Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

As 3 Principais Diferença Entre Deep Web e Dark Web

Escrito por 

Atualizado em 

Qualidade editorial: Nosso conteúdo é construído por uma equipe profissional que coloca a dúvida do leitor no centro da sua escrita. Cada autor traz o seu conhecimento para responder e solucionar sua busca, entregando valor por meio da verificação de dados, aprofundamento da pesquisa e reputação do nosso site.

Segurança e privacidade: Somos responsáveis por manter seus dados protegidos quando você acessa nosso site. Trabalhamos com total transparência e respeito ao seu consentimento, colocando você no controle de seus dados. Conheça nossa política de privacidade.

Todos os dias você usa a internet para se comunicar, fazer compras e aprender coisas novas.

Entretanto, para além das páginas visíveis nas pesquisas que estamos acostumados a fazer, existe a Deep Web, um universo online oculto.

A Deep Web inclui partes da internet não indexadas por motores de busca comuns – como Google, Bing, Yahoo e outros: informações protegidas por senha, bancos de dados governamentais, registros médicos e arquivos acadêmicos.

Dentro da Deep Web, há a Dark Web, acessível apenas por softwares como o Tor, que protegem a identidade do usuário. Embora associada a atividades ilegais, a Dark Web também serve a propósitos legítimos, como o jornalismo investigativo.

Compreender as diferenças entre Deep Web e Dark Web é fundamental para evitar equívocos e garantir sua segurança digital. Conhecendo esses conceitos, você pode navegar de maneira mais segura e informada, reconhecendo os riscos e benefícios dessas áreas da rede.

Vamos explorar as características, usos e implicações legais dessas partes enigmáticas da internet.

O que você procura?

O que é a Deep Web? Entendendo o lado oculto da internet

A internet é um universo expansivo, onde apenas uma pequena fração do conteúdo é visível e acessível através de motores de busca convencionais.

Essa parte visível, chamada "surface web", é apenas a ponta do iceberg.

A vasta maioria do conteúdo online fica guardado no que chamamos de Deep Web. Mas o que exatamente é a Deep Web, que tipos de dados ela abriga, e como podemos acessá-la de maneira segura?

Definição de Deep Web

A Deep Web é a parte da internet que está fora do alcance dos motores de busca padrão.

Ela contém uma quantidade de dados significativamente maior do que a surface web, e acessar essas informações requer ferramentas específicas ou autorizações.

Ao contrário da surface web, facilmente navegável, a Deep Web mantém suas informações protegidas e privadas.

Conteúdo da Deep Web

A Deep Web abriga uma variedade vasta e diversificada de informações:

  • Bases de dados governamentais: Registros de censos e documentações legais, protegidos para garantir privacidade e segurança.
  • Registros acadêmicos: Artigos de pesquisa, teses de doutorado e registros de bibliotecas universitárias, acessíveis apenas a usuários autorizados.
  • Informações financeiras: Detalhes de transações bancárias, meticulosamente protegidos para prevenir fraudes e roubo de identidade.

Acesso Seguro à Deep Web

Para você acessar a Deep Web de forma segura vai precisar de ferramentas adequadas e práticas recomendadas de segurança.

Utilizar redes VPN e assegurar autenticação forte, como a autenticação de dois fatores, são medidas essenciais para proteger sua identidade e seus dados.

Além disso, você vai precisar se manter informado sobre as melhores práticas de segurança digital e aderir a leis e regulamentos para garantir uma navegação ética e legal.

O que é a Dark Web?

A Dark Web é uma pequena e enigmática fração da internet, oculta e inacessível através de motores de busca convencionais. Este segmento da Deep Web, acessível apenas por meio de softwares especiais que garantem anonimato, é frequentemente mal interpretado devido às suas associações com atividades ilegais. No entanto, a Dark Web também desempenha um papel crucial na proteção da privacidade e no anonimato dos usuários, servindo a propósitos legítimos, especialmente em contextos de repressão e vigilância.

Atividades Comuns na Dark Web

A Dark Web é conhecida por hospedar mercados negros onde itens como drogas, armas e informações pessoais roubadas são comercializados. Além disso, ela é um refúgio para comunicações criptografadas usadas por jornalistas, ativistas e indivíduos sob regimes autoritários que buscam um canal de comunicação seguro e livre de espionagem. A Dark Web também oferece serviços ilícitos, incluindo hacking, falsificação de documentos e venda de software malicioso.

Como Acessar a Dark Web com Segurança?

O acesso à Dark Web é feito predominantemente através do navegador Tor, que oculta a identidade e localização dos usuários, proporcionando um alto grau de privacidade e anonimato. No entanto, navegar pela Dark Web requer precauções significativas:

  • Mantenha o software de segurança atualizado: Proteja-se contra malwares e outras ameaças comuns nessa parte da internet.
  • Cuidado com downloads e links: Evite baixar arquivos ou clicar em links desconhecidos, pois podem conter ameaças ou levar a golpes.
  • Não divulgue informações pessoais: Mantenha o anonimato e nunca compartilhe dados pessoais, mesmo em plataformas criptografadas.
  • Legalidade e ética: Esteja ciente das leis locais e internacionais ao acessar ou realizar atividades na Dark Web. Aderir a práticas legais e éticas é indispensável.

Principais Diferenças entre Deep Web e Dark Web

A internet é mais complexa do que parece, e entender a diferença entre Deep Web e Dark Web é crucial para navegar de forma segura e informada.

Comparação de Funcionalidades e Usos

  • Deep Web: Abriga dados protegidos e de acesso restrito, como registros médicos, informações financeiras e documentos acadêmicos. Acesso geralmente requer credenciais específicas e conexões seguras.
  • Dark Web: Refúgio para atividades que exigem anonimato. Usada tanto para fins legítimos, como jornalismo em países com censura, quanto para atividades ilegais, como mercados negros.

Aspectos Legais e Ilegais

  • Deep Web: Legal para usos autorizados e legítimos, como pesquisas e transações seguras.
  • Dark Web: Pode ser usada legalmente para evitar censura, mas é frequentemente associada a atividades ilegais, como tráfico e venda de itens proibidos.

Segurança e Riscos Envolvidos

  • Deep Web: Segura quando usada legalmente, focada na proteção de dados.
  • Dark Web: Requer cautela devido aos riscos de malwares, golpes e outras atividades criminosas.

Perguntas frequentes

Qual a função da Dark Web?

  1. A Dark Web permite navegação anônima, acessando sites que não aparecem em buscadores comuns.
  2. É usada para proteger a privacidade, permitindo comunicação segura e anônima.
  3. Facilita o comércio ilegal, como venda de drogas e armas.
  4. Abriga fóruns e mercados ilegais, longe da vigilância governamental.
  5. Hospeda atividades de hackers e serviços de cibercrime, incluindo roubo de identidade.

Pra que serve a Deep Web?

  1. A Deep Web guarda dados que não são indexados por buscadores, como bancos de dados privados.
  2. Facilita acesso a documentos acadêmicos e governamentais.
  3. Protege informações pessoais em plataformas seguras.
  4. Suporta transações bancárias e comerciais online.
  5. Armazena conteúdo de redes sociais restritas e intranets corporativas.

Quem tem acesso a Dark Web?

  1. Qualquer pessoa com um navegador especializado, como Tor.
  2. Hackers e cibercriminosos para atividades ilegais.
  3. Jornalistas e ativistas em busca de anonimato.
  4. Pesquisadores e acadêmicos estudando o cibercrime.
  5. Agências de segurança monitorando atividades ilegais.

Quais são as redes da deep web?

  1. Tor (The Onion Router) é a rede mais conhecida, garantindo anonimato e privacidade.
  2. I2P (Invisible Internet Project) oferece comunicação segura e anônima entre seus usuários.
  3. Freenet se concentra na liberdade de informação, permitindo compartilhamento de arquivos de forma segura.
  4. ZeroNet usa tecnologia blockchain para criar uma web descentralizada.
  5. GNUnet é uma rede de malha que enfatiza privacidade e segurança nas comunicações.
Compartilhe

Escrito por:

Guilherme Dorneles
Especialista em SEO

Guilherme se formou em Publicidade e Propaganda pela Universidade Franciscana e com MBA em Liderança, Inovação e Gestão 3.0 pela PUCRS. Com mais de uma década de produção de conteúdo e gestão de tráfego orgânico, ele tem uma paixão secreta por planilhas financeiras meticulosamente preenchidas.