Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Saiba qual investimento rende mais que a poupança

Por Thais SouzaPublicado em

A poupança é o investimento mais tradicional entre os brasileiros, mas hoje, quando comparada com outras aplicações, tem um baixíssimo rendimento. Em alguns casos, por exemplo, o retorno pode até ser negativo depois de descontada a taxa de inflação, o IPCA. Pensando nisso, neste artigo vamos tirar sua dúvida sobre qual investimento rende mais que a poupança.

Por que a poupança não é a melhor opção?

Muitas pessoas ainda preferem investir na poupança por conta da segurança que esse tipo de aplicação oferece.

Basicamente, a poupança é um tipo de conta bancária com rendimento mensal. No entanto, como seu rendimento acompanha a inflação, em alguns casos o investidor pode ter um retorno negativo.

Em 2021, o rendimento anual da poupança foi de apenas 2,94%. No mesmo período, se formos calcular esse rendimento com uma inflação de 10,06%, o retorno da poupança foi negativo. Portanto, os brasileiros que tinham valores aplicados na caderneta perderam dinheiro.

O principal motivo que faz com que a poupança não seja uma boa opção é que o seu rendimento é muito baixo. Hoje, algumas contas digitais pagam mais do que a poupança. Quando comparada a outros investimentos, como Tesouro Selic e CDB, por exemplo, a diferença é ainda maior.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Qual investimento rende mais que a poupança?

Entre os investimentos melhores que a poupança e com rendimento maior estão: Tesouro Direto, CDBs, LCI, LCA, Fundos de Investimentos e Fundos Imobiliários. Abaixo vamos falar um pouco mais sobre eles.

Tesouro Direto – emprestando dinheiro para o governo

O Tesouro Direto é um investimento de Renda Fixa onde o título é emitido pelo Tesouro Nacional, órgão do governo do país. Basicamente, quem investe no Tesouro Direto "empresta" seu dinheiro para o governo que, por sua vez, devolverá o valor na data de vencimento do investimento acrescido dos juros acumulados, ou melhor, o rendimento da aplicação.

Por ser um investimento atrelado ao governo do país, o Tesouro Direto é uma das opções mais seguras do mercado e ainda rende mais do que a poupança.

CDB – emprestando dinheiro para os bancos

Da mesma forma que no Tesouro Direto você "empresta" seu dinheiro para o governo, no CDB você empresta para os bancos.

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é outra modalidade de investimento mais rentável que a poupança e com risco muito baixo. Isso porque, ao investir no CDB, seu dinheiro é garantido pelo FGC, um fundo que devolve até R$ 250 mil investidos caso o banco quebre.

Grande parte dos CDBs oferecidos pelo banco rendem 100% do CDI. Nesses casos, o rendimento é maior do que da poupança.

LCI – setor imobiliário

LCI é a sigla para Letras de Crédito imobiliário, que são investimentos no mercado imobiliário brasileiro. É uma modalidade muito segura, já que conta com a garantia do FGC, que assegura até R$ 250 mil, caso a instituição que vendeu a LCI venha a ter dificuldades financeiras.

LCA – investimento no agronegócio

Já no LCA, o dinheiro dos investidores é usado pelas instituições para impulsionar investimentos no setor de agronegócio. Esse investimento tem isenção de Imposto de Renda e você ainda conta com a garantia do FGC.

Fundos de investimentos

Investir em Fundos de investimentos é uma ótima opção, já que você terá um gestor profissional conduzindo a administração e a estratégia do Fundo. Neste tipo de aplicação, o investidor compra cotas que vão ser aplicadas nas melhores opções de investimento do mercado, como:

  • Fundos de Renda Fixa;
  • Fundos de Ações;
  • Fundos Multimercados;
  • Fundos Cambiais;
  • Fundos de dívida;
  • ETFs e FIIs.

Fundos imobiliários – investindo no mercado de imóveis

Se você já é um investidor de perfil moderado ou arrojado, saiba que na Renda Variável existem investimentos muito rentáveis e com risco menor, como é o caso dos Fundos imobiliários (FIIs).

Nesta opção você pode lucrar de duas maneiras: com a valorização do preço das cotas e com os rendimentos obtidos a partir da exploração comercial do portfólio do Fundo.

Funciona da seguinte maneira: você investe ao adquirir uma cota de um FIIs na Bolsa de Valores. Você e as outras pessoas que investiram naquele fundo reúnem recursos que serão usados para a compra ou construção de imóveis.

Após a venda ou locação desses imóveis, os investidores recebem parte do lucro de acordo com o número de cotas que compraram. É como receber um aluguel de um inquilino sem ser realmente dono de um imóvel.

Você também vai gostar de saber!

Dica Foregon

Se você está sem dinheiro para investir, saiba que pode contratar um empréstimo para tirar seus planos do papel. No site da Foregon você consulta seu score gratuitamente e ainda conhece opções de empréstimo e outros produtos financeiros que mais têm chances de aprová-lo.

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas e empréstimos.

Consultar CPF grátis
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Descomplicamos?

E ai, gostou de saber quais investimentos rendem mais que a poupança? Não se esqueça de deixar o seu "gostei" e compartilhar esse conteúdo com outras pessoas que ainda investem na caderneta da poupança.

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

LCI: entenda o que é e como funciona esse investimento

Qual é o valor da taxa CDI hoje? Saiba como acompanhar

O que são ações ordinárias?

ETF de criptomoedas: saiba como funciona e quais as opções na B3

LCA: o que é e como funciona esse tipo de investimento?

Saiba qual investimento rende mais que a poupança

Qual o melhor investimento hoje?

Consigo lucrar mesmo com a queda da bolsa de valores?