele trabalhão em ter que preencher várias folhas. E se acabar o talão, tem de esperar o outro chegar. Nada prático né? Lembre-se que parcelar suas compras no cartão, compromete seu limite.

Por exemplo, se comprar uma geladeira por 2 mil e seu limite é de 3 mil, lhe sobrarão mil reais como milite, mesmo parcelado. Supondo que são 10 parcelas de R$200, a cada mês pago, o valor da parcela será creditado ao limite.

Internet

Sem dúvidas, uma das melhores vantagens. Para comprar na internet, é preciso pagar boletos ou usar o cartão. Uma vez que o produto tem um valor maior, o benefício de parcelar, é feito somente pelo cartão de crédito.

Acompanhamento

Com o celular, você pode acompanhar seus gastos detalhadamente e ainda conferir seu limite disponível. Além de poder pagar suas contas sem sair de casa. Nada de ficar em filas enormes de agências.

Aceitação

Você viajou nos ultimamente? Nas cidades turísticas principalmente, o cheque é pouco aceito. Pela segurança e praticidade, os comerciantes estão aceitando cada vez menos o pagamento com cheque.

Já o cartão tem ampla aceitação. É difícil de encontrar alguma loja ou prestadora de serviços, que não aceite o cartão de crédito. Na hora de escolher um cartão, lembre-se de escolher uma bandeira que seja bem aceita. Pois é ela quem vai validar se o estabelecimento pode receber o pagamento.

Benefícios

 

O cheque, que é oferecido pela agência bancária, na maioria das vezes, não oferece nenhum benefício para seus clientes. Já o cartão, além de benefícios da instituição que o emite, tem os benefícios da bandeira. Promoções, descontos e privilégios, são alguns deles.

Gosta de viajar? Os programas de milhagens também são um atrativo para os clientes. Você recebe pontos a cada compra feita. Sendo convertido em dólar, os pontos acumulados podem ser trocados por passagens áreas.

Sem taxas

Para usar o cheque, o cliente geralmente, paga taxas para o serviço. Em contraponto, existem os cartões de crédito que não cobram pela anuidade. Como no caso do Nubank, Digio e Meu Pag!

Afinal, cheque ou cartão de crédito?

Isso sempre vai depender do cliente. O cheque, necessariamente depende de uma conta corrente. Já o cartão não necessita ter conta em baco. Mas quando você usa o cheque especial, por exemplo, os juros são cobrados até o cliente quitar. Já o cartão é necessário esperar o mês seguinte para pagar os juros, quando usado o rotativo.

Se você é uma pessoa controlada, e consegue pagar suas contas tranquilamente, nós indicamos o cartão de crédito. Senão, é melhor pensar antes. Mas também existem os cartões de crédito, feito para quem nunca teve a experiência com o dinheiro de plástico.

Geralmente ele contém um limite mais baixo, possibilitando que o cliente não gaste mais do que tem e se organize financeiramente. Ideais para as compras do dia a dia.

Gostou do nosso post? Se inscreva ao final da página e não perca nada. Se tiver dúvidas ou sugestões, deixe nos comentários. Até a próxima!

Este conteúdo foi útil para voce? 1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
Loading...