Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Golpe do WhatsApp: Não caia em Armadilhas

Escrito por 

Atualizado em 
Revisado por Guilherme Dorneles

Qualidade editorial: Nosso conteúdo é construído por uma equipe profissional que coloca a dúvida do leitor no centro da sua escrita. Cada autor traz o seu conhecimento para responder e solucionar sua busca, entregando valor por meio da verificação de dados, aprofundamento da pesquisa e reputação do nosso site.

Segurança e privacidade: Somos responsáveis por manter seus dados protegidos quando você acessa nosso site. Trabalhamos com total transparência e respeito ao seu consentimento, colocando você no controle de seus dados. Conheça nossa política de privacidade.

Diante da crescente incidência de golpes do WhatsApp, navegar pelo mundo digital requer não apenas habilidade, mas também uma dose de cautela, especialmente quando se trata de aplicativos que fazem parte da rotina.

Este guia foi elaborado pensando em você, que se comunica, compartilha e conecta diariamente, tornando vital a proteção contra as armadilhas digitais criada por golpistas.

O que você procura?

Como funciona o golpe do WhatsApp?

A era digital, embora repleta de possibilidades, exige de nós uma postura de vigilância constante. Os golpistas, utilizando técnicas cada vez mais sofisticadas, se aproveitam da menor brecha de atenção. 

Um dos métodos mais comuns envolve a criação de perfis falsos ou o uso de números novos, se passando por alguém conhecido, para solicitar transferências de dinheiro ou informações pessoais.

Imagine receber uma mensagem de um número desconhecido, com a foto de um amigo ou familiar, pedindo ajuda financeira urgente para uma situação de emergência. A pressa, a preocupação e o desejo de ajudar pode levar você a agir sem verificar a veracidade da solicitação, caindo assim na armadilha montada pelos criminosos.

Garanta mais segurança contra golpes de WhatsApp

Para manter sua conta segura e evitar cair em golpes, algumas medidas são indispensáveis:

1. Ativação da confirmação em duas etapas

Essa funcionalidade adiciona uma camada extra de segurança à sua conta. Ao configurar um PIN único, você garante que a posse do seu número de telefone não seja suficiente para acessar suas mensagens.

Como ativar a autenticação de dois fatores:

  1. No aplicativo WhatsApp, vá até as configurações;
  2. Escolha a opção ‘Conta’, seguida de ‘Confirmação em duas etapas’ e então ‘Ativar’;
  3. Crie um PIN de 6 dígitos que será fácil de lembrar;
  4. Adicione um e-mail para recuperar o acesso à sua conta, caso esqueça o PIN;
  5. Verifique o e-mail e confirme a ativação da função.

2. Cuidado com os códigos de autenticação

Nunca compartilhe seus códigos de autenticação com ninguém. Esses códigos são as chaves do seu reino digital e devem ser guardados com o mesmo cuidado que você tem com suas senhas.

3. Senhas de bloqueio do telefone

A proteção começa com as barreiras mais básicas. Garanta que seu dispositivo seja acessível apenas por você, utilizando senhas, padrões ou biometria para o desbloqueio.

4. Desconfie de pedidos atípicos

Mantenha-se alerta a mensagens fora do comum, especialmente aquelas que pedem dinheiro ou informações pessoais. Quando estiver em dúvida, faça uma ligação ou encontre outra maneira de confirmar a identidade da pessoa.

5. Verifique antes de agir

Se receber uma mensagem de um número desconhecido com uma foto familiar, procure verificar antes de tomar qualquer ação. Um simples telefonema pode evitar que você se torne a próxima vítima.

Cai no golpe do WhatsApp, e agora?

Se você identificar que caiu em um golpe através do WhatsApp, a ação inicial é notificar seus amigos, familiares e conhecidos. Isso é fundamental para prevenir que outras pessoas sejam enganadas.

É importante desvincular sua conta do dispositivo comprometido ativando-a em seu telefone. Isso é feito ao inserir o código de verificação recebido por SMS, o que resultará na desconexão do golpista.

Para usuários do WhatsApp Web, a recomendação é deslogar de todas as sessões ativas para garantir a remoção de qualquer acesso não autorizado. Isso pode ser feito seguindo estes passos:

  1. Acesse as Configurações no aplicativo.
  2. Selecione a opção de Conta.
  3. Escolha WhatsApp Web/Desktop.
  4. Opte por deslogar de todas as sessões.

Além disso, é aconselhável ajustar as configurações de privacidade da sua foto de perfil, limitando o acesso somente aos números presentes em sua agenda. 

Caso você tenha realizado uma transferência, informe a quem você pensava estar ajudando e contate o banco do pagamento para explicar a situação e entender a possibilidade de recuperar o valor.

Segurança digital vai além de aplicativos e senhas

Em um mundo onde nossa vida financeira está cada vez mais online, ferramentas de monitoramento são grandes aliadas contra golpes. Esse é o caso do Foregon Premium.   Com ele você recebe alertas sobre:

Perguntas frequentes

Quais são os golpes aplicados no WhatsApp?

Os golpes no WhatsApp incluem pedidos de dinheiro fingindo ser alguém conhecido, links maliciosos que instalam softwares de espionagem, e golpes de verificação de conta que roubam o acesso ao perfil do usuário.

O que uma pessoa pode fazer com meu número de WhatsApp?

Com seu número de WhatsApp, golpistas podem tentar enganar seus contatos pedindo dinheiro ou informações pessoais, além de tentar acessar sua conta usando técnicas de engenharia social.

Como golpistas têm acesso à lista de contatos?

Golpistas podem ter acesso à lista de contatos através de aplicativos maliciosos instalados no telefone da vítima, que roubam dados diretamente do dispositivo.

Como agem os golpistas?

Golpistas frequentemente usam técnicas de engenharia social para manipular vítimas, fazendo-se passar por pessoas conhecidas ou instituições confiáveis, e persuadir as vítimas a fornecer informações pessoais ou fazer pagamentos.

Compartilhe

Escrito por:

Nara Lima
UX Writer

Formada em Publicidade e Propaganda pela UniFAI, a Nara trabalha com redação profissional desde 2019. Além disso, já trabalhou com atendimento ao público e fez pesquisas para o governo pelo IBGE, aprendizados que leva hoje para sua escrita focada na experiência do usuário da Foregon.