Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

O que é a Dark Web e por que ela é tão Perigosa?

Escrito por 

Atualizado em 

Qualidade editorial: Nosso conteúdo é construído por uma equipe profissional que coloca a dúvida do leitor no centro da sua escrita. Cada autor traz o seu conhecimento para responder e solucionar sua busca, entregando valor por meio da verificação de dados, aprofundamento da pesquisa e reputação do nosso site.

Segurança e privacidade: Somos responsáveis por manter seus dados protegidos quando você acessa nosso site. Trabalhamos com total transparência e respeito ao seu consentimento, colocando você no controle de seus dados. Conheça nossa política de privacidade.

Embora a maioria das pessoas acesse a web por meio de navegadores comuns, existem níveis mais profundos da Internet que não são facilmente acessíveis.

É o caso da Dark Web, uma coleção de sites e fóruns que só são acessíveis com navegadores e softwares específicos. 

Nela, os usuários têm um nível de anonimato que é especialmente atraente para cibercriminosos, facilitando a venda e compra de informações ilegais, como dados pessoais roubados.

Neste artigo, vamos explicar o que é a Dark Web e abordar os riscos reais que ela representa para sua segurança digital. Acompanhe!

O que você procura?

Surface Web: entendendo como a internet é dividida

A internet está dividida em três camadas: surface web, deep web e dark web.

A maior parte dos usuários interage apenas com a surface web, geralmente representada como a "ponta do iceberg" de todo conteúdo disponível online.

Esta camada é acessível através de motores de busca convencionais como Google, Bing e Yahoo, e contém websites que são indexados por estes serviços, o que os torna facilmente localizáveis. 

Na surface web, encontramos sites de notícias, blogs, portais de comércio eletrônico e redes sociais – basicamente, tudo o que é abertamente acessível sem a necessidade de credenciais especiais.

Além da surface web, existe a vasta e enigmática deep web.

Por sua vez, esta camada contém informações não indexadas pelos motores de busca convencionais.

Isso inclui bases de dados acadêmicas, arquivos governamentais, registros médicos privados, fóruns restritos e outras formas de conteúdo que exigem credenciais de acesso específicas. 

Embora a deep web possa parecer suspeita devido à sua natureza inacessível, a maioria do seu conteúdo é legítimo e serve propósitos essenciais para instituições financeiras, bibliotecas, universidades e serviços governamentais.

Por fim, temos a dark web, a camada mais obscura e misteriosa da internet. 

Diferentemente das outras duas, a dark web é propositalmente oculta, acessível apenas através de softwares especiais que garantem anonimato e privacidade, como o navegador Tor. 

Este segmento da internet é frequentemente associado a atividades ilegais, mas também é um espaço vital para a liberdade de expressão, especialmente em países onde a censura e a vigilância estatal são predominantes.

Aqui, o anonimato proporcionado pelos softwares de acesso permite que indivíduos se comuniquem e compartilhem informações sob proteção robusta contra a detecção.

Afinal, por que a Dark Web é tão perigosa?

Embora também sirva como um refúgio para a liberdade de expressão e privacidade, a Dark Web abre portas para um submundo repleto de atividades ilícitas. 

Este espaço digital oferece um nível de anonimato que é frequentemente explorado para fins criminosos, desde a venda de drogas e armas até o tráfico de dados pessoais, incluindo CPFs.

Se suspeitar que seu CPF foi comprometido, é crucial saber como regularizar CPF para proteger sua identidade de ser roubada.

Por isso, a Dark Web se transformou em um ponto crítico para atividades ilegais, hospedando mercados e fóruns onde malfeitores negociam produtos e serviços proibidos.

Além disso, este mesmo anonimato dificulta a aplicação da lei no rastreamento de atividades ilegais, tornando este ambiente ainda mais perigoso.

O que pode ser encontrado dentro da Dark Web?

Embora suas informações pessoais sejam inestimáveis para você, saiba que no mercado negro da Dark Web elas podem ser negociadas por valores surpreendentemente baixos.

Por exemplo, detalhes de cartões de crédito com saldo de até U$5.000 podem ser vendidos por cerca de U$110.

Contas hackeadas de serviços populares como Uber e Netflix também são comercializadas, custando meros US$ 12 e US$ 20, respectivamente. 

Os cibercriminosos utilizam a Dark Web para comercializar uma vasta gama de dados roubados e falsificados. Entre os itens mais negociados estão:

  • Dados Pessoais: Incluem nomes completos, endereços residenciais, números de telefone, datas de nascimento, CPF, e-mails, entre outros detalhes que podem identificar um indivíduo.
  • Dados Financeiros: Detalhes de cartões de crédito roubados, nomes de usuário e senhas de bancos online, credenciais para contas de criptomoeda, registros bancários e de seguros são amplamente comercializados.
  • Dados de Login de Contas Online: Compreendendo combinações de nome de usuário e senha, esses dados dão acesso a uma variedade de contas, desde mídias sociais até serviços de streaming de vídeo e plataformas profissionais pagas.
  • Dados Corporativos Confidenciais: Informações sigilosas, incluindo propriedade intelectual, patentes e detalhes operacionais de empresas, são altamente cobiçadas por espiões industriais e concorrentes.
  • Dados Forjados: Documentos falsificados, como passaportes, carteiras de motorista e identidades roubadas, são frequentemente adquiridos por aqueles que procuram assumir uma nova identidade ilegalmente.

Por que a Dark Web existe?

Embora sua existência seja um tópico recorrente nas discussões atuais sobre tecnologia e segurança digital, ninguém sabe dizer exatamente qual é a origem da Dark Web.

No entanto, hoje se sabe que a Dark Web não foi criada apenas com o propósito de facilitar atividades criminosas, mas também para oferecer uma plataforma de anonimato e privacidade.

A base da Dark Web são as "darknets" – redes overlay que utilizam a internet, mas exigem softwares específicos, configurações ou autorização para acessar. 

Entre elas, as mais conhecidas são Tor e Freenet, que criam um ambiente seguro para o anonimato. Usuários e sites operam sem revelar suas localizações IP, tornando difícil rastreá-los ou identificá-los.

A Dark Web é ilegal?

Apesar do nome intimidador, a Dark Web não é ilegal: acessar essa parte da internet não é considerado, por si só, um crime.

No entanto, é fato que boa parte das atividades realizadas na Dark Web estão relacionadas a ações ilícitas.

Meus dados estão em risco na Dark Web?

Por mais assustador que seja, não é errado presumir que suas informações pessoais já estejam na Dark Web.

Em 2023, um levantamento apontou que mais de 140 mil cartões foram roubados no Brasil e vendidos dentro desse espaço da internet.

Já no começo de 2024, pesquisadores de segurança descobriram o que é considerado o maior vazamento de dados da história até então, com cerca de 26 bilhões de registros em uma base de dados de 12 terabytes.

Considerando que apenas uma fração dos ataques e incidentes cibernéticos é relatada, é possível supor que os prejuízos causados sejam ainda mais abrangentes.

Este cenário reforça a importância de estar vigilante e tomar medidas proativas para proteger suas informações pessoais de serem comprometidas e vazadas na Dark Web.

Proteja seus dados na internet

Para descobrir se suas informações vazaram na Dark Web, você pode contar com o serviço de proteção e monitoramento da Foregon Premium.

O serviço monitora diariamente o status dos seus dados pessoais e te alerta imediatamente sobre qualquer alteração ou atividade suspeita.

Se houver um vazamento envolvendo seu e-mail ou senha, você será notificado por e-mail e SMS, além de receber orientações sobre como agir para minimizar os danos e proteger seus dados. 

Com uma assinatura Premium, você tem uma ferramenta poderosa para se defender contra as ameaças ocultas da Dark Web. Mantenha suas informações pessoais seguras e longe do alcance de cibercriminosos!

Ative a Proteção dos seus dados

Monitore seu CPF e proteja seu nome contra fraudes.

Monitorar meus dados
⭐⭐⭐⭐⭐ + 2.848.551 pessoas já consultaram

Perguntas Frequentes

O que é a Dark Web?

A Dark Web é uma seção oculta da internet acessível apenas por softwares especiais. Ela é conhecida por seu alto nível de anonimato e associação com atividades ilegais.

Qual a diferença entre dark web e deep web?

A diferença entre a dark web e a deep web é que a deep web inclui todos os conteúdos não indexados pela pesquisa convencional, enquanto a dark web é uma parte específica da deep web onde a atividade criminosa é mais comum.

O que pode ser encontrado na Dark Web?

Na Dark Web são comercializados dados pessoais vazados, financeiros, logins de contas online, informações corporativas confidenciais e documentos falsificados. Itens como detalhes de cartões de crédito e contas hackeadas de serviços populares também são comuns.

O que acontece quando os dados vazaram na Dark Web?

Quando os dados vazam na Dark Web, isso pode resultar em consequências graves, incluindo roubo de identidade, fraudes financeiras e comprometimento da segurança pessoal e privacidade dos indivíduos afetados.

Como posso remover meus dados pessoais da Dark Web?

Não existe um método confiável para remover seus dados confidenciais da Dark Web. Uma vez disponível, você não pode reverter o processo. É por isso que vale a pena aproveitar um serviço que monitora seus dados pessoais para você, como o Foregon Premium!

Compartilhe

Escrito por:

Victor Brisola
Redator SEO

Redator especializado em proteção de dados e score de crédito, formado em Jornalismo pela Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação de Sorocaba. Ele é responsável pela produção e refinamento dos conteúdos da Foregon.