Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Como Calcular os Juros Rotativos do Cartão de Crédito em 2024?

Por Victor BrisolaPublicado em

Os juros rotativos do cartão de crédito são uma das taxas mais caras do mercado, por isso, é indicado evitá-las ao máximo.

Se você não conseguiu efetuar o pagamento total da fatura do cartão de crédito, saiba que é preciso se organizar para não estourar o orçamento dos próximos meses.

Muitos imaginam que pagar o mínimo do cartão de crédito é o suficiente, mas isto é um mito. Se não for possível realizar o pagamento total, pague o maior valor, pois desta forma, os encargos que são gerados pelos juros serão minimizados.

Iremos esclarecer a dúvida sobre o funcionamento dos juros rotativos. Confira:

O que você procura?

 O que são os juros rotativos e como funcionam?

Basicamente, quando a fatura total do cartão de crédito não é paga, o banco "disponibiliza" uma quantia em crédito para o valor em aberto, mas ele é cobrado com juros até o pagamento total. E por não dispor de contratos ou garantias de pagamento, as instituições financeiras colocam lá os juros no alto, competindo diretamente com os do cheque especial.

Outra informação importante que deve ser recordada, é que os juros rotativos só podem ser utilizados por 30 dias. Após este prazo, os bancos são obrigados a transferir a dívida para o crédito parcelado, o que pode desencadear em uma grande bola de neve.

Como efetuar o cálculo dos juros rotativos?

Antes de iniciar o cálculo, é necessário saber qual o valor mínimo de pagamento e quais são as taxas de juros cobradas pela sua instituição financeira. Essas informações podem ser encontradas no aplicativo, no site do banco, no contrato do cartão ou ao ligar diretamente para instituição.

Confira o passo a passo

  1. Selecione o total da fatura e subtraia pelo valor que será pago, respeitando o pagamento mínimo. O valor que resultar será o que você vai dever a operadora;
  2. Agora, pegue o valor que sobrou e multiplique pela porcentagem referente aos juros, mas lembre-se que o valor em porcentagem deve ser dividido por 100 para ficar na forma decimal, por exemplo, 6% como 0,06. O resultado será apenas o valor pago em juros;
  3. Logo após, calcule o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) mensal e o diário, de 0,38% e 0,0082%, respectivamente;
  4. Some os valores. O resultado será a quantia que deverá ser paga no próximo mês.

Exemplo

Vamos utilizar um valor total de R$ 2.000 gastos no cartão, o mínimo pago é de R$ 300 e os juros são de 9% ao mês. Ou seja, o valor que não foi pago é de R$ 1.700.

Os juros em forma decimal ficam em 0,09 (9 ÷ 100), este exemplo também se encaixa para o cálculo de outras porcentagens.

Operação Cálculo Total
Juros sobre o rotativo 1.700 x (1 + 0,09)  R$ 1.853
IOF mensal 1.700 x 0,0038 R$ 6,46
IOF diário para 30 dias 1.700 x 0,000082 x 30 R$ 4,18
Valor a ser pago 1.853 + 153 + 6,46 + 4,18 R$ 2.016,64

Para localizar o juros do rotativo, é necessário subtrair os R$ 1.853 dos R$ 1.700 e logo, teremos R$ 153 em juros.

Score Grátis é na Foregon!

Monitore seu CPF e proteja seu nome contra fraudes.

Consultar CPF grátis
⭐⭐⭐⭐⭐ + 2.848.551 pessoas já consultaram

Mudanças nos juros rotativos do cartão de crédito em 2024

E olha só, quem lida com cartão de crédito vai respirar aliviado agora em 2024. 

O governo finalmente colocou um freio nos juros do rotativo, caindo de absurdos 431,6% ao ano para no máximo 100%. Isso significa que, em vez de ver sua dívida de R$ 100 saltar para R$ 531,60 em um ano, o máximo que você vai pagar agora é R$ 200. É uma mudança e tanto!

E tem mais: a partir de julho deste ano, você vai poder transferir sua dívida de cartão para outro banco sem custo nenhum. Isso vai esquentar a briga entre os bancos, que vão ter que oferecer melhores condições para não perder cliente.

Agora, sobre as faturas: elas vão ficar mais fáceis de entender. Vai ter destaque para o total, data de vencimento, limite disponível e até as opções de pagamento, mostrando o mínimo, os juros futuros e o tal do CET — o custo efetivo total.

Resumindo, essas mudanças são um grande avanço para proteger você, consumidor. Os limites de juros mais justos, a opção de mudar a dívida de lugar sem custo e as informações mais claras nas faturas vão te ajudar a ter um controle muito melhor do seu cartão de crédito. Isso significa uma relação mais justa e equilibrada com os bancos.

Perguntas frequentes

O que significa juros rotativo do cartão de crédito?

O juros rotativo no cartão de crédito é uma taxa aplicada ao saldo não pago da fatura após o vencimento. Eles são limitados a 30 dias e, após isso, a dívida passa para crédito parcelado, podendo acumular mais encargos.

Como funciona o juros rotativo?

O juros rotativo funciona quando o total da fatura do cartão de crédito não é pago. A quantia não quitada é sujeita a juros altos até o pagamento completo, e deve ser convertida em crédito parcelado após 30 dias.

Qual a taxa de juros rotativo?

Com a nova regra do governo federal, os juros do rotativo de cartões de crédito agora são limitados a 100% do valor da dívida anualmente. Antes de 2024, a média era de 431,6% ao ano, podendo dobrar a dívida em 12 meses.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Victor Brisola

Redator especializado em produtos financeiros e score de crédito, formado em Jornalismo pela Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação de Sorocaba. Com interesse e curiosidade pelo mercado financeiro, é movido pela paixão em unir a arte da narrativa jornalística com a otimização para motores de busca.

Ver todos os posts

Leia também

Sala VIP Aeroporto Salvador: Como Acessar e Benefícios

Cartão Pão de Açúcar Gold com anuidade gratuita?

Azul Cartões Itaú: Escolha o seu Aproveite os Benefícios

Análise Completa do Inter Loop: Realmente Vale a Pena?

Cartão Besni: Solicitação, Anuidade e Benefícios

Como Acumular Milhas Nubank: Descubra Agora se é Possível

Entenda o Significado da Sigla APMX na Fatura do Cartão

Onde Fazer o Cartão TOP: Vantagens e Como Pedir o Seu