Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Como Funciona o Golpe Nubank e como se Proteger

Escrito por 

Atualizado em 

Qualidade editorial: Nosso conteúdo é construído por uma equipe profissional que coloca a dúvida do leitor no centro da sua escrita. Cada autor traz o seu conhecimento para responder e solucionar sua busca, entregando valor por meio da verificação de dados, aprofundamento da pesquisa e reputação do nosso site.

Segurança e privacidade: Somos responsáveis por manter seus dados protegidos quando você acessa nosso site. Trabalhamos com total transparência e respeito ao seu consentimento, colocando você no controle de seus dados. Conheça nossa política de privacidade.

Um relatório do Banco Central apontou que o Nubank foi o banco que mais ganhou clientes em 2023. Essa popularidade tem chamado a atenção de criminosos, que estão escolhendo os clientes do Nubank para aplicar o golpe da falsa central de atendimento. 

Se você foi uma das vítimas ou é cliente do banco e quer se proteger contra possíveis golpes, vamos te passar com detalhes como funciona o golpe envolvendo o Nubank e dicas valiosas de como evitá-lo. 

O que você procura?

O que é o golpe Nubank?

Você está em casa, seu celular toca e você atende. Do outro lado da linha, uma pessoa se apresenta como funcionária do Nubank e informa que identificou uma compra suspeita em sua conta. 

Ela te orienta a confirmar seus dados e, em alguns casos, ainda pede um Pix de confirmação para desbloquear a sua conta. E é assim que você pode cair no golpe da falsa central de atendimento. 

Os criminosos entram em contato com pessoas aleatórias até encontrar alguém que realmente seja cliente do Nubank. 

Como cliente, você se assusta imediatamente ao receber uma notificação de uma compra suspeita em sua conta. Esse é exatamente o objetivo dos golpistas: gerar pânico para que você não perceba que, na verdade, está sendo vítima de um golpe.

Como funciona o golpe Nubank?

O golpe pode ser aplicado via telefone, E-mail ou SMS. Em alguns casos, você pode ser induzido a efetuar um Pix ou pagar um boleto para a "regularização da conta". 

Além disso, os golpistas também solicitam seus dados pessoais e do cartão de crédito, com o objetivo de aplicar golpes em seu nome, como: contratar empréstimos, cartões e até abrir empresas em seu CPF. Já imaginou o prejuízo que isso pode causar? 

Há, ainda, criminosos que manipulam a vítima para que ela acesse ou baixe um site ou App para "proteger" a sua conta bancária, mas, na realidade, isto serve para roubar ou dados pessoais de quem acessar. 

Caso de uma das vítimas 

Em entrevista para o jornal Metrópolis, uma mulher, de 46 anos, que preferiu não se identificar, foi vítima do golpe Nubank. Segundo ela, os criminosos enviaram um SMS informando uma tentativa de compra em uma joalheria, mas que estava pendente de autorização. 

Se não reconhecesse a compra, ela deveria ligar na central de atendimento para cancelar. No SMS continha um número de telefone falso do Nubank. 

"No desespero, entrei em contato com a central indicada na mensagem. Me atenderam como se, de fato, eu estivesse falando com algum funcionário do banco. Tinha até central de atendimento robotizado. Só com o meu número de telefone, eles sabiam meu nome completo, CPF, e sabiam que eu era cliente do Nubank", relata a vítima.

Como podemos ver, os golpes são muito bem aplicados, fazendo a vítima pensar que está falando, de fato, com um atendente do banco. O desespero de pensar que alguém clonou seu cartão também faz com que a vítima caia mais fácil no golpe. 

Como evitar esse tipo de golpe?

Na maioria das vezes, esses criminosos já entram em contato com a vítima sabendo alguns dados pessoais dela. Mas como isso é possível? 

Com os casos de vazamentos de dados cada vez mais frequentes, criminosos conseguem acessar informações importantes das vítimas, o que passa mais credibilidade na hora de aplicar o golpe. 

Por isso, é importante tomar medidas preventivas, pois além de prováveis prejuízos financeiros, você pode até enfrentar problemas na justiça por conta desse tipo de golpe. 

A principal forma de prevenção é fazer o monitoramento do seu CPF com o Foregon Premium, uma ferramenta que realiza não só o monitoramento eficaz do seu CPF, mas também a detecção precoce de qualquer atividade suspeita em seu nome. 

O que fazer se cair no golpe Nubank?

Ao perceber que caiu no golpe, você deve entrar em contato com o Nubank pelo chat do aplicativo para realizar o bloqueio do cartão e conta, e evitar maiores prejuízos. 

Além disso, também será necessário fazer um Boletim de Ocorrência na polícia civil do seu estado para que possam empreender esforços na identificação e captura dos criminosos. 

Como recuperar o Pix de golpe Nubank?

  1. Ao perceber que caiu no Golpe, mantenha a calma e faça um Boletim de Ocorrência imediatamente;
  2. Com o boletim feito, entre em contato com o banco no chat do App ou ligando para a central de atendimento do Nubank;
  3. Envie o boletim de ocorrência completo para o e-mail do Nubank "meajuda@nubank.com.br";
  4. A equipe do Nubank vai então analisar o caso e tentar recuperar o valor junto à instituição financeira do golpista.

Como evitar cair em golpes na internet

Seguindo algumas dicas você pode evitar o prejuízo de cair em golpes na internet. A primeira atitude é se manter sempre desconfiado! 

Verifique a autenticidade dos contatos: sempre desconfie de chamadas ou mensagens inesperadas que afirmam ser de instituições financeiras. Entre em contato com seu banco usando canais oficiais, como o número de telefone ou o aplicativo oficial;

Não compartilhe informações pessoais: nunca forneça dados pessoais ou financeiros, como número do CPF, senha ou código de verificação, em chamadas ou mensagens;

Utilize aplicativos oficiais: verifique informações apenas através do aplicativo oficial do banco, evitando links enviados por e-mail ou mensagens de texto;

Desligue a chamada: se te ligarem para pedir que você confirme dados sensíveis (como senhas ou número do cartão) ou até mesmo Pix, desligue imediatamente;

Desconfie de urgências: golpistas frequentemente criam um senso de urgência para fazer você agir rapidamente. Tome seu tempo para verificar a veracidade das informações.

Cheque endereços de e-mail e números de telefone: ao receber SMS, ligações ou e-mails do seu banco, verifique se aquele realmente é o e-mail ou telefone oficial da instituição.

Monitore seu CPF regularmente: com o monitoramento do seu CPF ativo, você receberá alertas sempre que houver alguma movimentação suspeita, assim, pode agir a tempo para evitar golpes.

E lembre-se: o Nubank e nenhum outro banco faz ligações para: 

  • Confirmar transações suspeitas no cartão; 
  • Solicitar que você compartilhe sua senha; 
  • Solicitar dados sensíveis; 
  • Pedir o número e código de segurança do seu cartão; 
  • Solicitar que você envie um Pix para anular uma transação. 

Se seu banco fizer alguma dessas solicitações, tome cuidado: pode ser um golpe!

Perguntas frequentes

O que é o golpe Nubank de compra nas Casas Bahia? 

Trata-se do golpe da falsa central de atendimento, onde o golpista entra em contato com a vítima informando que foi feita uma tentativa de compra nas Casas Bahia e diz que para cancelar é preciso desbloquear a conta com um Pix.

Qual a importância de proteger meus dados?

Proteger seus dados é fundamental para evitar acessos não autorizados, prevenir fraudes e garantir sua privacidade e segurança na internet.

O que fazer quando cair em um golpe Nubank?

Faça um Boletim de Ocorrência e entre em contato com o banco pelo chat do App oficial. O Nubank vai analisar o caso para definir se será possível reaver o valor enviado para o criminoso.

Como recuperar o Pix de golpe Nubank?

Para tentar recuperar um Pix feito para um golpista se passando pelo Nubank, você deverá fazer um boletim de ocorrência e enviar todas as informações para o banco pelo chat do App.

Compartilhe

Escrito por:

Thais Souza
Analista de Comunicação e Conteúdo

Formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), a Thaís escreve desde 2019 com foco na experiência e resolução das dúvidas de seus leitores.Desde 2021, atua como Analista de Comunicação e Conteúdo na Foregon, onde trabalha na produção e melhoria de conteúdos relacionados a CPF, score de crédito, golpes e fraudes, e vazamento de dados.Além da produção de artigos, também já trabalhou com projetos para Guest Posts, notícias, posts para redes sociais, e-books e roteiros para vídeos.