Foregon.comConteúdos
    1. Educação financeira

    Score médio: guia completo

    Por Luma HolandaPublicado em
    Compartilhe

    A palavra score significa, em português, placar, ou até mesmo soma de pontos. O score de crédito é uma pontuação que representa a forma como você é visto como consumidor. 

    Através de uma pontuação que vai de 0 a 1000, o score mostra a reputação da sua vida financeira e, quanto mais próximo do número 1000 você estiver, melhor, já que a maioria das instituições financeiras avaliam esse número antes de te conceder qualquer crédito. 

    O objetivo do score de crédito é mostrar, através da sua pontuação, quais são as chances de você honrar ou não os seus compromissos financeiros nos próximos 12 meses.

    Com essa pontuação em mãos, lojas e instituições financeiras decidem se irão te conceder crédito, financiamentos, empréstimos, dentre outros produtos e serviços financeiros. 

    O score de crédito é formado com base no seu histórico como consumidor, que avalia a sua pontualidade em pagar contas, se está ou já esteve com o CPF restrito, como é o seu relacionamento com o banco, se você tem uma boa movimentação de conta, dentre outras atividades.

    Se o seu score está entre 0 e 399, isso significa que ele é baixo. Se está entre 400 e 699, ele é médio. Agora, se a sua pontuação varia entre 700 e 1000, o seu score é considerado alto. 

    O que significa ter um score de crédito médio?

    Se o seu score de crédito está entre 400 e 699, você está no grupo de pessoas de score médio ou regular. Quanto mais próximo a sua pontuação estiver de 1000, maiores serão as suas chances de conseguir crédito aprovado no mercado. 

    Sendo assim, um score de crédito médio não é o pior cenário que um consumidor pode se encontrar, mas também não é o cenário ideal. Portanto é importante que você acompanhe a sua pontuação, com o objetivo de subir para a próxima categoria: score alto.

    Com um score médio, as empresas ainda podem ficar indecisas sobre te conceder crédito ou não e, como consequência, você pode ser reprovado em alguma solicitação, o que poderá prejudicar ainda mais a sua pontuação.

    Por essa e outras razões, é importante ter ciência do que pode ou não influenciar o score de crédito, porque, desta forma, você pode dar o primeiro passo para mudar a sua realidade. 

    Por que o seu score de crédito é médio?

    A definição do score é baseada no padrão de comportamento do consumidor ao longo do tempo, portanto, diversos fatores influenciam a sua pontuação e, se você souber quais são, será muito mais simples usá-los a seu favor.

    Pensando nisso, separamos as principais atitudes que podem influenciar o seu score, listando as razões mais comuns que dificultam que a sua pontuação aumente. Confira: 

    Você não movimenta a sua conta bancária

    As instituições financeiras veem o seu histórico para conhecer o seu perfil de consumidor, e se você não movimenta a sua conta, elas não terão dados suficientes para analisar, o que prejudicará a sua solicitação.

    Sendo assim, o ideal é que você tenha contas em seu CPF, possibilitando que os órgãos consigam visualizar o seu histórico de pagamentos. Vale lembrar que o mais importante é que você quite essas contas em dia.

    Você atrasa o pagamento das suas contas

    É importante que você fique atento ao vencimento de todas as faturas e boletos para evitar o atraso de pagamentos porque, se isso acontecer, você irá sujar o seu histórico, tornando uma aprovação de concessão de crédito mais improvável. 

    Procure pagar tudo em dia ou, se possível, até adiantado, já que tudo isso será levado em consideração na construção do seu score. 

    Você faz muitas solicitações de crédito 

    É fundamental que você saiba que o excesso de solicitações de crédito, principalmente num curto período, faz com que você perca pontos no score. Solicitar aumento de limite também não é bem visto e poderá te prejudicar. 

    O indicado é que você não solicite muitos produtos e serviços financeiros de uma só vez, porque isso pode ser visto como uma tentativa de golpe. E, sobre o limite, o ideal é que você espere que a própria instituição financeira decida se está no momento de aumentá-lo.

    Você não compra a prazo

    Assim como possuir contas em seu CPF é benéfico, fazer compras a prazo também pode te auxiliar, já que essas atitudes alimentam o seu histórico e movimentação bancária.

    Pagando todas as parcelas em dia, você possibilita que os birôs de crédito tenham uma visão mais clara do seu perfil de consumidor e, desta forma, eles aumentam a sua pontuação. 

    Você deixa os seus dados pessoais desatualizados

    Manter o seu cadastro atualizado é uma forma de mostrar transparência com os órgãos. Apenas com os seus documentos pessoais, comprovante de residência e telefone, você consegue atualizá-lo. 

    Com os seus dados pessoais atualizados, crescem as chances do seu score aumentar, já que desta forma as empresas sentem mais segurança sobre o lugar em que podem te encontrar. 

    Como aumentar um score de crédito médio?

    Assim como algumas ações prejudicam o seu score de crédito, outras podem te auxiliar e, se você segui-las, dificilmente não terá o seu objetivo alcançado. Ter ciência sobre o seu quadro e saber por onde começar é o ponto de partida. 

    Por isso, iremos listar algumas atitudes que irão te ajudar a aumentar a sua pontuação ou até mesmo mantê-la. Confira: 

    • Se você estiver inadimplente, é fundamental que você deixe o seu CPF regular;
    • Não solicite muitas concessões de crédito num curto espaço de tempo;
    • Pague as suas faturas sempre em dia e, se possível, até insira contas fixas mensais no débito automático;
    • Procure fazer movimentações na sua conta;
    • Mantenha os seus dados pessoais atualizados nos birôs de crédito.

    Importante lembrar que, mesmo seguindo estas instruções, a sua pontuação não irá aumentar de um dia para o outro. O score de crédito é consequência do comportamento de várias atitudes tomadas ao longo dos últimos meses. 

    Cadastro Positivo

    Você provavelmente já ouviu falar do Cadastro Positivo, certo? Até a sua criação, a única forma de analisar o comportamento dos consumidores era através do histórico de inadimplência.

    O Cadastro Positivo surgiu para reverter essa realidade, como um histórico cujo objetivo é reunir dados sobre a adimplência dos consumidores, registrando a pontualidade no pagamento de contas. 

    Sendo assim, com o Cadastro Positivo, em seu histórico conterá informações sobre o pagamento de contas fixas, como água, luz, telefone, internet, dentre outros. Empréstimos e financiamentos realizados também entram no registro.

    Ao mostrar dados sobre o seu comportamento como consumidor a longo prazo, o Cadastro Positivo se torna um ótimo aliado, não permitindo que apenas as suas dívidas sejam levadas em consideração na construção do seu score de crédito. 

    Além de influenciar a sua pontuação, com o Cadastro Positivo as chances de você conseguir alguma concessão de crédito no mercado aumentam. Conseguir financiamentos e empréstimos com menores taxas de juros é outra vantagem que este serviço pode oferecer, dependendo da política da instituição.

    Mitos e verdade sobre score de crédito

    Muitas informações sobre o score de crédito são disseminadas diariamente e é importante que você saiba diferenciar o que é verdade do que não é. Pensando nisso, separamos as perguntas mais frequentes sobre o assunto, para que você não tenha mais nenhuma dúvida sobre o assunto. 

    A consulta de score de crédito é gratuita?

    Verdade. Vários sites disponibilizam a consulta gratuita ao CPF.  

    Inserir CPF na nota fiscal aumenta o meu score de crédito?  

    Mito. A inserção do CPF na nota fiscal não é levada em consideração na construção do seu score. 

    O meu score diminui se eu fizer muitas consultas?

    Mito. Você pode consultar o seu score de crédito quantas vezes quiser. 

    Nome limpo é sinônimo de score alto?

    Outro mito. Se você já esteve negativado, por exemplo, mesmo que tenha quitado a dívida, isso ainda poderá refletir na sua atual pontuação. 

    Consigo concessões de crédito com score baixo?

    Verdade. Algumas instituições podem, sim, te aprovar, mesmo com o score de crédito baixo. Vale lembrar que é pouco provável, mas é possível. 

    O score aumenta se o consumidor tiver renda alta?

    Mito. O score de crédito é construído com base no comportamento do consumidor, não em sua renda. 

    Pagar à vista ou no débito aumenta o score?

    Mito. O que é levado em consideração, é a sua responsabilidade em quitar as suas contas dentro do prazo.

    O meu nome só pode ficar sujo por 5 anos? 

    Verdade. Após 5 anos, as suas dívidas desaparecem do seu cadastro, mas não deixam de existir e podem continuar afetando suas solicitações de crédito.

    O score sobe logo após o pagamento da dívida?

    Mito. A pontuação do score é formada a partir do seu comportamento como consumidor ao longo dos últimos meses, portanto levará um tempo para que você note a diferença.

    Considerações finais

    Mesmo com um score considerado razoável, você deve ficar atento a sua pontuação, para que não tenha maiores problemas caso ela diminua. Com um score médio, você ainda pode ser reprovado em solicitações de crédito, portanto, o ideal é que busque aumentar a sua pontuação. 

    Vale ressaltar que a pontuação é o resultado de ações realizadas nos últimos meses, sendo assim, você não verá mudanças de um dia para o outro, mas com planejamento e paciência, não será difícil conquistar um score alto.

    Ainda não sabe em qual categoria se encontra? Você pode consultar o seu CPF sem sair de casa e gratuitamente. Caso tenha se interessado pelo assunto, você também pode gostar de ler:

    Gostou? Deixe seu curtir
    Compartilhe nas suas redes sociais

    Leia a seguir

    • Educação financeira

      Os melhores sites e aplicativos sobre educação financeira

    • Educação financeira

      Educação financeira será matéria obrigatória nas escolas

    • Educação financeira

      10 lições sobre dinheiro que você precisa saber

    • Educação financeira

      Por que é importante ter uma boa educação financeira?

    Ver mais conteúdos

    Veja o que estão comentando

    Cadastre-se e receba grátis as melhores dicas e conteúdos sobre o mundo financeiro
    Ainda não tem uma conta?