A grana por aí anda curta e você precisa do dinheiro para quitar as contas ou mesmo fazer um investimento? O empréstimo consignado pode ser uma salvação nessa hora.

Trabalhadores com carteira assinada, funcionário público, pensionista do INSS ou aposentado pode solicitar o empréstimo consignado. Essa forma de emprestar dinheiro tem juros mais baixos, por isso pode ser a melhor para você.

Entenda melhor como funciona:

Empréstimo consignado

Essa é uma forma considerada mais fácil de empréstimo, já que as parcelas são descontadas em folha, ou seja, diretamente do pagamento do trabalhador. Existe uma margem consignável, garantindo que não comprometa toda a renda.

A margem consignável é de 35%, sendo que, 5% deve ser destinado para pagar dívidas do cartão de crédito. Se você não tem dívidas com o cartão, seu limite é de 30%.

Veja:

  • Com dívidas do cartão de crédito: salário 0,35
  • Sem dívidas do cartão de crédito: salário 0,30

Se o seu salário é de R$ 1.000, então sua margem é de R$ 300,00. (30%)

Se tiver dívidas com o cartão de crédito: R$ 350,00 de margem total, onde R$ 50,00 são para dívidas com o cartão.

Esse valor virá descontado automaticamente no seu salário até acabar o empréstimo. Ele deve ser solicitado no RH de sua empresa. Vale lembrar também que, alguns bancos não liberam o teto da margem consignável.

Vantagens do empréstimo consignado

Geralmente esse tipo de empréstimo é facilmente aceito, já que o banco tem a garantia do pagamento, que é descontado direto do salário. Mas se atente ao fazer um empréstimo. Você pode se enrolar com parcelas altas ou mais uma dívida somada.

E se sobrar um dinheiro e preferir pagar o empréstimo todo, você pode pedir ao banco o adiantamento. O boleto virá com desconto pelo pagamento adiantado e o abatimento de todas as parcelas pagas.

Qualquer dúvida, deixe aqui nos comentários para a gente! Até a próxima!