Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Score de crédito: guia completo

Thais SouzaPublicado em

O score de crédito funciona da mesma forma que suas notas na escola ou faculdade. Mas invés de definir o seu conhecimento em determinada matéria, essa pontuação é calculada a partir dos seus hábitos como consumidor, ou seja, você recebe uma "nota" de acordo com as suas atividades financeiras.

Por se tratar da sua imagem financeira perante ao mercado, conhecer essa pontuação e entender como ela funciona é essencial. Por isso, separamos esse guia completo com todas as informações que você precisa saber para conquistar o score de crédito dos sonhos. Vamos lá?

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas e empréstimos.

Consultar CPF grátis
+ 150 mil pessoas já consultaram

Você encontra nesse artigo:

O que é e como funciona o score de crédito?

O score de crédito é uma pontuação calculada pelos bureuas de crédito do Brasil autorizados pelo Banco Central. Essa pontuação demonstra o potencial do consumidor de pagar uma dívida.

Ou seja, o seu CPF recebe uma nota de acordo com seus hábitos financeiros. Se você paga contas em atraso e tem maus hábitos, o seu score de crédito vai ser baixo, se paga tudo em dia, ele será alto ou médio.

Mas você deve estar se perguntando: para que serve essa pontuação? É bem simples, o comércio, os bancos e outras instituições financeiras acessam e analisam o seu score para decidir se aprovam ou não um produto ou serviço financeiro que você solicitou, como crediário, financiamento, empréstimo, cartão de crédito, dentre outras opções.

Da mesma forma que você dificilmente emprestaria dinheiro para alguém que não conhece, as instituições financeiras também têm esse receio. Por isso consultam o seu score antes de te conceder algum tipo de crédito.

Portanto, essa pontuação é essencial para que você passe confiabilidade para o mercado e tenha acesso às melhores ofertas e condições de pagamento.

Quais informações compõem o score de crédito?

Como dissemos anteriormente, o score de crédito é calculado através dos seus hábitos financeiros como consumidor. Mas você sabe quais informações são utilizadas para compor essa pontuação? Veja abaixo:

  • Seus dados cadastrais;
  • Negativações em seu nome;
  • Pagamento das contas em dia;
  • Relacionamento financeiro com as empresas;
  • Suas movimentações financeiras;
  • Histórico de compras parceladas;
  • Histórico de solicitação de crédito;
  • Seus pedidos de aumento de limite;
  • Cadastro Positivo.

Entenda as faixas de score de crédito

A pontuação divide os consumidores em três grandes grupos, que relacionam o score com a possibilidade de uma pessoa se tornar inadimplente. Essa pontuação vai de zero a mil. Quanto mais perto do mil, maior e melhor será o seu score, quanto mais perto do zero, maiores riscos de inadimplência. Os consumidores são classificados em:

  • Pontuação de 0 a 300: alto risco de inadimplência pelos próximos 12 meses;
  • Pontuação de 301 a 700 pontos: risco médio de inadimplência pelos próximos 12 meses;
  • Pontuação de 701 a 1000 pontos: baixo risco de inadimplência pelos próximos 12 meses.

Score de crédito alto e sua importância

O score de crédito é considerado alto a partir de 701 pontos. Quanto mais próximo do máximo, melhor será a sua pontuação. Como ele indica que você tem ótimos hábitos como consumidor, as instituições financeiras têm mais confiança em você.

Essa pontuação indica para o mercado que você paga suas contas em dia, movimenta suas contas bancárias, faz compras parceladas e atualiza sempre seus dados. Com essas informações, aos olhos das instituições financeiras, bancos, credores e o comércio, as chances de você quitar as suas dívidas nos próximos 12 meses são grandes.

Quais as chances de aprovação de crédito para quem tem score alto?

São altas. Quanto maior a confiança sobre você, melhores serão suas chances de aprovação de crédito. Portanto, quando você solicita empréstimos, financiamentos, cartões de crédito e outros produtos ou serviços financeiros com o score alto, as empresas que fornecem crédito terão mais tranquilidade em aprovar a sua solicitação.

O score alto não só aumenta as suas chances de ser aprovado como também possibilita que você tenha acesso às melhores ofertas de juros e condições de pagamento.

Tenho o score alto e mesmo assim não fui aprovado na análise de crédito. Por quê?

Algumas pessoas podem ter crédito negado mesmo tendo o score alto, e isso é algo muito comum de acontecer. Uma boa pontuação aumenta muito as suas chances de aprovação, mas não é uma garantia.

Isso porque cada empresa ou instituição financeira tem sua forma de fazer a análise de crédito e, portanto, pode ser que outras informações pesem mais na decisão do que o score de crédito.

Outro fator que pode influenciar na decisão é solicitar o produto ou serviço certo, que vai de acordo com  o seu perfil. Se você solicitar um cartão Platinum, por exemplo, que exige uma renda maior que R$ 7 mil mensais, mas sua renda é menor, as chances de reprovação são grandes, mesmo tendo um bom score de crédito.

Portanto, o ideal é escolher o produto ou serviço financeiro que mais se adequa ao seu perfil e necessidades. No site da Foregon, além de consultar seu score gratuitamente, nós listamos os produtos e serviços que combinam com o seu perfil e têm mais chances de aprovar a sua solicitação.

Score de crédito médio

Se a sua pontuação estiver entre 301 e 700, o seu score de crédito será médio ou regular. Isso quer dizer que o seu risco de inadimplência também é médio. Apesar de não ser o pior cenário, essa faixa de pontuação ainda não é a melhor opção.

Quais as chances de aprovação de crédito para quem tem score médio?

Depende muito da sua pontuação. Se o seu score está entre 301 e 600, as empresas ainda podem acabar ficando indecisas sobre sua reputação financeira e, como consequência, você pode ter a sua solicitação de crédito negada.

Já com o sore entre 601 a 700, sua pontuação está mais próxima do score alto, que é a partir de 701, portanto nesses casos as chances de aprovação são maiores.

É importante ressaltar que ter um score médio não é uma garantia de ser aprovado. O ideal é procurar produtos e serviços financeiros mais flexíveis, oferecidos por empresas e instituições financeiras que não são tão exigentes na análise de crédito.

Score de crédito baixo

Quem tem a pontuação de 0 a 300 possui um score baixo. Isso pode ser bem prejudicial para os consumidores, já que se trata da imagem financeira deles para o mercado.

Quando o score de crédito de alguém está baixo significa que aquela pessoa não tem bons hábitos financeiros, atrasa suas contas, não faz parcelamentos e movimentações na conta e também pode estar com o nome sujo. Isso tudo diminui a confiança que as empresas e instituições financeiras têm de você na hora de conceder crédito.

Os maus hábitos financeiros a inadimplência não são os únicos fatores que influenciam para que seu score de crédito seja baixo. Algumas pessoas têm o nome limpo e pagam as contas sempre em dia e mesmo assim se encontram nessa situação.

Isso acontece porque a falta de informações sobre os consumidores também é um problema. Quando você não movimenta sua conta, só faz compras à vista e não possui contas de cobrança registradas no seus nome, os bureaus de crédito não conseguem definir se você é um bom pagador, pois não têm dados suficientes sobre sua vida financeira.

Quais as chances de aprovação de crédito para quem tem score baixo?

Apesar de ser mais difícil, não é impossível conseguir um empréstimo, cartão de crédito ou financiamento tendo um score baixo. Algumas instituições financeiras são menos exigentes em relação a isso ou oferecem produtos e serviços financeiros exclusivos para esse tipo de consumidor.

Porém, mesmo que você consiga ser aprovado, as condições oferecidas não serão tão vantajosas como para quem tem score médio e alto. Por exemplo: se você conseguir um cartão de crédito, o limite será mais baixo, se conseguir um empréstimo, os juros serão maiores e as condições de pagamento podem não ser tão atrativas.

Qual a relação entre score de crédito e Cadastro Positivo?

O Cadastro Positivo é um banco de dados que contém o histórico de comportamento de crédito dos consumidores brasileiros, ou seja, informações sobre como você paga suas contas. Essa ferramenta é essencial, pois auxilia o consumidor a desenvolver um bom histórico de seu comportamento de crédito.

Os dados dos seus pagamentos são administrados pelos órgãos de proteção ao crédito, sendo os principais: Serasa, SPC Brasil e Boa Vista (SCPC). Após uma lei sancionada em 2019, inclusão dos nomes dos consumidores no Cadastro Positivo passou a ser automática. Antes, a adesão era voluntária.

Desde de meados de 2020 os dados do Cadastro Positivo passaram a complementar o score de crédito. Assim, o consumidor tem a chance de oferecer informações positivas sobre o pagamento de contas na base de cálculo do score, permitindo uma avaliação mais assertiva.

Quem pode consultar o meu score de crédito?

Ao contrário do que muitos pensam, as informações de score de crédito são muito seguras e só podem ser consultadas pela pessoa a qual ele pertence e as empresas e instituições financeiras que oferecem crédito e têm vínculo com os bureaus autorizados pelo Banco Central. Elas podem ser:

  • Lojas de diversos setores;
  • Comércio;
  • Operadoras de internet e telefonia;
  • Bancos;
  • Construtoras e imobiliárias;
  • Instituições financeiras;
  • Prestadores de serviços.

Como consultar o meu score de crédito?

No site da Foregon você pode consultar seu score de crédito gratuitamente, a qualquer momento, tudo online, de forma prática e segura.

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas e empréstimos.

Consultar CPF grátis
+ 150 mil pessoas já consultaram

Você ainda terá acesso a uma lista completa com os melhores cartões de crédito, empréstimos, maquininhas de cartão e contas bancárias para seu perfil, ou seja, aqueles que têm mais chances de te aprovar de acordo com sua pontuação. Veja como consultar:

  1. Entre no site da Foregon;
  2. Clique no botão "Consultar CPF grátis";
  3. Digite seu CPF e clique em "Continuar";
  4. Faça login com sua conta do Google ou Facebook;
  5. Caso não tenha cadastro, clique em "Cadastre-se" e preencha todas as informações solicitadas;
  6. Faça a análise de segurança e cadastre uma senha de acesso ao site da Foregon. Depois, volte para a página inicial e faça seu login com as informações cadastradas e pronto!

Na Foregon, o score de crédito é fornecido pela Boa Vista Serviços, um dos principais bureaus de crédito autorizados pelo Banco Central do Brasil.

Como aumentar o meu score de crédito?

Aumentar o score de crédito é uma tarefa que pode demorar no mínimo seis meses, mas vale a pena, já que se trata da sua imagem no mercado financeiro e também de uma pontuação que define se você será aprovado ou não em suas solicitações de crédito.

Faça compras parceladas

Como o nome já diz, o score de crédito leva em consideração suas movimentações e compras feitas no crédito, ou seja, parceladas. Ao fazer pagamentos somente à vista, é impossível ter informações financeiras sobre você.

Por isso, fazer compras parceladas no cartão de crédito ou crediário é uma ótima opção para ajudar no aumento do seu score.

Mantenha seu cadastro sempre atualizado

Se você não tem conta nos sites dos principais bureaus de crédito do país, faça o seu cadastro e insira todos os dados solicitados. Se já possui cadastro, é importante manter seus dados sempre atualizados, como: endereço, renda, telefone, dentre outros.

Pague suas dívidas

Estar com o nome negativado é o principal fator que impede o seu score de crédito de subir. Portanto, o ideal é negociar sua dívida, seja à vista ou parcelada. Assim que você quita a dívida de uma vez ou paga a primeira parcela do acordo, após cinco dias úteis o seu nome será limpo.

A partir daí, o seu score pode demorar até seis meses para começar a subir, tudo vai depender dos seus bons hábitos financeiros.

Não faça muitas solicitações de crédito em curto espaço de tempo

Você já percebeu que quando um pedido de crédito é negado, os bancos e empresas recomendam aguardar cerca de três meses para voltar a solicitar novamente? Isso é importante porque quando um pedido é negado, seu score de crédito diminui.

Dessa forma, quando mais solicitações de crédito você fizer em um curto período de tempo, mais baixo ficará o seu score. O ideal é aguardar de três a seis meses até que a pontuação regularize para fazer uma nova solicitação.

Pague suas contas sempre em dia, de preferência no débito automático

Atrasar os pagamentos e deixar passar a data do vencimento pode prejudicar muito o seu score, já que mostra que você não está cuidando das suas contas. Por isso, a dica é que você passe as datas de vencimento das suas contas todas para o mesmo dia, assim fica mais fácil pagá-las e você não corre o risco de esquecer.

Outra dica importante é procurar pagar suas contas no débito automático, assim esses pagamentos ficam registrados como movimentações na conta, o que ajuda no aumento do score de crédito.

Evite parcelamento de fatura e pagamento mínimo

Parcelar a fatura ou pagar o mínimo indica que você não está conseguindo controlar as suas finanças e está gastando mais do que pode pagar, o que pode contribuir para diminuir seu score de crédito.

Por isso, evite ao máximo o parcelamento da fatura e o pagamento mínimo. Além de manter uma boa pontuação você também não corre o risco de acabar se endividando ou pagar juros altíssimos desses serviços.

Registre contas em seu nome

Se você quer aumentar o seu score, registar cobranças em seu nome é uma boa forma de fornecer mais informações sobre você. Você pode passar contas de energia, internet, telefone e outras cobranças para seu nome.

Essas contas também são levadas em consideração na hora de compor a sua pontuação de score de crédito e podem ser grandes aliadas para aumentá-lo, desde que sejam pagas sem atrasos.

Perguntas frequentes (FAQ)

Posso consultar o score de crédito de outra pessoa?

Não. O score de crédito pode ser consultado apenas por empresas, como bancos, comércios, instituições financeiras e credores. Pessoas Físicas só podem consultar o score de crédito delas mesmas.

Colocar CPF na nota fiscal aumenta o score?

Não. Colocar o CPF na Nota Fiscal não faz parte das informações que são usadas para o cálculo do seu score. Assim, colocar ou não o CPF na nota não afeta sua pontuação.

Meu score de crédito aumenta após o pagamento de uma dívida?

Não. Pagar uma dívida faz com que seu nome seja limpo, mas o score ainda pode demorar até seis meses para começar a subir, dependendo diretamente dos seus bons hábitos financeiros.

Posso pagar para aumentar meu score de crédito?

O score de crédito é reflexo dos seu comportamento como pagador. Não confie em empresas que mandam e-mails ou oferecem produtos que prometem aumentar o score. A única maneira de fazer isso é seguindo as dicas que foram apresentadas neste artigo.

Sou dono de uma empresa, se ela passar por problemas e falir meu score será afetado?

Provavelmente sim. Os principais bureaus de crédito consideram informações sobre a sua participação em empresas. E, se ela passar por dificuldades financeiras e falir, isso pode afetar a sua pontuação.

Por que minha pontuação de score e diferente na Foregon, na Serasa, Boa Vista e SPC?

Cada bureau de crédito tem sua própria forma de avaliar e fazer a análise de risco de crédito. As empresas podem utilizar outros modelos estatísticos desenvolvidos de acordo com as suas necessidades. A Foregon, por exemplo, utiliza os dados da Boa Vista, que podem ser diferentes de outros bureaus. Mas isso não quer dizer que uma pontuação é menos confiável que a outra, isso acontece apenas porque cada bureau utiliza um método diferente de avaliação.

Pagar compras à vista ajuda aumentar meu score de crédito?

Não. os bureaus de crédito leva em consideração os hábitos em relação ao crédito. Por isso, pagar tudo à vista não tem qualquer impacto na sua pontuação.

Ter uma renda maior ajuda aumentar o meu score?

Não. Seu salário não influencia em nada na pontuação de score. O que vai ajudar a aumentar o score são os bons hábitos financeiros.

O meu CPF só pode ficar negativado por cinco anos?

Sim, após esse período de negativação as suas dívidas devem ser retiradas do seu cadastro, mas não deixam de existir e podem continuar sendo cobradas e afetar suas solicitações de crédito.

A consulta de score de crédito é gratuita?

Sim. Qualquer pessoa pode consultar o seu score gratuitamente, desde que possua CPF.

Nome limpo é sinônimo de score alto?

Não. Se você já esteve inadimplente recentemente, isso pode pesar na sua pontuação, mesmo que tenha limpado seu nome. Além disso, várias outras informações compõem o seu score, não só a inadimplência.

Se eu fizer muitas consultas ao meu score de crédito ele diminui?

Não, isso é um mito. Você pode consultar seu score de crédito quantas vezes achar necessário.

Descomplicamos?

Esperamos que este guia completo tenha te ajudado a entender o seu score de crédito, a base de cálculo da pontuação e outras informações relevantes sobre a pontuação. Se ficou com alguma dúvida, deixe seu comentário abaixo que entraremos em contato.

Não deixe de seguir a Foregon no canal do YouTube e também nas redes sociais, Facebook e Instagram, para ficar por dentro das notícias e novidades em primeira mão. Até a próxima!

Descubra como aumentar suas chances de aprovação e outras dicas

" description=

Enviado!

As informações foram enviadas com sucesso.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Instagram como ferramenta de negócios: guia completo

Como recarregar Bilhete Único pelo celular?

PicPay: como fazer cobranças pelo aplicativo?

Caixa abre 10 mil vagas de emprego para concursados, estagiários e aprendizes

Open Banking ou Open Finance: o que você precisa saber sobre esses sistemas

Não consegue guardar dinheiro? Conheça a “poupança por assinatura”

Golpe da revisão do INSS: veja como se proteger

Quer mudar de carreira? Confira essas dicas para trocar de profissão