Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Quem tem o nome sujo pode fazer o cartão Nubank?

Por Camila SilveiraPublicado em

Por ser uma empresa que oferece um cartão de crédito isento de taxas e tarifas, o Nubank é procurado por muitas pessoas. E, como todos sabem que a maioria das instituições fazem uma análise de crédito antes de conceder um cartão, será que com o Nubank é diferente? Confira essas informações e veja se quem está negativado pode ser um cliente roxinho. 

Como é feita a análise de crédito do Nubank?

O Nubank analisa todos os pedidos de cartões de crédito para evitar inadimplências e fraudes. Portanto, essa análise começa desde o momento em que o solicitante se inscreve e envia os seus dados para a empresa. A partir do nome e CPF, são coletados dados de histórico de consumo, crédito e pagamentos.

Saiba que, se uma pessoa foi indicada via e-mail por um amigo que já é cliente do Nubank, isso pode diferenciar o seu perfil na análise. A partir de algumas informações, a empresa agrupa os demais clientes em centenas de perfis diferentes. 

Resultado da análise de crédito do Nubank

A partir do momento em que o Nubank agrupa todos os dados, cada perfil é classificado em três categorias diferentes:

  • Os perfis que se encaixam no primeiro grupo recebem o convite para fazer o cartão de crédito em até uma semana;
  • Os perfis que se encaixam no segundo grupo recebem o convite nos próximos 90 dias, dependendo do resultado de alguns testes;
  • Os perfis que se encaixam no terceiro grupo não recebem o convite, mas podem solicitar uma nova análise após 6 meses. 

Quem tem o nome sujo pode fazer o cartão Nubank?

Tendo em vista que nem todas as pessoas passam pela análise de crédito, é pouco provável conseguir o cartão roxinho com restrições no nome em serviços de proteção ao crédito como o SPC e Serasa

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

No entanto, a empresa oferece um cartão de crédito com um limite de R$ 50 para quem não foi aprovado na análise. Talvez, essa seja uma boa forma de se incluir novamente no mercado de crédito para, futuramente, conseguir limites maiores.

É possível fazer cartão de crédito com o nome sujo?

Apesar da maioria dos bancos fazerem uma rigorosa análise de crédito, algumas empresas dispensam a consulta ao SPC/Serasa, não exigem comprovação de renda e nem abertura de uma conta bancária. 

Essas empresas buscam outras formas de garantir o pagamento da fatura e oferecem produtos financeiros como o cartão pré-pago e cartão de crédito consignado. Conheça essas duas modalidades e veja se é o que você está buscando.

Cartão pré-pago

É uma modalidade que não requer uma conta bancária e o melhor de tudo: não são feitas consultas aos órgãos de proteção ao crédito. Portanto, pessoas que estão no vermelho ou que têm o score baixo podem solicitar esse cartão. 

Para utilizar um cartão pré-pago, basta recarregá-lo e iniciar as compras. Portanto, lembre-se: é impossível gastar mais dinheiro do que se tem. Essas recargas podem ser feitas via boleto bancário ou depósito.

Com um cartão pré-pago, é possível realizar compras na internet, assinar serviços de streaming e comprar em diversos estabelecimentos que aceitam cartão de crédito. Por outro lado, é necessário avaliar todas as taxas de adesão, mensalidade, recarga e saque para ver se esse produto é ideal para você. 

Cartão de crédito consignado

Para fazer um cartão de crédito consignado, é necessário ser funcionário público, aposentado ou pensionista do INSS, funcionário das Forças Armadas ou trabalhar em uma empresa privada no regime CLT. 

A pessoa que pedir o cartão de crédito consignado não passará por uma consulta do SPC/Serasa, mas é válido ressaltar que a empresa financeira poderá fazer uma análise de crédito para definir o limite do cartão e verificar a margem consignável, que não poderá ultrapassar 5% da renda mensal do cliente.

E aí, descomplicamos?

Esperamos ter esclarecido todas as suas dúvidas. Caso for solicitar qualquer tipo de cartão, procure aquele que melhor atenda suas necessidades, tenha um bom relacionamento com o banco e aproveite todos os benefícios.

Esperamos ter ajudado. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Santander aumenta limite de cartões de crédito para pagamento de boletos

Santander AAdvantage: confira os cartões com um ano de anuidade grátis

Cartão de crédito clonado: conheça três sinais de que você pode ser uma vítima

Use Elo: conheça o programa que reúne as vantagens do seu cartão

3 indicadores financeiros que você precisa conhecer

Cartão de crédito PJ: como escolher a melhor opção?

Comparativo: PicPay Card ou cartão de crédito Nubank?

Compra no cartão de crédito: quanto tempo demora para ser aprovada?